19/11/2021

Cavando cisternas

 


“O meu povo cometeu dois crimes: eles me abandonaram, a mim, a fonte de água viva; e cavaram as suas próprias cisternas, cisternas rachadas que não retêm água.” (Jeremias 2.13)

 

Cisterna não é lá algo conhecido da atual geração; acostumada pelo menos em boa parte do país a abrir a torneira e de lá jorrar água quase que potável.

Quando criança morei com minha família em uma casa que não tínhamos essa facilidade, nos valíamos de um poço e também de uma cisterna, através de calhas colocadas no telhado eram captadas a água da chuva que por sua vez eram armazenadas nessa cisterna.

Lembro-me bem das advertências de minha mãe, ela sempre frisava que aquela água guardada ali não servia para beber ou para utilizar no preparo de alimentos, para esse fim era utilizada apenas a água do nosso posso, sim, porque a água que nascia ali foi examinada, ela procedia de uma fonte saudável, meu pai chamava de minas, pequenos veios em meio a algumas rochas de onde essa água cristalina e apropriada para nosso consumo brotava.

Deus, no texto acima, utilizando a voz do profeta Jeremias faz uma dura advertência ao povo Hebreu.

Ele afirma que seu povo tinha cometido dois crimes, o primeiro de abandoná-lo e o segundo de procurar por socorro onde não havia esperança, ele comparou essa atitude a uma pessoa que tenta guardar água (fonte de vida) em uma cisterna com rachaduras. Bom, todos sabemos o que acontece quando se tenta fazer algo assim.

Deus é nossa fonte da vida, e, quando procuramos soluções em outros lugares a derrota é certa.

Infelizmente muitos, mesmo no nosso meio, tem procedido de forma inadvertida, da mesma forma que os Hebreus nos tempos do profeta Jeremias, mesmo dentro da igreja substituem a intimidade com o Deus vivo por um sistema de crenças de acordo com suas conveniências, querem uma espécie de “evangelho light”, alguma coisa do tipo que não o “importune” ou lhe diga o que fazer de sua vida.

Precisamos mais do que nunca recorrer a fonte da água da vida e não sucumbirmos a tentação e nos tornarmos como cisternas rachadas, pessoas frias e desprovidas completamente da presença de Deus.

Em João 7:37b 38 Jesus afirmou: “Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva”.

Que através da ação do Espírito Santo na sua vida, você seja agora, cheio de Deus, cheia de Deus, e que esses rios transbordem de você e abençoe a muitos.

 

Pr Anselmo Melo

 

 

Author Image

Anselmo Melo
Anselmo Melo, Carioca, casado e pai de três filhos (herança do Senhor). Pastor Evangélico e empresário. Moro atualmente no Estado de São Paulo onde pastoreio a Igreja de Nova Vida em Limeira. Sou fundador e presidente da Associação Projeto Resgate Vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante,
Você pode elogiar ou criticar, observe apenas:

1-Não publicamos criticas de ANÔNIMOS e nem comentários que não estejam relacionados com o assunto.

2-Baixarias e palavrões também não.

3-Nem todas as publicações são de minha autoria e o fato de estarem aqui não implica necessariamente em que eu concorde com todo o teor do post.

4- Quer ser respeitado? Mostre respeito!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *