Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mara Maravilha defende Feliciano na TV e critica gays: 'Aberração'

Mara Maravilha não se intimidou com os repórteres do programa 'Morning Show' apresentado no ultimo dia 24, segunda-feira. Afirmou ainda que todos tem direito a opinião.
 A apresentadora defendeu o deputado e pastor Marco Feliciano, que recentemente conseguiu a aprovação de um projeto de lei que determina o fim da proibição de tratamentos para reversão da homossexualidade - que vem sendo chamado pejorativamente de "cura gay" pela mídia barata e senssacionalista - ela chegou a se referir ao homossexualismo como "aberração".
"Tem muitos pais, tem muitas mães, que não concordam com essa aberração. Eu não acho bonito nem um homem e uma mulher, em público, ficarem se atracando. Tem coisa que é particular. Imagina duas mulheres ou dois homens, não acho bonito. Mas se acontece de eu presenciar uma cena dessas, eu não vou fazer baixaria. Eu simplesmente me retiro. Defendo a democracia, a liberdade de expressão", declarou.



Mara se defendeu das críticas e das perguntas dos apresentadores do programa dizendo que todos devem ter direito à sua opinião. E intitulou Feliciano como "Judas", que estaria apenas expressando o pensamento de várias outras pessoas.
"O Feliciano está sendo que nem Judas, estão atirando pedra nele. Mas igual a ele, vou te assegurar uma coisa, muitos pensam como ele. Eu, particularmente, gosto muito e respeito muito o pastor Marco Feliciano. Eu acho, assim como ele, que todos nós podemos ter as nossas opiniões. Tá faltando uma democracia. Tem que se respeitar o gay, mas tem que respeitar também a opinião de quem não pensa igual a eles. Eu, por exemplo, tenho orgulho de ser mulher, de ser hétero. Mas isso não quer dizer que estou ofendendo quem é homo. Eu acho que o fato de não respeitar nossa opinião é preconceito. A gente pode ter opinião contrária, não?", argumenta.
Ainda apesar de não citar nomes, Mara também aproveitou a oportunidade para alfinetar as manifestações públicas de carinho entre uma "cantora popular" e sua parceira. Vale lembrar que, recentemente, durante a passeata gay da Avenida Paulista, Daniela Mercury tascou um beijão na mulher, Malu Verçosa. "Estranho é, de repente, uma cantora, porque é popular, forçar os jornalistas - porque aquele é o trabalho deles - e dar um beijo na boca de outra mulher, tirar fotos daquilo. Eu não concordo com essa aberração. Não tô falando generalizado... Mas dessas pessoas que pensam "ah, vou dar um beijo na boca da minha companheira porque agora vou me 'promover' com essa causa. Tem muita gente fazendo isso. Não dou muito tempo para daqui a pouco posar ao lado de um homem porque quer mais mídia", criticou.
Na tarde desta segunda-feira, 24, Mara disse, no twitter, que foi mal interpretada. "Gente estão me interpretando mal será que neste pais onde os homossexuais pedem liberdade de expressão nós heteros não o podemos ter?", questionou. Em uma outra publicação, ela escreveu: "O justo não se justifica, não faço acepção de pessoas... #vaitudobem".

1 comentários:

Chega! A morlal na sociedade tem que prevalecer sempre e vai! disse...

Pastor Anselmo, a casa já caiu para os gays a muito tempo, os caras já eram!
Vejo eu qu os direitos são iguais para todos, mas sem prejudicar uns oas outros o que eles os gays queriam fazer.
Se eles gostam de dar o butão o problema deles, eu não gosto, sou macho, sou homem constituído por Deus e casado com uma mulher maravilhosa, mas, se eles querem fazer seus programas ilícitos que faça, mas longe das população do bem e principalmente induzindo as crianças a ter kit gay nas escolas isto não! Jamais aceitarei e vou correr atrás disto se continuar acontecer e vou processar quem está fazendo isto com todo certeza com crianças inocentes, olha que o crime da pedofilia isto! E vai aumentar a pena para quem cometer pedofilia ok? Cuidado voces que acham que podem fazer isto que vão se dar mal pois é crime.
Eu não quero Aids para meus filhos, nem quero que ele seja uma mocinha, um travesti, pois eu eduquei eles na Palavra de Deus e eles são homens honesto e casados com sexo oposto uma mulher onde vivem excelente bem e com alegria sabendo que não estão pecando contra Deus que condena os efeminados em sua Palavra nas Escrituras Sagradas a Bíblia.
Não sou contra a pessoa gay, pois conheço muitos que são gente boa, mas a maioria querem fazer disto uma putaria generalizada e incluir crianças inocentes nesta sacanagem, aí não!
Lembrem-se que a moral da sociedade ainda prevalece ok?

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲