Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Perder? Nunca!


Perder? Nunca!

O que queremos sempre é vencer. Conquistar a Copa de Mundo! As expectativas são enormes. Milhões de torcedores se agitam. Perder no início e ser eliminado na fase classificatória seria catastrófico!

“Avançar nesse grupo é uma obrigação para nossa Seleção”, declara um alto executivo da Confederação. O goleiro da equipe afirma: “Precisamos vencer todos os jogos, não importa contra quem seja!” Uma derrota nem entra em cogitação para ele: “Quando eu jogo a Copa do Mundo, quero ser campeão mundial!” Outro declara, ainda, que a conquista da Copa de Mundo é o seu objetivo de vida. Podemos observar: o fracasso da própria seleção é algo inadmissível para todos e seria a maior catástrofe esportiva.
Perder? Nunca!

Um evento dessa envergadura envolve outros aspectos além do esporte em si. Também no campo econômico há grandes expectativas. Um acontecimento positivo desses pode alavancar a economia interna através da movimentação do comércio. Isso seria ótimo, não é mesmo? Classificar a equipe para a final, com a possível conquista da taça, juntamente com todos os efeitos econômicos para o país é algo esperado com ansiedade. Assim, também na área econômica, dizemos:
Perder? Nunca!

Naturalmente, queremos que nossa seleção vença. A derrota seria terrível, mas isso não vale somente para o futebol. Na carreira profissional ou em todas as áreas da nossa vida queremos ser bem sucedidos. Somos incentivados a sermos vencedores!
Perder? Nunca!

Isso vale, principalmente, para nossa vida como um todo. Jesus Cristo, o Filho de Deus, diz: “Pois, que adiantará ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” De que nos adianta conquistar a Copa do Mundo, ter sucesso na vida profissional e particular se, ao final de nossa vida, formos perdedores? Como assim?! Porque nos descuidamos do mais importante, ou seja, descuidamos da vida eterna com Deus, no Céu. A Bíblia diz: “Quem crê no Filho tem a vida eterna; já quem rejeita o Filho não verá a vida, mas a ira de Deus permanece sobre ele” (João 3.36). Pense comigo: Deus é santo e imaculado. Por outro lado, todas as pessoas são pecadoras. Ninguém corresponde ao padrão de Deus. Por isso, ninguém consegue persistir diante desse Deus Santo. “...todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus” (Romanos 3.23).

A Bíblia esclarece que, por causa dos nossos pecados, há um muro nos separando de Deus: “Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós...” (Isaías 59.2) e que “o salário do pecado é a morte” (Romanos 6.23). Isso significa estar eternamente separado de Deus. Nenhuma pessoa consegue eliminar essa separação ou evitar esse “salário do pecado”. Enquanto estivermos resistindo a Deus e ao Seu reinado em nossa vida, estaremos no lado dos perdedores.
Perder? Nunca!

Somente quando admitirmos e confessarmos nossos pecados diante de Deus, conscientes de que não conseguimos nos livrar sozinhos, podemos receber ajuda. Foi para isso que Jesus Cristo veio a este mundo e morreu na cruz. Ali, através da Sua morte, Ele pagou pelos nossos pecados. Quem aceita, com fé, essa verdade para sua vida, esse passa para a condição de vencedor. Jesus Cristo ressuscitou da morte e está vivo! Todo aquele que crê em Jesus e confia a sua vida a Ele, viverá eternamente no Céu. Crer em Jesus, significa, concretamente, confessar a culpa e os pecados a Jesus (“Se confessarmos os nossos pecados, ele [Deus] é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça” - 1 João 1.9) e significa, também, entregar o comando da sua vida para Ele. Não desperdice esta maior vitória que uma pessoa pode conquistar. Decida-se hoje pelo verdadeiro Vencedor Jesus Cristo e passe para o lado dEle! (Daniel Bühne - http://www.ajesus.com.br)

0 comentários:

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲