07/03/2017

Filme de ex ativista gay que se tornou pastor causa polêmica

O elenco é composto por vários atores famosos, mas o filme “Sou Michael”, enfrentou dificuldade de distribuição nos Estados Unidos. O filme que está pronto há 2 anos, somente chegou nos cinemas em fevereiro deste ano.
Um das razões pelos problemas que o filme enfrentou é o tema tratado. O filme conta a história real de um ativista homossexual Michael Glatze (James Franco) que tem um giro de 360 graus na vida. Um verdadeira transformação.
Depois de começar a assistir cultos emuma igreja cristã, Michael termina o relacionamento com seu companheiro Bennett (Zachary Quinto) e começa a namorar uma mulher (Emma Roberts). Durante isso, ele clama para ser curado por Deus, para sua vida ser mudada, e assim, ele experimenta essa transformação. Se dedicou a estudar a bíblia e anos mais trade, tornou-se pastor. O filme descreve o caminho espiritual de Glatze durante sua busca por Deus. Glatze é um jornalista e fundador da revista Gay Jovem América, e ganhou muitos prêmios com este trabalho. No entanto, ele disse que não estava satisfeito. “Comecei a notar algumas coisas que nunca imaginei, como o fato de que eu estava ‘guiando’ um movimento de pecado e perversão. Estava claro pra mim que a homossexualidade nos impede de encontrar nossa verdadeira personalidade. Quando estamos cegos, não podemos ver a verdade”, escreveu Glatze. Como esperado, a produção foi massacrada pela crítica, que o acusaram de “querer aparecer” e “homofóbico”. Hoje, Pastor Glatze cuida de uma pequena igreja na zona rural de Wyoming. Michael Glatze, sua família e esposa no dia de seu casamento. A partir do momento que ele renunciou seu trabalho na revista Jovem Gay Latina, começou a ser perseguido por seus ex companheiros ativistas da LGBT, mas ele persistiu. Há alguns anos ele publicou: “Estou convencido que Deus me colocou aqui por uma razão. Inclusive nos dias mais escuros que vivi nas festas noturnas, usando drogas e todo tipo de coisas, me perguntei; ‘por que estou aqui? O que estou fazendo?’”. Em 2007, quando Glatze assumiu sua nova vida publicamente, disse que “deixar de ser manipulado pela mentalidade homossexual era a coisa mais libertadora, linda e surpreendente que já vivi na minha vida”. Michael Glatze recebeu críticas e foi perseguido pela comunicada homossexual em diversas ocasiões publicava respostas defendendo-se, mas agora tem deixado o silencio falar. “Estou aqui para viver uma vida honrando a Deus. Como cristão eu seria um mentiroso se não digo as pessoas que é Deus quem tranforma vidas”. Assista o trailer: 
 Com informações BTN
Fonte:Consciência Cristã News

Author Image

Anselmo Melo
Anselmo Melo, Carioca, casado e pai de três filhos (herança do Senhor). Pastor Evangélico e empresário. Moro atualmente no Estado de São Paulo onde pastoreio a Igreja de Nova Vida em Limeira. Sou fundador e presidente da Associação Projeto Resgate Vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante,
Você pode elogiar ou criticar, observe apenas:

1-Não publicamos criticas de ANÔNIMOS e nem comentários que não estejam relacionados com o assunto.

2-Baixarias e palavrões também não.

3-Nem todas as publicações são de minha autoria e o fato de estarem aqui não implica necessariamente em que eu concorde com todo o teor do post.

4- Quer ser respeitado? Mostre respeito!

Autor


Anselmo Melo, Carioca, casado e pai de três filhos (herança do Senhor). Pastor Evangélico e empresário. Presidente do COPEL, Conselho de Pastores Evangélicos de Limeira. Moro atualmente no Estado de São Paulo onde pastoreio a Igreja de Nova Vida em Limeira. Fundador e Presidente da Associação Projeto Resgate Vida.
Saiba mais →

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *