Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

10 razões porque homens e mulheres jamais deveriam buscar um amante

10 motivos para maridos e esposas avaliarem em si mesmos e salvar um casamento do inferno da traição.

  • No artigo Porque os cônjuges traem, apresentamos as estatísticas de homens e mulheres que cedo ou tarde trairão seus cônjuges. Embora o número de traições esteja quase empatado entre homens e mulheres, as razões variam.
    Veja abaixo 10 motivos do porque homens e mulheres NÃO deveriam trair.
  • 1. Respeito

    Infidelidade não acontece por falta de amor, mas por falta de respeito. Quando você trai, não está desrespeitando somente o outro, mas você mesmo. Seus princípios, seus convênios, sua honra.
  • 2. Comprometimento

    Quando um casal se une para formar uma família, seja lá qual forma for, se planejado ou acidente, não importa. Todos devem ser responsáveis pelas consequências de suas escolhas. A partir do momento que você começa uma família, principalmente se tiver filhos, precisa fazer sua parte, dar o exemplo, seja de pai, mãe, marido ou esposa. Manter o foco no que precisa fazer ao invés de colocar tudo a perder é sua responsabilidade.
  • 3. Fazer o certo

    Não importa que a lei não condena o adultério. As pessoas deveriam estar mais preocupadas com o que Deus pensa, não os outros. Se uma pessoa se casa, assume com a outra a promessa de estarem juntos na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, para esta vida ou para sempre. Honrar sua palavra e saber controlar seus atos e pensamentos é essencial.
  • 4. Autocontrole

    Homens e mulheres não precisam agir como animais obedecendo aos seus instintos. Somos filhos de Deus e herdamos Dele a força de podermos agir com domínio sobre todas as coisas, desejos e atitudes impensadas.
  • 5. “Trair e coçar é só começar”

    Todo mundo trai, sejam alguns amigos, familiares, em novelas, filmes etc. Você precisa trair para se sentir como parte de um grupo ou aceito pela maioria? Não. Seja diferente. Tenha sua própria perspectiva da vida, não seja Maria – ou João – vai com as outras.
  • 6. Covardia

    Trair o cônjuge quando a oportunidade aparece, quando há um problema entre o casal, quando está magoado ou bravo por algo que o outro fez, quando não há carinho ou os problemas financeiros estão sufocando a relação é o escape mais fácil. Resolver os problemas, trabalhar duro para fortalecer a relação leva mais tempo, mas traz melhores resultados. Na verdade, os que acham que arranjar outra pessoa resolve os problemas, não resolve, apenas cria outros, para todos os envolvidos. Investir no casamento traz mais felicidade.
  • 7. Honestidade e Integridade

    Trair é como roubar, mentir, explorar, abusar, machucar, violentar. Uma pessoa honesta não trairá a confiança de ninguém, muito menos do cônjuge, da mãe ou pai de seus filhos. Trair é característica de pessoas desonestas e mentirosas.
  • 8. Baixa autoestima

    Se a outra pessoa lhe destrata, o problema é mais dela do que seu. Se você acha que traindo com alguém que lhe trata melhor resolverá seu problema de autoestima, está enganado. Se temos baixa autoestima precisamos buscar aumentá-la e viver em paz consigo mesmo. A maioria das pessoas leva consigo seus problemas pessoais como uma sombra que as segue, e trair só mostra o caráter que possui. E isso vale para o traidor, para o traído e para o amante.
  • 9. Comunicação

    A grande maioria dos problemas que permeiam uma relação amorosa começam, continuam e escalam devido à comunicação falha. Entender o que o outro sente e o que ele precisa é trabalho tanto para maridos quanto para esposas. Deixar o drama de lado e assumir as próprias falhas, perdoar-se e ao outro, e tentar compreender de onde ele vem e porque pensa da forma que pensa e age é algo que deveria estar implícito no momento que se decide ficar junto. Leia o artigo 6 soluções definitivas para melhorar a comunicação no casamento.
  • 10. Conexão emocional

    O sexo não é tudo nem o real motivo da maioria das traições. Derivada da comunicação falha, a falta de conexão emocional é o que leva maridos e esposas a buscarem “amizades” fora dos laços do matrimônio. Seja real, virtual, como for, abrir a porta para alguém mais sobre sua vida amorosa não resolverá seu problema com o cônjuge como também não facilitará que vocês tentem resolver a situação, afinal, a outra pessoa está sempre lá para lhe ouvir quando você precisa. A questão não é assumir a solidão já que o outro não está interessado em melhorar, mas ser sincero e pedir sinceridade ao outro, ou uma decisão definitiva.
    Há mais um fator importantíssimo do porque homens e mulheres deveriam ser honestos e não trair seus pares: entender a sacralidade do casamento. Mesmo para aqueles casais que não possuem religião definida, viver em paz com os conselhos e mandamentos de Deus traz felicidade no casamento. O Senhor criou homem e mulher e colocou entre eles a atração para constituição da família. A família é sagrada para o Senhor. Os filhos são a herança do Senhor. Casais que sabem colocar o Senhor como parte da relação e são humildes o suficiente para ouvir Seus conselhos conseguem maior entendimento do outro, da importância do perdão e da valorização do amor.
    Destruir uma família, seja como agente ou reagente, não traz felicidade nem bons resultados para nenhum dos envolvidos, muito menos para os filhos e para as gerações futuras.
  • Por C. A. Ayres

0 comentários:

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲