Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cobiça: O pecado aceitável

Como cristãos, nós simplesmente fazemos uma lista de pecados “inaceitáveis” – nada de ficar bêbado, dormir com várias pessoas por aí, traição cônjugal e vícios diversos. Mas há uma outra lista que varremos para debaixo do tapete: fofocas, raiva, julgamentalismo, e aquele que eu quero abordar hoje: a cobiça.
A cobiça começa com a comparação. Tem sido um problema e uma tentação para mim, até onde eu me lembro. No colégio eu vivia frequentemente sentindo a culpa disso. Eu construía o meu senso de auto-estima, valor-próprio e auto-identidade, comparando-me com os outros. Como eu estava buscando, como eu estava indo, e como eu estava sendo visto por outras pessoas?
Na esfera da liderança, comparar/cobiça é um enorme problema. Eu já fui em mais reuniões de liderança do que eu gostaria de lembrar em que a cobiça era óbvia, dolorosa e vergonhosa de se assistir.

Comparando & Cobiçando

Quando os pastores da mesma denominação ou líderes de uma mesma organização tem suas reuniões periódicas, os “jogos de comparação/cobiça” começam a ficar sérios. Na maioria das reuniões de liderança, não é raro ter o “Sr. Bem-sucedido”se torna o poster para o que eu deveria ser e estar experimentando. Ele geralmente me deprime. Nós comparamos e depois cobiçamos os templos dos outros, os orçamentos, a frequencia dos membros, a adoração, a tecnologia, a influência, a popularidade do blog, e tráfego na web, e assim por diante.
Recentemente eu li Atos 20, que abrange a última reunião de Paulo com os anciãos de Éfeso. O versículo 33 chamou minha atenção: “Não cobicei a prata nem o ouro nem as roupas de ninguém.” Seguem minhas anotações:
Jesus,  para eu me contentar com quem eu sou, onde estou, o que estou fazendo e o que o Senhor está fazendo. Cobiçar nada além de uma caminhada dinâmica e consagrada e trabalhar com o Senhor. Para manter-me fiel só a você.
Como eu tenho pensado mais sobre isso, aqui estão dois outros versos que me vieram à mente:
* Lucas 12:15: “Cuidado! Fiquem de sobreaviso contra todo tipo de ganância;”.
* 1 Coríntios 4:7: “O que você tem que não tenha recebido? E se o recebeu, por que se orgulha, como se assim não fosse?”

Procure Contentamento

Comparar-se quase sempre leva à cobiça e concorrência. É um tapa na face de Deus. Eu estou essencialmente dizendo para Ele que estou fazendo um trabalho nojento. Além disso, está faltando a mão soberana de Deus na minha vida e no meu trabalho.
A cobiça de ouro, prata e roupas, status, popularidade, frutos, e influência é um pecado aceitável em muitas culturas de liderança, mas é repugnante aos olhos de Deus. Viver em uma cultura de adoração a celebridades também não ajuda. Alguns líderes bem sucedidos são vistos como estrelas de rock com os seus seguidores em um culto.
O que aconteceu com o contentamento de Deus? Como líderes, temos substituído contentamento com a cobiça? Companheiro líder, há alguma coisa que você precisa para confessar?
Tradução: Rafael Bello| iprodigo.com| original aqui

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.
 por Dave Kraft  Fonte: IProdigo

0 comentários:

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲