Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A Ira de um Anjo: Entrevista com uma criança psicopata

Essa entrevista, ou documentário (pra mim é mais uma entrevista) mostra os efeitos do abuso sexual na mente de uma criança. A mãe dela morreu e a deixou com o pai e o irmão mais novo quando ela tinha 1 ano. Ela foi abusada pelo pai (na entrevista ela diz que o pai dele tocou sua vagina até ela sangrar) e depois foi levada pra adoção por assistentes sociais. Acontece que ela começou a molestar e a furar o irmão, bem como animais de estimação com agulhas, matou pássaros, e os pais agora têm que trancar ela no quarto. Bom, o vídeo mostra que essas crianças podem ser ajudadas também. 
Tim e Julie são pastores Metodistas e pais adotivos das duas crianças retratadas no vídeo.
Veja:

1 comentários:

Anônimo disse...

"Ela não foi diagnosticada como psicopata, pois naquela época esse diagnóstico não podia ser dado a crianças. O documentário termina com uma aparente recuperação de Beth, mas não se enganem. Não estaria a pequena Beth manipulando seus terapeutas? Não teriam os próprios terapeutas mascarado o comportamento de Beth? Ela diz: "Por que quando machuco eles estou machucando a mim", como se fosse algo jogado para ela dizer. O choro, sem lágrimas no final do vídeo, mostra a vontade de por fim a entrevista. Seu irmão continuou com os pais adotivos, mas ela foi adotada pela psiquiatra, já que seu tratamento deveria seguir por toda a vida. Especialistas traduzem sua linguagem corporal durante o tratamento e esclarecem que suas declarações são ensaiadas, com o objetivo de manipulação. Ela aprendeu a simular sentimentos. Atualmente, Beth Thomas trabalha em uma Unidade Neonatal (cuidando de recém nascidos). O fato é que psicopatas escolhem profissões que estão ligadas a seus "objetos" de desejo. A maioria dos psicopatas não matam, ao contrário, eles usam a manipulação e o carisma para se darem bem na vida. Eles aprendem a imitar emoções, apesar de sua incapacidade de realmente senti-los, o que faz com que aos olhos de outras pessoas, pareçam inocentes, normais ou curados. Alguns são tão bons em manipular que formam famílias e relacionamentos de longo prazo com outras pessoas sem que as mesmas suspeitem de nada. Um fato interessante em relação a essa história é que em abril de 2000, Connel Watkins, a terapeuta de Beth e atualmente sua mãe, conduziu uma sessão de terapia fatal em uma menina de 10 anos chamada Candance Newmaker. A terapia conhecida como Renascimento, culminou na asfixia de Candance. Connel foi condenada a 16 anos de prisão, cumpriu 7 anos e foi libertada em 2008. Ela foi proibida de trabalhar com crianças."

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲