Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Uma epístola em oração pela igreja esquecida na Síria

Mui amados de Deus na Síria,
Que a paz e a proteção do Cristo vivo seja conhecida por vocês, pois Ele, que lhes ergueu para uma nova vida, certamente caminha pela turbulência, mesmo dentro da carnificina insidiosa das armas químicas, além da sombra de desumanidade e para dentro da nascente e sombria nuvem de guerra. Aquele que anda no meio de vocês, embora vocês não possam discernir plenamente Sua presença, é exatamente Aquele que caminhou sobre o mar da Galileia, no meio de outra tempestade.
Ele está não apenas chamando a Sua Igreja na Síria para relembrar seu glorioso lugar no Corpo de Cristo: desde a pregação de Pedro, o batismo de Saulo de Tarso, o ministério evangelístico de São Paulo no mercado local, até os fiéis que se levantaram contra os Nestorianos na controvérsia em Calcedônia (a negação duas naturezas  de Cristo – plenamente Deus e plenamente homem; não o homem assumindo a Deidade, mas que Deus em carne nasceu da Virgem Maria) e os corajosos plantadores de igrejas que ainda hoje estabelecem candelabros de ouro ali.
Ele está chamando vocês que estão sob a ameaça de juntar-se à gloriosa companhia dos profetas, apóstolos, mártires, os crentes perseguidos e fiéis anônimos, conhecidos totalmente por Deus, que não dobraram os joelhos diante de Baal ou negaram o bendito nome de Cristo. Seus irmãos e irmãs no Senhor Jesus em todas as belas peças do mosaico do Corpo de Cristo universal lembram-se de vocês:
Conforme oramos por vocês;
conforme é concedido a alguns de vocês na Igreja na Síria uma voz para a justiça, para falar por aqueles que não são capazes – independentemente de seu credo, pois eles são feitos à imagem de Deus;
conforme vocês buscam compartilhar Cristo Jesus em palavras e atos;
conforme procuramos seguir o Seu exemplo piedoso;
conforme conseguimos ver a glória transcendente de Jesus em nossos tempos por meio de suas lágrimas e clamores a Ele.
Não somos quem deveríamos ser como intercessores e nos arrependemos, pedindo que seu sofrimento e sua fidelidade tragam um avivamento de oração no Ocidente, eliminando, assim, as escamas dos nossos olhos como o seu pai, Ananias, fez com Saulo em Damasco.
Assim, podemos orar através das Sagradas Escrituras lembrando-nos de vocês, amando-lhes em súplicas por sua proteção diante o trono da Graça, e orando por meio destas Escrituras, as quais dedicamos aos crentes em cadeias na Síria e em todo o mundo :
Jesus, porém, tendo oferecido, para sempre, um único sacrifício pelos pecados, assentou-se à destra de Deus. Lembrai-vos, porém, dos dias anteriores, em que, depois de iluminados, sustentastes grande luta e sofrimentos; ora expostos como em espetáculo, tanto de opróbrio quanto de tribulações, ora tornando-vos coparticipantes com aqueles que desse modo foram tratados. Porque não somente vos compadecestes dos encarcerados, como também aceitastes com alegria o espólio dos vossos bens, tendo ciência de possuirdes vós mesmos patrimônio superior e durável. Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará. (Hebreus 10.12,33-37)
Como oramos por outros em momentos como este, nós oramos por vocês, ó Igreja na Síria, acreditando que, por meio de vocês, podemos ver o genuíno avivamento do alto, descendo para transformar milhões no Oriente Médio para o nosso Deus e Salvador, Jesus Cristo, que reina contigo, ó Pai e o Espírito Santo, um só Deus para todo o sempre . Amém.
Por Michael Milton
Traduzido por iPródigo | iPródigo.com | Original aqui
Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

0 comentários:

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲