Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Destrua uma igreja em 4 passos

Pouco tempo atrás, soube de um prédio de uma igreja em nossa vizinhança que estava à venda. Por anos a Grace Fellowship Church esteve procurando um prédio para ser nosso, então pensamos em dar uma olhada. Aquela havia sido uma congregação próspera. Cristãos fiéis contribuíram sacrificialmente para construir aquele prédio. Eles o consagraram ao Senhor e adoraram ali por muitos anos. Ainda assim, agora aquela construção estava abandonada, decadente e à venda.
O que aconteceu? Como aquela igreja passou de próspera para enferma? Como passou de saudável para doente até a morte? Acho que sei como. Creio que Paulo nos conta em sua segunda carta à Timóteo, a carta que ele escreveu apenas dias ou semanas antes de sua morte. Nela, no capítulo 4, ele olha para o futuro, vê uma igreja sendo destruída e nos avisa como aquilo aconteceu. É tão direto quanto 4 simples passos.


Antes de partirmos para os quatro passos, precisamos nos atentar para um detalhe crítico: essa igreja destrói a si mesma. A igreja não é fechada por causa da perseguição do governo; não é afligida pela pressão cultural e não sucumbe aos ataques de outra religião. Essa igreja é erodida por dentro, do meio da congregação. Essa igreja é destruída por pessoas que dizem agir no nome de Jesus.
Aqui estão os quatro passos simples que levam à auto-destruição de uma igreja.

PASSO 1: REJEITE A VERDADE

Paulo avisa Timóteo que eles “se recusarão a dar ouvidos à verdade”. O primeiro passo para se destruir uma igreja é distanciar-se do que é verdade, perdendo o interesse na verdade como Deus a revela, cansando-se do que Deus diz que é verdadeiro e amável. O que uma vez foi amor pela verdade se torna agora um desagrado e desgosto em relação à verdade; o que antes era ódio ao erro se torna agora um interesse e fascínio pelo erro. Corações começam a endurecer.

PASSO 2: REJEITE QUEM FALA A VERDADE

Ao se distanciarem da verdade, eles necessariamente tornam-se contra quem diz a verdade. Então, Paulo avisa Timóteo que esse dia chegaria: “não suportarão a sã doutrina”. Não é que as pessoas não saberão o que é verdade, mas que elas não vão mais suportar o que é verdadeiro. Porque elas passaram a odiar a verdade, elas agora odiarão aqueles que proclamam a verdade. Os mesmos mestres que uma vez os atraíram, agora os repelirão.

PASSO 3: ABRACE FALSOS MESTRES

A igreja rejeitou a verdade e aqueles que ensinam a verdade. E depois? É obvio e inevitável: eles abraçarão falsos mestres. “Cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos”. Conforme essas pessoas vão sendo endurecidas pelo pecado, conforme elas crescem em sua rebelião, desejarão ser guiadas por pessoas que as dizem aquilo que elas querem ouvir. Paulo usa uma ótima imagem para descrever isso: ouvidos coçando. Esses ouvidos anseiam a novidade, algo que de alguma forma será aceito pela sociedade e palatável ao mundo sem Deus. Eles prontamente encontrarão esse tipo de mestre que justificará seu afastamento da verdade e que validará a sua rebelião.

PASSO 4: ABRACE A FALSA DOUTRINA

Uma vez que eles rejeitaram a verdade e quem diz a verdade e uma vez que encontraram mestres que agradam os seus ouvidos, eles “entregar-se-ão às fábulas”. Agora eles abraçarão o erro, a completa heresia. Serão tão endurecidos em seus pecados que acreditarão que o erro é bom e verdadeiro. Serão tão iludidos e rebeldes que celebrarão o que Deus odeia e o farão no nome de Deus. Eles vaguearão, como ovelhas tolas indo para longe do bom pastor. O caminho estreito da salvação não deixa espaço para se vaguear, mas o caminho largo da destruição tem todo o espaço que eles precisam para vaguearem para cá e para lá.
E eles morrerão. No fim, aqueles que clamaram agir no nome de Cristo serão expostos como contrários a Cristo. Aquela igreja, aquela congregação, morrerá.
O que aconteceu com aquela igreja que um dia adorou naquele prédio que visitamos e queríamos comprar? As pessoas desenvolveram coceiras nos ouvidos. Não mais apoiaram a sã doutrina e acumularam para si mesmos mestres que se encaixavam às suas próprias paixões. Se distanciaram da verdade e vaguearam em direção a mitos e fábulas.
A evidência desses mitos estava clara. O hinário deles tinha músicas como “Mãe e Deus”, que diz “Mãe e Deus, à vocês cantamos: amplo é o seu ventre, quente é sua asa”. O website deles continha um vídeo de um pastor submetendo-se a um processo de mudança de gênero com o total suporte da igreja. A literatura deles explicitamente negava que Cristo é o único caminho para Deus dizendo que “Deus atua em nosso mundo através de um Espírito misterioso que não reconhece distinções nas portas de entrada de capelas cristãs; budistas; hinduístas; ou templos Sikh; cabana aborígene, mesquita islâmica ou sinagoga judaica”.
Nós não ficamos com aquele prédio. A construção foi vendida e, se eu entendi corretamente, logo virá a baixo. No fim das contas, os líderes denominacionais responsáveis pela venda não queriam o evangelho naquele prédio, eles queriam retirar dinheiro daquele prédio. Eles precisavam do dinheiro para ajudar duas outras congregações suas que inevitavelmente também acabarão.
Dois mil anos atrás, Paulo escreveu para o jovem Timóteo e contou a ele exatamente como essa igreja e muitas outras parecidas com ela morreriam. Ele também deu a Timóteo um dever que evitaria sua própria igreja de experimentar uma destruição similar e de hesitar com ouvidos coçando. Mas deixarei isso para um outro dia.

Por Tim Challies
Traduzido por Kimberly Anastacio | Reforma21.org | Original aqui
Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.
 

0 comentários:

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲