Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

“Onde passa um boi, passa a boiada” ou um pouco de fermento estraga toda a massa?

Quem nunca ouviu esse sábio adágio popular? Acredito que a maioria das pessoas. O que ele significa exatamente? Provavelmente descobriremos uma dúzia de respostas, todas com boa dose de verdade e repletas de significados.
                  A expressão, relacionada a um individuo em particular, poder-se-ia afirmar que esse alguém tem caráter duvidoso ou é negligente.
Quero atribuir uma interpretação particularmente usando a palavra: “CONCESSÃO”!
        Acho interessante a confusão que alguns cristãos fazem quando afirmam que determinados adágios populares são uma passagem da Bíblia sagrada. Também, pudera, alguns são realmente semelhantes ou tem até o mesmo significado ou interpretação. 

 “Onde passa um boi, passa a boiada” é basicamente o que a Bíblia em alguns textos afirma de outra maneira, vejamos: 
"E Jesus disse-lhes: Adverti, e acautelai-vos do fermento dos fariseus e saduceus. Mateus 16:6" (citaremos outros a diante).

 
A palavra “fermento” aparece treze vezes no Novo Testamento como substantivo (#2219, Strong’s) e quatro vezes como verbo (#2220, Strong’s). Outras nove vezes as palavras “pães ázimos”, ou seja, pão não fermentado (#106, Strong’s) estão usadas no Novo Testamento.
Poderíamos dizer que o fermento é o engano, ele naturalmente tem essa característica.
I Co. 5.6-8 - Gl. 5.7-9 - Mt 16.5-12 Esses textos também falam do fermento em contextos diferentes.
É notório que diversas heresias e falsas práticas tem invadido a Igreja, essa é uma década singular, quando analisamos a quantidade de aberrações que tem assolado nossas congregações. A pergunta é, como ou quando isso aconteceu?
O que escrevo agora não é um tratado que pretenda esgotar o tema, mas um chamado a reflexão tendo como norte a palavrinha apresentada no inicio do texto: “CONCESSÃO”!
Assim como um pequeno leme pode mudar de direção uma grande embarcação uma pequena distorção, uma pequena concessão, um pouco de fermento, pode estragar toda a massa!
O apostolo Paulo escrevendo aos Gálatas fez essa afirmação: “Tudo estava caminhando perfeitamente, porque vocês permitiram que alguém os persuadisse a seguir outro caminho”? Uma “CONCESSÃO” pode estragar tudo! Gálatas 3
Muitas vezes já fui chamado de “cri cri”, de chato, inflexível, e outros adjetivos nada amigáveis. Normalmente quando o que está em discussão é a exegese da palavra de Deus. As pessoas tendem a gostar daqueles que estão dispostos a fazer CONCESSÕES, principalmente quando essas lhe favorecem ou corroboram com a interpretação equivocada que querem dar ao texto específico. Popularmente chamamos tal prática de "forçar a interpretação do texto, ir além ou à quem do que o texto realmente diz. Muitos procedem dessa maneira por pura ignorância, mas, não se engane, em grande número algumas dessas confusões são propositais, são feitas com a clara intenção de criar confusão ou uma doutrina que favoreça as práticas de determinado grupo.
E, assim, com uma CONCESSÃO ali e aqui, afinal,“um pouquinho de fermento, não pode fazer tanto mal”, e assim, contribuem para que a Igreja torne-se algo como um “monstro”, deformada, manietada para com sua real missão, e que nada lembra a Igreja neotestamentaria.
Pr. Anselmo Melo                                                                                   
                                                                                                                         



                                                                                                          



                                                                                                                              

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante,
Você pode elogiar ou criticar, observe apenas:
1-Não publicamos criticas de anônimos nem comentários que não estejam relacionados com o assunto.
2-Baixarias e palavrões também não.
3-Nem todas as publicações são de minha autoria e o fato de estarem aqui não implica necessariamente em que eu concorde com todo o teor do post.

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲