Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

16 coisas que eles não querem que você saiba

Nada haver com teorias de conspiração. Apenas alguns fatos que, podem nos afetar diretamente, ninguém parece muito preocupado em querer divulgar.

Desde o dinheiro que você ganha até a água que você bebe. Por trás de muitas coisas existem vários segredos – segredos que empresas e governos não queriam que você soubesse. Conheça 16 desses segredos.

Você recebe somente 7 meses de salário por ano

Em tese, deveríamos ganhar 12 meses de salário todos os anos, mas na realidade, as coisas não funcionam bem assim. Cinco desses doze salários vão inteiramente para o governo brasileiro. Um cidadão que ganha R$ 3.000,00 por mês destina mais de 40% de seu salário em impostos e outras taxas.
Esse cálculo foi realizado pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário). Engane-se quem pensa que o Brasil é o país com maior carga tributária do mundo. O líder desse ranking é a Suécia. Contudo, lá há um retorno de todo esse dinheiro, como qualidade na educação, segurança e saúde – algo que não vemos tanto por aqui.
Pão torrado pode ser perigoso para a saúde

Por mais inofensivo que possa parecer, pão torrado pode oferecer um alto risco para a nossa saúde. Segundo alguns estudos, quando alimentos ricos em amido (como pão e batata) são submetidos a temperaturas superiores a 120º, eles produzem uma substância denominada acrilamida, que pode causar câncer.

Pesquisas foram realizadas em ratos, mas ainda não existem uma certeza que a substância tem o mesmo efeito em seres humanos.


Coca-Cola e Pepsi possuem “polêmico” ingrediente
Alguns refrigerantes, como Coca-Cola e Pepsi possuem uma substância denominado metil imidazol (4-MI), que está relacionada à incidência de câncer. De acordo com alguns estudos, uma lata de Coca-Cola no Brasil possui 267 mg da substância, 66 vezes mais do que a Coca-Cola californiana – e 9 vezes acima do limite estabelecido pelo governo dos EUA. O Brasil é o líder no uso da substância.
Embora a empresa negue qualquer risco à saúde, ela decidiu cumprir a lei e mudar sua fórmula na Califórnia, diminuindo o uso da substância. No Brasil, a fórmula não será alterada.
Insetos fazem parte de sua refeição


É quase impossível que ao longo de várias etapas de produção de um alimento industrializado ele não acabe sendo contaminado com pedaços de insetos. Por isso, recentemente a Anvisa publicou um documento no qual sugere que para cada 100g de alimento, exista no máximo 10 fragmentos de insetos.


Chocolate está ameaçado de extinção


Segundo algumas estimativas nada animadoras, o chocolate daqui a 20 anos será tão raro quanto o cacau. Essa conclusão está baseada em estudos realizados no solo da África, principal produtora de cacau no mundo. O cacaueiro costuma crescer em florestas, à sombra de árvores mais altas. Contudo, os produtores estão derrubando essas outras árvores para plantar mais cacaueiros. Embora a colheita aumente, o solo fica ressecado e erodido pela forte luz solar, o que ao longo prazo trará sérios problemas para os amantes do chocolate.
Vale lembrar que o Brasil, embora seja o grande produtor de cacau no mundo, o importa de outras regiões, sobretudo no continente africano.
Quanto menos religiosa uma pessoa for, mais agirá por compaixão
É verdade que a maioria das religiões pregam compaixão com os próximos. No entanto, segundo um estudo, a maioria das pessoas religiosas não se importam muito com isso.
Mais de 1330 pessoas tiveram suas vidas analisadas nos EUA. Segundo os pesquisadores, as pessoas menos religiosas se guiavam mais pela compaixão ao fazer um ato de caridade (como oferecer o assento no transporte público à estranhos). Entre os devotos, foi notado o inverso.
Outro estudo concluiu exatamente a mesma coisa. Mais de 200 pessoas participaram de um jogo. Cada uma delas recebeu uma quantidade de pontos que poderia ser trocada por dinheiro. A pessoa podia decidir se compartilhava ou se guardava os pontos. O estudo concluiu que nos menos religiosos, a compaixão pesou muito mais nas atitudes a favor do grupo. Entre os mais devotos, a compaixão pouco influiu.


A Rússia possui mais de 40 cidades secretas

Essas cidades não apareciam nos mapas até o final dos anos 80. Hoje, sabemos de sua existência, mas só é permitido entrar nelas com autorização do Ministério da Defesa e/ou Agência de Energia Atômica Russa. Juntas, essas cidades abrigam mais de 1,5 milhão de habitantes. Entre as mais famosas estão Kraznoznamensk, Ozyorsk e Vilyuchinsk.
Carne de boi é feita com fezes
Há um forro de serragem, sabugo de milho triturado, feno e casca de arroz nos galpões de criação de aves. Essa mistura fica cheia de fezes, bactérias penas e resíduos de medicamentos. O gado no Brasil era alimentado assim até 2004. Contudo, a prática foi proibida, pois o gado geralmente se infectava com proteínas relacionadas à encefalopatia espongiforme bovina – a doença da vaca louca. Mas em países como os EUA, essa prática é permitida. Além disso, lá as aves comem olho, cérebro e intestino de boi, que acabam sendo ingeridos, juntos com fezes, pelos próprios bois.
Impressoras a laser são poluentes
De acordo com pesquisadores da Universidade de Queensland, na Austrália, 17 modelos de impressoras a laser, incluindo marcas como HP e Toshiba, emitem uma alta quantidade de partículas ultrafinas, que quando inaladas podem causar problemas cardíacos e respiratórios, assim como tumores.
A emissão de partículas varia muito de modelo para modelo, e não se sabe ainda a composição dessas partículas.
Não há problema em usar celulares no avião


Várias empresas aéreas já permitem o uso de celulares dentro de suas aeronaves, que parecem não cair por causa disso. Uma hipótese para a proibição do uso de celulares por parte de algumas empresas está na própria rede de telefone. Se você ligar para alguém em um avião (que voa muito alto e rápido), o sinal irá se espalhar por longas distâncias, o que prejudica bastante a sua qualidade e acaba congestionando a rede de telefonia. Nos aviões que são permitidos o uso, existe um dispositivo capaz de interceptar o sinal e direcioná-lo para satélites, evitando interferências e congestionamentos na rede.
Lâmpadas e iPhones possuem prazo de validade

De acordo com a própria Apple, a bateria do iPhone é capaz de suportar cerca de 400 ciclos completos de carga e descarga. Após ultrapassar esse limite, ela começar a perder desempenho até simplesmente deixar de funcionar. Isso é natural e inevitável em qualquer dispositivo eletrônico, contudo, a bateria do smartphone da Apple não é removível, fazendo o usuário a levar o equipamento à uma assistência, que acaba saindo quase o preço de um aparelho novo nos EUA (a troca de bateria sai US$80, e um aparelho novo US$90, com subsídio de operadores de telefonia), o que faz com que os usuário simplesmente descartem os aparelhos antigos e comprem versões mais recentes do smartphone.
Mas não é somente o iPhone que sai de fábrica com um “prazo de validade”. As lâmpadas incandescentes também. Elas possuem uma duração média de 1.000 horas, mas poderiam ter uma duração muito superior caso isso fosse de interesse das empresas. Em 1920, fabricantes de lâmpadas se reuniram para firmar um acordo para limitar a duração das lâmpadas. Embora a manipulação tenha sido descoberta em 1950, a duração delas continua limitada a 1.000 horas.

iPhone registra lugares onde você esteve

Embora não haja evidências de que esses dados sejam enviados para a Apple, eles ficam armazenados em um arquivo e são transferidos para o computador quando este é sincronizado com o iPhone. Qualquer que pessoa que tenha acesso ao computador sincronizado é capaz de acompanhar seus movimentos, onde quer que você esteve, minuto a minuto.
De acordo com a Apple, o smartphone não rastreia seu usuário, e essa técnica é somente usada para melhorar a precisão do GPS, que só funciona com a autorização do usuário.
EUA e Rússia têm vírus que podem devastar o mundo
No século passado, a varíola matou centenas de milhões de pessoas, e só foi erradicada com campanhas de vacinação no mundo todo. Embora o último caso tenha sido registrado em 1977, o vírus por trás da doença (Orthopoxvirus) está estocado em grandes quantidades nos EUA e Rússia, desde a Guerra Fria.
O arsenal norte-americano é mantido no Controle e Prevenção de Doenças, em Atlanta, e caso o vírus seja liberado acidentalmente ou em caso de guerra, traria terríveis consequências para a humanidade, já que a vacinação em massa foi interrompida há mais de 30 anos.
Além do vírus da varíola, os EUA também cultivam microrganismos ainda mais perigosos, como o da ebola e antraz. De acordo com o governo norte-americano, o objetivo é criar vacinas contra esses vírus.
Adoçante engorda mais que açúcar

Sempre que comemos ou tomamos algo calórico, como um suco, nosso organismo sabe que está ingerindo de fato algo bastante calórico. Quando tentamos enganá-lo adoçando algo com adoçante, na verdade causamos um “curto-circuito”. O corpo não obtém as calorias que esperava, e o cérebro dispara uma sensação de fome maior, fazendo o indivíduo comer mais. Em suma, mesmo sendo menos calóricos, os adoçantes causam um efeito colateral, que faz o indivíduo engordar.

Existe remédios na água da torneira


Quando ingerimos um medicamento, o organismo só aproveita cerca de 30% dele. O restante sai pela urina e fezes. Junto com elas, o medicamento vai embora pelo vaso sanitário. No entanto, os sistema de tratamento de água ainda não são preparados para retirar moléculas dos medicamentos, que acabam contaminando rios, lagos, reservatórios até retornar para a torneira. Resumindo, junto com a água da torneira que você pode ingerir, você também está ingerindo indiretamente substâncias de remédios excretadas por outros indivíduos, claro que em uma quantidade muito pequena. Não há provas de que isso pode causar danos à saúde humana.

Uma máquina controla a atmosfera do mundo

Trata-se do HARRP (Programa de Investigação de Alta Frequência da Aurora). Trata-se de uma instalação localizada no estado do Alasca com 180 antenas e 360 transmissores de rádio. O HAARP emite ondas eletromagnéticas absorvidas pela ionosfera, alterando o comportamento da atmosfera.
De acordo com o governo dos EUA, o objetivo da instalação é estudar a ionosfera, visando melhorar sistemas de comunicação e vigilância, para uso civil e militar.
Contudo, muitos pesquisadores afirmam que o HAARP possui o poder de alterar o clima global, criando grandes furacões, tempestades, tsunamis e terremotos. [Revista Superinteressante]
Vi no Mistérios do Mundo

Read more: http://www.cristaoconfuso.com/2013/02/16-coisas-que-eles-nao-querem-que-voce.html#ixzz2LebpQS4D

2 comentários:

Casal 20 disse...

É este nosso mundo tenebroso... Fiquei preocupado com a falta do chocolate, vou começar a estocar rsrsrs Abraços!

L.T disse...

Pois é pastor Anselmo, tem uma conhecida, que de tanto tomar refrigerante a tal da Coca-Cola que ela era viciada todos os dias, de tanto tomar este refrigerante seu estomago furou em vários lugares ela teve que fazer cirurgia, já faz cinco meses que ela não consegui comer comida sólida, somente sopa .
Não para nada no seu estomago, foi destruído pela tal de Coca-Cola.
Mas tem mais coisa que faz mal ao ser humano, a língua venenosa, que fala mal e deseja mal ao seu próximo! Está aí ninguém consegue domar, nenhum médico!
Só Deus!

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲