Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O homossexual e pedófilo assumido Luiz Mott escreve carta de intimidação ao Papa Francisco

Movimento LGBT deseja
 instrumentalizar JMJ.
Grupo homossexual admoesta JMJ para combater a homofobia e ao Papa para não falar contra a prática homossexual
Luiz Mott, representante do GGB, o mais antigo movimento homossexual do Brasil, em carta aberta aos participantes da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), afirma que a homofobia é “pecado grave” e pede que o evento ajude na campanha pró-homossexualismo.
Na carta, o líder da entidade ainda exige que o papa Francisco “não fale nada contra os direitos humanos dos homossexuais” e usa a seu favor o fato de que os artistas que se apresentarão na JMJ – como Ivete Sangalo, Milton Nascimento e Michel Teló – já se manifestaram publicamente favoráveis as uniões homossexuais.
A missiva também pede que os participantes da JMJ denunciem qualquer declaração ou manifestação contraria ao homossexualismo, e que colaborem para minimizar a “eventual homofobia internalizada imposta pelos moralistas intolerantes”.
Confira abaixo a íntegra da carta de Luiz Mott:
Carta aberta do Grupo [Homossexual] da Bahia aos participantes da Jornada Mundial da Juventude, RJ.
Bem vindos ao Brasil, que tenham dias divinos na Cidade Maravilhosa.
A primeira recomendação é ao simpático Papa Francisco: o Brasil é um país laico e a Constituição Federal proíbe qualquer tipo de preconceito e discriminação. Portanto, admoestamos a Vossa Santidade que não fale nada contra os direitos humanos dos Homossexuais (LGBT), já que também no Brasil foi legalizado o casamento [sic!] homoafetivo, apoiado por mais da metade dos brasileiros, inclusive pelos famosos cantores que abrilhantarão a Jornada da Juventude, Ivete Sangalo, Milton Nascimento e Michel Teló.
A segunda recomendação é para os jovens de ambos os sexos: respeitem a sua própria livre orientação sexual e a dos outros. Jesus nunca condenou o amor homoafetivo, disse até que “há eunucos ([homossexuais]) que assim nasceram do ventre de suas mães”.  Portanto, a homofobia – o ódio anti-homossexual – é pecado grave que atenta contra a lei áurea do cristianismo, “amai-vos uns aos outros!” Aos jovens católicos participantes da Jornada Mundial da Juventude, recomendamos que superem sua eventual homofobia internalizada imposta pelos moralistas intolerantes e que se aceitem como são:  legítimos templos do Espírito Santo, pois Jesus nunca fez acepção de pessoas. E protestem contra qualquer declaração ou manifestação de intolerância anti-LGBT: exijam o mesmo respeito demonstrado por Cristo às pecadoras e desviantes sexuais. E no caso de encontrarem alguma “garota de Ipanema” ou algum “Menino do Rio”, não se esqueçam que usar preservativo é um ato de amor! A idade do livre consentimento sexual no Brasil é 14 anos, segundo o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), porém, é mais tranquilo só relacionar-se com maiores de 18 anos. É legal ser homossexual no Brasil!
Por Edson Carlos de Oliveira  Fonte: Instituto Plinio Corrêa de Oliveira

4 comentários:

Adorador de Cristo disse...

Nojento! É isso que define esse tipo de "sujeito" já que é imoral considerar esse tipo de atitude e essas palavras!
Um pervertido usando a palavra de Deus para promover o pecado e ainda por cima distorcendo as sagradas escrituras para tentar tornar legal essas práticas pecaminosas!
Tentar calar calar o povo que é contra o homossexualismo vai contra a liberdade de expressão que é livre em nosso país, e já que eles se sentem livres para promover essa "nojeira" também somos livres para ser contra, claro, sem ofender e nem rebaixar ninguém.
Devemos saber protestar contra a pratica do pecado, mas buscando mostrar a verdade aos pecadores!
Deus ama os pecadores por meio da sua misericórdia, mas abomina o pecado!
É triste ver prncipalmente a juventude se perder em meio à essas coisas, por isso devemos colocar o ide em pratica e lutar contra esses inimigos que tem tentado destruir lares, famílias e também a igreja de Cristo!

Grande abraço pastor.

Joel Thagos disse...

"Um texto fora do contexto vira um pretexto para uma heresia." Esta carta está cheia de frases bem encaixadas para torcer a Verdade.

Daladier Lima disse...

Esse cara é um mala sem alça e já estaria banido da mídia, não fosse o lobby gay. Com a palavra a Igreja Católica!

Celso Jardim disse...

Esse Sodomita Pós-Moderno quer se promover politicamente arrebanhando com esses gestos calculados, a comunidade Gay, do País para uma futura e certa candidatura a um cargo eletivo. Dividendos políticos alíás, tem levado muitos a negarem suas convicções e valores; foi assimcom Barack Obama; foi assim com pilatos, ao lavar as mãos diante da voz das multidões.

O PAPA, como Jesuíta que é, nem tomará conhecimento dessa pífia manifestação; e se vier a tomar conhecimento, a jogará no lixo. Pois, o arremedo de hermenêutica bíblica protagonizado por esse sodomita baiano, é de fazer de rir, para não chorar. Chega a ser até vergonhoso, informar ao Teólogo Francisco, o teor do texto produzido pelo Sr. Luiz Mott, que deveria respeitar a constituição e a legião de católicos, pois esse Senhor sabe muito bem quais são as posições da Santa Sé, que inclusive excomungou um Padre desviado, como de fato merecia. Que fique sabendo LUIZ MORT, que nenhum líder religioso, seja ele da religião que for,negará os princípios de sua fé; por isso essa tentativa desesperada de amordaçar o Sumo Pontífice Jesuíta é no mínimo insana. Viva a sua vida de sodomita pecador ou permita que o espírito Santo possa te convencer do pecado, da justiça e do Juízo,enquanto é tempo!

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲