20/03/2017

Você tem medo de ser traída? E se acontecer, como lidar com a infidelidade?

Talvez a única coisa pior do que a traição seja o medo, o trauma, como resultado da infidelidade. O medo de ser traída (o) é algo que assusta muitas mulheres e muitos homens, principalmente aos que já passaram por isso. Mas quem não tem medo de ser traído? Será que isso só passa na cabeça de quem já teve de lidar com o problema?
A traição sem dúvida é uma coisa que dói, machuca e fere emocionalmente qualquer pessoa.  Faz-nos sentir menores. Quem já foi traído, nunca esquece e acaba focando demais no que já aconteceu e atraindo mais daquilo para a própria vida. Afinal, na própria Bíblia Jó faz essa afirmação: Jó 3:25 Porque aquilo que temia me sobreveio; e o que receava me aconteceu.
Quando se conhece uma nova pessoa, e se esta prestes a deixar o receio e os traumas e o medo de lado, mesmo depois de termos passado pela terrível experiência de ter sido traído, é normal ainda assim que se fique com o pé atrás. Logo vem a cabeça daquele que já foi traído, enganado:_ E agora? Será que devo confiar mais uma vez?
Você tem esse medo? Isso passa por sua cabeça? Como posso lidar com essa situação? Como abandonar essa desconfiança e voltar a ser feliz em um relacionamento?
É possível que mesmo pessoas que nunca passaram por esse tipo de situação também vivam amedrontadas por essa duvida. Existem pessoas inseguras porque presenciaram de perto a traição de um amigo ou de alguém muito próximo. Elas partilharam a dor de alguém e se sentem inseguras em seu relacionamento pelo simples fato de achar que podem passar pelo mesmo infortúnio. Pessoas assim acabam colocando uma pressão muito grande sobre o companheiro, e, as crises de ciúme exageradas geram brigas e constantes desentendimentos entre o casal.
Quantas mulheres sonham com certa freqüência que seu marido a está traindo, acordam furiosas e desconfiadas de que aquele sonho possa até mesmo ser um presságio de algo que está para acontecer.  Parece engraçado, mas realmente não temos noção de como isso ocorre com freqüência em alguns relacionamentos.
É importante saber que aquilo não é real, que foi só um sonho, não deixe que isso se transforme em uma crise desnecessária em sua relação. Respire fundo e volte a dormir.
Não é fácil dar conselhos para quem viveu esse tipo de problema. Porem, não existe muitas variantes para lidar com a traição. Na verdade, só existem duas coisas que você pode fazer em um caso assim. Primeiro: Você pode escolher o caminho “mais fácil”, por fim ao relacionamento. Acabar com tudo! Segundo: Você pode perdoar e nunca mais falar sobre o ocorrido. A segunda opção é mais difícil, pois se você escolher perdoar você precisará ser capaz de virar essa página, e tentar salvar seu relacionamento de algum jeito. Com terapia, com a ajuda de alguém capacitado para orientá-los. Mas alguma coisa com certeza precisará ser feita a respeito. Afinal uma traição é uma quebra de aliança e não algo que se deva esquecer pura e simplesmente.
Continuar no relacionamento sem que de fato haja perdão e cura é algo que você não deveria considerar. E ficar remoendo o que aconteceu vai lhe transformar em uma pessoa amarga e infeliz.

Seja qual for a sua decisão, esteja certa (o) de que Deus não aprova a traição, mas que também ele é um Deus de perdão e amor e que pode lhe ajudar no processo de cura que vocês certamente terão de passar.

Que Deus te abençoe rica e abundantemente.

Pr Anselmo Melo


Author Image

Anselmo Melo
Anselmo Melo, Carioca, casado e pai de três filhos (herança do Senhor). Pastor Evangélico e empresário. Moro atualmente no Estado de São Paulo onde pastoreio a Igreja de Nova Vida em Limeira. Sou fundador e presidente da Associação Projeto Resgate Vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante,
Você pode elogiar ou criticar, observe apenas:

1-Não publicamos criticas de ANÔNIMOS e nem comentários que não estejam relacionados com o assunto.

2-Baixarias e palavrões também não.

3-Nem todas as publicações são de minha autoria e o fato de estarem aqui não implica necessariamente em que eu concorde com todo o teor do post.

4- Quer ser respeitado? Mostre respeito!

Autor


Anselmo Melo, Carioca, casado e pai de três filhos (herança do Senhor). Pastor Evangélico e empresário. Presidente do COPEL, Conselho de Pastores Evangélicos de Limeira. Moro atualmente no Estado de São Paulo onde pastoreio a Igreja de Nova Vida em Limeira. Fundador e Presidente da Associação Projeto Resgate Vida.
Saiba mais →

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *