Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ELE SÓ QUER SEXO, ELA SÓ QUER FLORES!

Neste último sábado, meu marido passou quase 2 horas configurando e melhorando o visual dos meus blogs. Ficaram lindos, obrigada amor!  Por ser um dia de folga, ele poderia muito bem ter resolvido fazer o que gosta: ler ou ver um filme. Ainda mais depois de termos passado a manhã na feira e no shopping fazendo compras, ou seja, uma sessão de tortura para qualquer homem (se bem que ele curte fazer programas em família, inclusive esses). A tarde, uma amiguinha da Raquel esteve em casa, o que serviu para entreter as crianças por um bom tempo, assim, tivemos um tempinho só para nós (com muitas interrupções é claro…rs). Mas foi suficiente para colocarmos em prática tudo aquilo que temos aprendido através dos livros, experiências e principalmente com Deus.
Bom, mas o que estou querendo dizer com tudo isso? O Felipe decidiu por me amar naquela tarde. Ele sabia que uma das minhas principais linguagens do amor é Qualidade de Tempo, por isso, passou um tempo junto comigo fazendo coisas de meu interesse. Nesse tempo, conversamos, rimos, dividimos experiências… Foi mais do que especial! Meu tanque emocional ficou transbordando. E por estar tão satisfeita, foi muito fácil e prazeroso poder retribuir todo este amor, falando as principais linguagens do amor dele: Toque e Palavras e Afirmação.
Falei na última postagem que todo ser humano possui uma linguagem do amor, que é sua forma de entender e receber amor. Existem 5 tipos de linguagem: Qualidade de Tempo, Palavras de Afirmação, Atos de Serviço, Presentes e Toque. A maioria das pessoas possui uma linguagem primária e outra secundária, e algumas possuem duas primárias, assim como eu. As minhas duas principais linguagens são: Qualidade de Tempo e Atos de Serviço. Vou falar nas próximas postagens sobre cada uma dessas linguagens. Já dei uma pincelada na “Qualidade de Tempo”, mas quero falar mais detalhadamente outro dia.
Meu foco hoje é fazer com que você descubra qual a principal “Linguagem do Amor” de seu cônjuge, para que muito em breve possa começar a expressá-la. Imagine que você se apaixone por um homem que só fale inglês. Um dos dois terá que se esforçar para aprender o idioma do outro, para que haja uma boa comunicação entre vocês, e é exatamente disto que estou falando. A primeira coisa a ser feita é descobrir qual a linguagem do seu esposo(a) para que possa demonstrar todo o seu amor de uma forma que ele entenda.
Mas como o tipo de “Linguagem do Amor” é definido em cada pessoa? Isso acontece logo na primeira infância, com base em sua formação psicológica e de acordo com a forma com que os pais e pessoas próximas lhe deram carinho. Assim como qualquer idioma, essa se tornará sua “língua materna”. No decorrer da vida poderá aprender outras línguas, mas nenhuma será tão bem entendida e pronunciada como aquela que aprendeu nos primeiros anos de vida.
Você já conheceu alguma esposa que cozinha, lava, passa, cuida das crianças e não consegue que seu marido reconheça todo esse esforço como demonstração de amor? Isso acontece com muita frequência. Se a linguagem dele não for Atos de Serviço, você nunca vai fazer com que ele entenda e receba seu amor. Outra coisa que acontece com frequência, são maridos que necessitam de sexo diariamente, ou no mínimo dia sim, dia não. Se a linguagem dele for Toque, o sexo será uma grande demonstração de amor de sua parte. Mas se o da esposa não for, isso será uma grande encheção de saco! Ela não odeia sexo, mas precisa desesperadamente que ele expresse a sua linguagem do amor, aí então, o desejo pelo ato sexual se tornará natural e prazeroso.
A necessidade de alguém se sentir amado emocionalmente não é uma característica infantil e egoísta, faz parte da natureza humana. Quando nos apaixonamos essa necessidade é temporariamente suprida, um quebra-galho, com duração limitada. Quando a paixão termina, essa necessidade ressurge. Precisamos do amor antes de nos apaixonarmos e necessitaremos dele enquanto vivermos! E o casamento foi idealizado para suprir essa necessidade do ser humano de intimidade e amor.
Mas vamos a realidade, vou citar algumas frases: “Minha dor interna tornou-se praticamente insuportável!”, “O comportamento que temos perante as falhas um do outro levarão nosso casamento a destruição!”, “Não quero mais continuar casado, cansei!”, “Nosso amor terminou…”, “O nosso sonho de vivermos felizes para sempre se espatifou contra o muro da realidade.”, “Não gostamos mais de ficar juntos, não completamos mais um ao outro.”, “Sinto como se não o conhecesse mais…”, “Ele só faz o que quer, nunca se preocupa com meus sentimentos…”.
Eu poderia continuar escrevendo frases desse tipo durante uns 5 ou 6 dias. Você já ouviu ou disse alguma delas? Todas retratam pessoas com “tanques emocionais” completamente vazios. Parece bobo, mas a solução pra isso é muito simples, trabalhosa, mas simples: Encher o tanque emocional do seu cônjuge! Peço que não pense mais em você neste momento. O seu foco a partir de agora será o seu esposo(a). Por que? Falar a primeira linguagem do amor de seu cônjuge poderá alterar completamente o comportamento dele! Você ficará surpreso! Se no decorrer do tempo ele perguntar o que está acontecendo com você, só aí então explique sobre as 5 Linguagens do Amor e pergunte se ele estaria disposto a descobrir qual é a sua. Se ele mostrar interesse, peça que leia esses textos, mas  caso contrário, não toque no assunto. Simplesmente fale a linguagem do amor dele, só isso.
E como descobrir a sua linguagem do amor e de seu cônjuge? Pegue papel e caneta. É sério, pegue lá e depois volte a ler. Coloque a cabeça pra funcionar e anote tudo o que vou perguntar:
1. O que se cônjuge (ou você) faz ou deixa de fazer que mais o magoa? O oposto disso será um bom indicativo para descobrir qual a sua linguagem do amor e de seu esposo(a).
2. O que você mais solicita do cônjuge? Aquilo que você ou ele mais requisita é o que provavelmente faz com que se sintam amados.
3. O que você (ou ele) faz e diz com frequência para expressar amor? Pode ser uma boa indicação de que por esta mesma linguagem também se sintam amados.
Depois disso, provavelmente acenderá uma lâmpada em sua mente, tipo daquelas de desenho animado! Mas ainda há muito o que falar sobre este assunto. Vou deixar para o próximo texto, meus pequenos já estão acordando…rs. Até lá!
Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor. O maior deles, porém, é o amor.
1 Coríntios 13:13
Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor. O maior deles, porém, é o amor.
1 Coríntios 13:13
“Assim permanecem agora esses três: a fé, esperança e o amor. O maior deles porém é o amor.” 1Cor 13:13
*Alguns trechos foram retirados do livro: As 5 Linguagens do Amor – Gary Chapman – adaptados por Daniela Marques

0 comentários:

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲