Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Familiares, amigos e fãs se despedem do DJ Marcelo D12, em Manaus

D12 fazia parte do Ministério Internacional da Restauração (MIR), em
que era discípulo do pastor René Terra Nova.
                                              Foto: Reprodução
Corpo foi velado, na manhã desta segunda (22), na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, zona centro-oeste da capital.
Manaus - Familiares, amigos e fãs se despediram, na manhã desta segunda-feira (22), de Marcelo Cavalcante Casonato, o DJ Marcelo D12, conhecido no cenário da música gospel manauara, que morreu ontem (21), após um acidente de moto na Avenida Efigênio Salles, localizada no bairro Aleixo, zona centro-sul da capital. O corpo foi velado na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, zona centro-oeste.
De acordo com a cunhada de D12, Tatiane Marques, o DJ se dirigia para um encontro com os integrantes do grupo de evangelização Harley Davidson Motorcycles. "Todos os integrantes iam se encontrar em Iranduba. Infelizmente, aconteceu a fatalidade. Suspeitamos que algum veículo tenha batido na traseira dele, porque, no local do acidente, não havia nada que comprovasse que ele freiou de forma brusca. Ele apenas foi jogado em uma 'mureta' da avenida. É uma fatalidade irreparável", relatou.
Ainda segundo ela, o DJ deixa um legado para os jovens que sempre acompanharam seu trabalho. "Ele estava todo feliz pela moto nova. Tinha cuidado, porque a utilizava mais para passeio. Ele estava aguardando o primeiro filho. Mas agora fica o legado dele, porque o Marcelo sempre falava da importância de estar com Deus e ter a certeza da salvação", explicou.
D12 fazia parte do Ministério Internacional da Restauração (MIR), em que era discípulo do pastor René Terra Nova. O corpo dele será velado até às 14h de hoje, na Arena Amadeu Teixeira. Depois, será realizado o culto fúnebre, e, por volta das 15h30, iniciará a saída para o sepultamento, no Cemitério São João Batista.
Ezequiel da Silva, 29, que também fazia parte do MIR, falou sobre a morte do amigo. "Ele foi um cara que me influenciou. Nunca tive a profissão dele, porque não tinha os equipamentos. Ele tinha o estilo dele que chamava a atenção. Eu estava quase para sair da igreja e a gente se conheceu. Ele sempre apoiava os jovens a não deixar de lado seus talentos. Jamais vou esquecê-lo", disse.
O fã do DJ, Francisco Chagas, 35, integrante da Igreja Batista Nacional Basã, que esteve presente nesta manhã no velório, também lamentou a morte. "Eu acompanhei o trabalho dele, na Marcha para Jesus e nos eventos dos jovens. Estou triste por um lado, mas feliz, porque um dia vamos nos encontrar na glória. Ele era um grande homem de Deus. Conquistou muitos jovens para o reino dos céus", afirmou.
Repercussão nas redes sociais
O acidente que provocou a morte de D12 também repercutiu nas redes sociais. O pastor René Terra Nova, líder do MIR, se pronunciou sobre a fatalidade em sua página no Instagram.   
De acordo com ele, o DJ era embaixador da música, colocando crianças, adolescentes, jovens, homens, mulheres, casais, discípulos, líderes, pastores, bispos e apóstolos para dançar. "Com um grande susto e tristeza, recebi a notícia de que Marcelo D12 foi recolhido para Deus. Domingo passado, no culto, ele foi à frente, me entregou uma primícia, olhou para mim, nos meus olhos, e deu um sorriso. Meu filho está na eternidade", lamentou.
Ainda conforme a nota do líder, Marcelo quebrou muitos paradigmas. "Na condição de embaixador, foi convocado pelo Pai para o retorno ao Reino, onde, um dia, todos iremos apresentar nossos frutos. Agora, Marcelo está no céu", destacou, pedindo oração e força para os familiares do DJ.
"Vamos orar ao Pai por consolo e força aos familiares, em especial à esposa Tamara, que está grávida, aos discípulos, e aos muitos amigos que ele fez por onde passou, distribuindo alegria", finalizou René.

0 comentários:

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲