27/04/2015

BAFO, SOVACO FEDIDO E CUECA SUJA

Há um tempo atrás escrevi um texto sobre higiene feminina com o título “Xoxota Peluda”. Atualmente é um dos textos mais lidos do site. A galera pira! Prometi que em breve escreveria um artigo sobre a higiene masculina, e aqui está, para a alegria das esposas! Resolvi continuar na onda de títulos que escandalizam, rs.
Incrível como durante o namoro as pessoas são mais cheirosas e bem arrumadas. Cabelos lambuzados com gel, roupas limpinhas e bem passadas (graças à mamãe!), desodorante AXE (porque elas adoram) e o perfume favorito da pretendente. Huuumm, que delícia ficar ao lado de uma pessoa cheirosa não é mesmo? Mas o que será que acontece depois do casamento? O conto de fadas acaba como num passe de mágica: bafo matinal, remela nos olhos, rodela de suor na camisa, borrão de cocô na cueca, chulé, gases fétidos e arrotos sem fim… Meu Deus, o príncipe encantado virou um Shrek!

Parece brincadeira, mas o papo é sério. Maus odores persistentes podem destruir um relacionamento. Se você é homem e tem escutado sua parceira reclamar com frequência do seu “modo porco” de ser, fique atento! Seja sábio e entenda esta reclamação como sinal de alerta vermelho. Se continuar agindo desta forma, perderá sua companheira!
Reflita comigo:
Ao final de um ato sexual intenso e repleto de amor, o casal se abraça e a esposa aconchega a cabeça no peito do seu amado. Um suspiro de satisfação! E para brindar este belo momento, o esposo solta um fétido e estrondoso gás que chega a vibrar as cobertas. Meu Deus, que nojo! Outro exemplo: Ela chega em casa cansada do serviço e a primeira coisa que encontra é um sapato recheado com chulé e meias sujas jogados no meio na sala… A vontade é de fechar a porta e voltar para o serviço. Ou então, estão almoçando e conversando sobre algo sério e o “marido sem noção” solta um arroto que chega a balançar os brincos da esposa! A vontade de continuar a conversa some quase que instantaneamente… E acho que podemos concordar que um homem fedendo a “cc” e com mau hálito persistente é capaz de espantar a mais amorosa das esposas!
Meu amigo, sua companheira é, e sempre será a única pessoa capaz de lhe dizer a verdade, e isso não é ruim! Poucos amigos e familiares possuem intimidade e coragem suficiente para isso. Se ela está reclamado do seu cheiro, te chamando de porco anti-romântico, não fique bravo, mas preocupado. Leve o alerta a sério, pergunte o que mais a tem incomodado e se esforce para melhorar no que for possível.
O excesso de romantismo acaba em qualquer relacionamento, eu sei. Não dá para continuar cheiroso e arrumadinho em 100% do tempo depois que casamos, mas a total falta de cuidado com a higiene e aparência chega a ser insensatez! Preste atenção aos sinais emitidos por sua esposa. Invista num novo desodorante, procure um dentista ou um gastro para verificar seu mau hálito persistente, lave suas cuecas no chuveiro, coloque suas meias no cesto, limpe o xixi que vazou da privada e controle seus gases fétidos e altamente sonoros.
O grande pensador Shrek foi muito sábio ao dizer: “Melhor pra fora do que pra dentro!” (os profissionais da saúde que o digam!), mas é possível controlar o “para fora” observando o momento e local em que se encontram. É um bem que está fazendo à sua esposa e seu relacionamento, e o sacrifício deixa de ser tão pesado quando é movido pelo amor.
Agora, se sua esposa é uma Fiona e curte ter um Shrek em casa, então juntem seus gases, e sejam felizes para sempre! :)
Por Daniela Marques Fonte: Salve meu casamento
Author Image

Anselmo Melo
Anselmo Melo, Carioca, casado e pai de três filhos (herança do Senhor). Pastor Evangélico e empresário. Moro atualmente no Estado de São Paulo onde pastoreio a Igreja de Nova Vida em Limeira. Sou fundador e presidente da Associação Projeto Resgate Vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante,
Você pode elogiar ou criticar, observe apenas:

1-Não publicamos criticas de ANÔNIMOS e nem comentários que não estejam relacionados com o assunto.

2-Baixarias e palavrões também não.

3-Nem todas as publicações são de minha autoria e o fato de estarem aqui não implica necessariamente em que eu concorde com todo o teor do post.

4- Quer ser respeitado? Mostre respeito!

Autor


Anselmo Melo, Carioca, casado e pai de três filhos (herança do Senhor). Pastor Evangélico e empresário. Presidente do COPEL, Conselho de Pastores Evangélicos de Limeira. Moro atualmente no Estado de São Paulo onde pastoreio a Igreja de Nova Vida em Limeira. Fundador e Presidente da Associação Projeto Resgate Vida.
Saiba mais →

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *