Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A boca suja do dono do Genizah (Parte 2)

Julio Severo

Um apologeta pode ou não pode falar palavrões e obscenidades?

Se o entrevistado for Danilo Fernandes, dono do tabloide sensacionalista Genizah, a resposta dificilmente será “não”.

Meses atrás, ele usou sua conta de Twitter para mandar uma mensagem muito “edificante” aos seus milhares de seguidores. A mensagem era simples: “Julio Severo, você é um traste pútrido!”

A raiva dele foi provocada por um embate entre Renato Vargens e mim por causa de um bispo marxista defensor da poligamia.

E quando recentemente expus ao público a incoerência de Vargens gostar das músicas de Renato Russo, mas atacar Ana Paula Valadão, novamente Danilo não aguentou: explodiu em palavrões, conforme ficou registrado no meu blog:

Danilo Fernandes <danilo@genizahvirtual.com> deixou um novo comentário sobre a sua postagem “Renato Russo ou Ana Paula Valadão?”:

Julio Severo, Voce precisa parar de enfiar este cabo de vassoura no cú! Assume esta sua gayzisse latente, larga este broxa do Olavo de Carvalho e volta para aquele seu amor do seminário que comia o seu cú gostoso! Quem sabe voce acaba com esta fixacao com os gays. Vá evangeliza-los e não espezinha-los!

Postado por Danilo Fernandes no blog Julio Severo em sexta-feira, 23 novembro, 
2012
 ATENÇÃO! Os palavrões começam deste ponto. Não clique em (LEIA MAIS) se esse tipo de linguajar te ofende.


Em contraste, a Bíblia diz:

“Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem”. (Efésios 4:29 ACF)

“Mas eu lhes digo que, no dia do juízo, os homens haverão de dar conta de toda palavra inútil que tiverem falado”. (Mateus 12:36 NVI)

“Não haja obscenidades, nem conversas tolas, nem gracejos imorais, que são inconvenientes, mas, ao invés disso, portai-vos com ações de graça”. (Efésios 5:4 KJA)

“Mas agora, livrai-vos de tudo isto: raiva, ódio, maldade, difamação, palavras indecentes do falar”. (Colossenses 3:8 KJA)

É perfeitamente compreensível nos irarmos quando um amigo é atacado, mas não quando é devidamente questionado acerca de declarações que ele mesmo fez e registrou. E o dono do Genizah deve ser um grande amigo de Vargens, pois o mesmo Twitter que ele usa para me atacar e xingar ele usa para retransmitir os tuites de Vargens. Enquanto estou escrevendo este artigo, eis que dou uma olhada no Twitter do Danilo e — dito e feito! — lá está ele neste exato momento retuitando mais uma mensagem de Vargens.

Mas meus questionamentos foram dirigidos a Vargens sem palavrões e não nos mesmos termos que ele próprio aplicou a Ana Paula Valadão, chamando suas experiências espirituais de “sandices”.

Não havia, pois, motivo nenhum para Danilo se ofender e falar palavrões. Em vez de obscenidades, ele poderia, se fosse um legítimo apologeta, provar biblicamente que pastores podem escutar Renato Russo e que eu estou errado em defender Ana Paula Valadão. Ele poderia também provar que estou errado em entender que a maioria dos dons de visão, profecia e línguas que pentecostais e neopentecostais têm não veio do diabo, mas de Deus.

Mas, para me refutar, Danilo recorreu, além de vulgaridades, a uma difamação que Caio Fábio espalhou há anos sobre supostos relacionamentos homossexuais que tive enquanto eu estudava num seminário.


Mas nem esses problemas nem o histórico sujo de Caio Fábio são suficientes para convencer o dono do Genizah a evitar amizade com o homem que foi outrora o maior calvinista do Brasil ou  dar publicidade para suas mentiras e difamações.

O fato é que Danilo se enfureceu com meu artigo mencionando o nome de Vargens. Ele parece pensar que qualquer mínima crítica a um pastor calvinista é um ataque direto a todos os calvinistas, como se todos os pastores calvinistas escutassem Renato Russo ou concordassem com Vargens.

Ele parece pensar igualmente que a crítica é um dom exclusivo para ele, Caio Fábio e outros eleitos, e é um crime qualquer um fora desse grupo esotérico usar tal dom.

Seja como for, a crítica, que era ao gosto musical de Renato Vargens, foi sentida por Danilo como uma crítica direta a ele — talvez pela ligação dos dois. Afinal, se Vargens disse em seu blog pessoal que “louva a Deus pelos defensores da fé… pelos blogs de apologética como o Genizah, Púlpito Cristão e Hermes Fernandes”, é natural que Danilo tome qualquer crítica ao louvador como um ataque a todos os calvinistas, entre os quais ele se coloca com orgulho.

Tanto Genizah quanto Vargens passam muito do seu tempo criticando, debochando e atacando pentecostais e neopentecostais. Mas, estranhamente, eles acham que estão acima de críticas.

Como calvinistas, ambos deveriam entender que o mesmo veneno que está destruindo as igrejas calvinistas dos EUA e Europa está infiltrado nas igrejas calvinistas do Brasil.

O esquerdismo e o liberalismo (que são amantes) têm levado as igrejas calvinistas da Europa e EUA a apoiar o aborto, a ordenar pastores gays, a lançar boicotes contra Israel, etc.

Em vez de ocupar seu tempo atacando esse veneno, Vargens e Genizah se comportam como se o pentecostalismo e o neopentecostalismo fossem a maior ameaça à Igreja Brasileira.

Se não houvesse nenhuma igreja pentecostal e neopentecostal no Brasil, as igrejas calvinistas seriam fortes e perfeitas?

Um Brasil sem pentecostais e neopentecostais deixaria a blogosfera calvinista esquerdista mortalmente entediada ou com o caminho livre para fazer o que as grandes igrejas calvinistas da Europa e EUA estão fazendo há décadas: deitar e rolar no liberalismo e esquerdismo.

Fica evidente, pois, que nem o pentecostalismo nem o neopentecostalismo são necessários para as igrejas calvinistas se autodestruírem.

Portanto, não faz sentido figuras calvinistas no Brasil prosseguirem em seus deboches, críticas e ataques aos pentecostais e neopentecostais, que não estão revidando nem cobrando dos calvinistas o veneno marxista que se infiltrou nas igrejas tradicionais, pentecostais e neopentecostais, muitas vezes pela manobra e astúcia de matreiros líderes calvinistas, inclusive o trabalho sujo passado de Caio Fábio.

Em vez de respeitarem o testemunho de muitos calvinistas do passado que sofreram pelo Evangelho, pagando até com a vida, a maioria dos calvinistas dos EUA e Europa se ocupa com liberalismo e esquerdismo. E no Brasil se ocupam com ataques aos pentecostais e neopentecostais, que ou bem ou mal são o único obstáculo para o avanço do liberalismo e esquerdismo.

Parafraseando Danilo Fernandes, o esquerdismo tem sido um traste pútrido entre os calvinistas do Brasil. E o Genizah torna impossível desmentir isso.

A Parte 1 deste artigo se encontra aqui: A boca suja do dono do Genizah (Parte 1)
Fonte: www.juliosevero.com

6 comentários:

Anônimo disse...

Pastor Anselmo, não vou identificar porque este Danilo para mim á perigoso.
Este sujeito perdeu o juízo moral e está agressivo.
Eu comentei este assunto do Danilo no blog do Hermes Fernandes e questionei o Hermes se ele era parente do Danilo, pois o sobre nome é igual ( Fernandes ).
O Hermes disse: Eu participei no início no blog Genizah, mas agora eu só mando meus texto para lá, só conheço não Danilo de perto, e não faço mais parte deste blog.
Aí eu disse para o Hermes: Hermes eu vi o Danilo dizer que vcs eram os responsáveis pelo blog, mas ele disse que já foi hoje não participo mais, estou só com o meu blog.
Aí eu disse para o Hermes, Hermos o Danilo está passando dos limites, está escrevendo coisas sem noção, textos carnais e de sacanagens, e agredindo a todos que comentam e pessoas que ele nem conhece com palavras de baixo calão, palavrões e até ameaças.
Isto é ser um blog cristão?
O hermes me disse que realmente ele está passando dos limites, mas que era a raiva dele com os pastores e outras pessoas, e que ele está desabafando. Ou seja: defendeu discretamente o Danilo.
Dá para ser feliz com estas declarações sem fundamento, achando que tem trocha?
Descobri que o Hermes Fernandes, é parente sim do Danilo, "eles são primos", e o Hermes é dono do blog Genizah juntamente com o Danilo, sempre o Danilo entra no blog do Hermes, e pede ele para Hermes ligar, entrar em contato com ele.
O Hermes Fernandes e o Danilo estão juntos nesta aí pastor Anselmo, o Danilo não faz nada sem consultar o Hermes.
Pastor Anselmo, o sr tem razão, os blogs evangélicos são para competição quem tem mais seguidores e quem fala mal dos outros? Este é o melhor!
E a maioria dos blogs são de desviados, e tem incrédulos com blog evangélico postando com se fosse cristão que já vi.
O Juízo final de Deus vem aí gente! E vcs prestarão conta de tudo que estão fazendo e falando, seus, nossos atos e ações serão julgadas no tribunal de Deus. Cuidado com suas palavras que estão dizendo e escrevendo.
E respeite o ser humano por gentileza.
Respeito é bom e gostamos.
Blogs pastor Anselmo, são poucos que está postando textos de Jesus que é a salvação aos homens perdidos.
O resto dos blogs é mais glamour pessoal e ego pessoal, estão passando de cima da moral e da ética com as pessoas que comentam em seus blogs.
Fora os textos imorais que já vi!

Anônimo disse...

Pr Anselmo,

Graça e paz!

Tenho notado um certo padrão nos ativistas das mais diversas causas. Muitos acabam, com o tempo, perdendo o foco inicial de suas jornadas.

Eles iniciam amando algo. Os cristãos, particularmente, têm como ponto de partida o amor ao evangelho. Entretanto, depois de anos de caminhada, já não é fácil reconhecer neles este mesmo amor. Fácil é notar o ódio. Ódio ao homossexualismo, ódio à teologia da prosperidade e seus pregadores, ódio ao pecado.

Sim, devemos odiar aquilo que é ofensivo aos olhos do nosso Senhor. Por outro lado, esse não deve ser nunca nosso alvo, nossa motivação, o centro do nosso discurso.

O Danilo, assim como o próprio Júlio Severo, são exemplos de homens cujo ódio parece (parece) exceder o amor.

Não estou defendendo a omissão ou a apatia do cristão em relação ao pecado ou à injustiça. Só não quero me esquecer daquilo que deve ser o centro da minha filosofia de vida: o Evangelho da Graça, a mensagem da cruz, a adoração ao Cordeiro de Deus. Só não quero o mais evidente na minha vida seja o meu ódio contra algo ou alguém.

Que bondade e misericórdia nos sigam por todos os dias da minha vida.

Em Cristo,

Marcos

Pr. Anselmo Melo disse...

Querido Marcos.
Concordo 100% com você. Suas observações são lúcidas e merecem uma profunda reflexão.
Parece que muitos de nós não temos percebido essa armadilha. A discussão não deveria embrutecer as pessoas como infelizmente tem acontecido.
Obrigado por seu comentário e contribuição.

Analia Lima disse...

Pastor,eu sigo alguns blogs dito evangélicos,entre eles o Genizah,não participo ativamente,mas leio.Ultimamente não tenho gostado do tom de nenhum deles e sinceramente vou deixar de segui-los.
E eu concordo com o anônimo aí de cima em tudo,principalmente quando ele diz que a maioria dos blogs chamados evangélicos,são feitos por desviados e não crentes,é verdade!
O que eu estou fazendo neste meio?
Não sei,mas vou sair!
Graça e paz!
Graça e paz!

Pr. Anselmo Melo disse...

Minha irmã Anália Lima.Infelizmente é o que temos visto. Eu, enquanto blogueiro tenho ultimamente analisado minha postura em relação a esse e outros tantos assuntos que nos fazem perder o foco e a real motivação de nosso trabalho.
Seu comentário entre outros tem me feito refletir sobre essa troca de farpas que acaba acontecendo entre pessoas que deveriam estar colaborando com o evangelho.
O Danilo infelizmente parece um desses que se perdeu completamente na busca do sucesso.
Sua motivação parece ser sempre a de expor o erro do irmão.
Que Deus tenha mesmo misericórdia de nós e nos aponte o caminho de volta.
Seja bem vinda aqui, sempre.
Paz!!!

Israel de Deus disse...

Só não sei como um lixo daquele pode ser chamado de apologia.

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲