Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

MULHER PELUDA!

Como conheço a hipocrisia reinante entre evangélicos, resolvi alterar o título original da postagem. 


Antes de fazer alguma crítica, leia o texto até o fim! Alguns dos meus títulos costumam escandalizar, mas é por causa deles que muitos viciados em pornografia e pessoas com problemas no casamento se achegam ao blog. Xoxota peluda não é palavrão, apenas uma constatação. Por isso, calma, sem preconceitos!
Fico realmente intrigada com as esposas que não cuidam bem do “jardim do seu marido”. Às vezes a mata está tão densa, que fica difícil penetrá-la! Brincadeiras à parte, parece que não, mas este assunto é coisa séria. Quero falar um pouco a respeito de higiene íntima e depilação. “Mas Dani, será que isso tem mesmo tanta importância?” Acredite em mim, sim! 

Não entendo a cabeça de algumas mulheres, em especial as evangélicas. Elas se casam, assumem o compromisso de oferecer seu corpo a seu esposo para satisfazê-lo sexualmente (1 Cor 7:3 à 5) e deixam o “playground” jogado às traças… Meses e meses sem olhar para uma lâmina. Algumas pernas e sovacos chegam a se assemelhar a dos homens!
Ok, se o marido é chegado numa mulher peluda, sem problemas, mas confesso à vocês que não conheço nenhum. A grande maioria dos homens prefere pernas e sovacos lisinhos e uma vagina bem depilada. Maridos, estou mentindo? Não existe nada de pecado nisso minha gente! E não me venha com a velha ladainha da vaidade… Quem vai sair por aí exibindo sovacos, pernas e xoxotas depiladas? É um bem que está fazendo ao seu marido e não ao mundo.
O casal precisa ser muito aberto pra isso. A intimidade sexual (inclusive na conversa) deve rolar solta. Esposa, já perguntou ao seu marido que tipo de depilação lhe agrada mais? É lógico que não dá para ficar sempre lisinha. Para as que se depilam com cera, é necessário esperar alguns dias para os pelos crescerem. Já as que utilizam lâmina, podem passar alguns dias sem usá-la para dar um descanso à pele. E ninguém vai morrer por causa disso. O que não pode, é achar que depois do casamento não precisa mais cuidar do corpo. O nome disso é insensatez!
Não vejo sentido algum em ver esposas que largam seu corpo “às traças”. É como se estivessem destruindo o casamento com as próprias mãos. Também não entendo as mulheres que optam por agradar a religião e desagradar seus maridos. Por que se casaram então? Se essa é uma decisão do casal, eu respeito, mas não me venham com hipocrisia! Quantos crentões (inclusive presbíteros, pastores e líderes de louvor) se realizam com a pornografia porque não sentem prazer nenhum em olhar a “aranha caranguejeira” da esposa? Conheci o caso de uma esposa que só se depilava para ir ao ginecologista. O marido dizia indignado (e com razão!): “Você se depila para ir ao médico e não se depila pra mim?” A ficha dela demorou anos para cair, mas graças a Deus caiu. Hoje ela deixa o “playground” do jeito que o marido gosta e ele está feliz da vida!
Higiene é outra questão importante. Ninguém merece uma esposa cheirando a bacalhau, “cc” e com mau hálito. É um espanto! A higiene íntima e bucal tem tanta importância no casamento como o diálogo e relacionamento sexual. Se você toma todos os cuidados, mas o cheiro ruim não desgruda de você, procure um especialista. Doenças venéreas causam mau cheiro, doenças no estômago causam mau-hálito e cheiros ruins persistentes destroem casamentos!
Cuide-se para seu esposo. Faça como na época do namoro, conquiste-o todos os dias. Assim, ele não terá motivos para desejar outras mulheres. E mais do que isso, contará os minutos para chegar em casa e encontrar a mulher da sua vida! Isso se chama sabedoria!
Peso, cabelos, pelos, higiene, roupas… Tudo isso tem muita importância. Não estou dizendo que você precisa estar sempre impecável, não! Nenhuma mulher consegue isso, ainda mais quando chegam os filhos. Mas não é tão difícil manter um corte de cabelo que agrade seu esposo, se vestir bem quando forem sair e manter a depilação e higiene íntima em dia. Isso faz parte do “regar a plantinha do casamento”.
Se você está acima do peso, converse com seu marido sobre o assunto. Não tenha vergonha! Pergunte a ele se isso o incomoda, e se ele disser algo do tipo: “Sim, mas só um pouquinho!”, mostre-se aberta a tentar eliminar uns quilinhos e diga que conta com o apoio dele. Se não tiverem dinheiro para academia, façam caminhadas diárias. Procurem uma nutricionista e peçam um plano de reeducação alimentar. Parece que não, mas muitos maridos se incomodam com o sobrepeso da esposa e não tem coragem de falar. Se você é um deles, não tenha medo. Fale com amor e lutem juntos, em prol do casamento.
E pra finalizar, esposas, sejam sábias e não egoístas. Casamento feliz é aquele que existe amor nas pequenas ações do dia-a-dia. Se vai deixar seu marido feliz, então não pense duas vezes!
“A mulher sábia edifica a sua casa, mas com as próprias mãos a insensata derruba a sua”. Pv 14.1
Por Daniela Marques Fonte:Salve meu casamento

 

1 comentários:

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

Olha, pastor. Eu não tenho nada contra uma mulher peluda. Até acho que essa mania exagerada de depilar TUDO não passa de uma forma latente de pedofilia disfarçada. Mulheres adultas TÊM pêlos pubianos. Simples assim. Tá bom, sovaco peludo ninguém merece. Perna cabeluda também é sacanagem. Mas o pêlo no lugar certo até pode ser considerado excitante, nada que um bom banho não resolva. Uns quilinhos a mais, também não tem nada demais. Mas só uns quilinhos, não VÁRIAS TONELADAS. Obesidade mórbida também é esculacho. Mas uma gordurinha aqui, outra ali, deixa a coisa até mais divertida. Mesmo porque quem gosta de osso é cachorro.

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲