Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vencendo a Estagnação Espiritual

Uma sala escura que tenha um cheiro ruim, próximo a podridão. Sozinho aqui, sua mente vagueia em nenhum e em todos os lugares ao mesmo tempo. Um sentimento de medo, solidão ou um calafrio. Um sentimento de sucção em seu intestino como se você estivesse com fome, mas você não tem certeza. Poderia ser apenas ansiedade. Tudo isso aconteceu por uma experiência aguda de separação de Deus. Uma espécie de ansiedade espiritual. Os puritanos descrevem esse sentimento com a expressão “a noite escura da alma.” Eles sabiam muito bem sobre o mal da depressão espiritual.
Estagnação espiritual é um problema que vai bombardear todos em um ponto ou outro. Depressão, medo e ansiedade brotam, porque nos sentimos ”separados” de Deus, da graça. Sentimo-nos sozinhos, pecaminosos, sujos e mal-amados ou talvez sem amor.
Parte da razão da depressão espiritual ocorre, estou convencido, porque temos uma visão bíblica errada de mudança. Vamos a Deus e pedimos formas de superar nossos problemas, nossas preocupações. Olhamos para nós mesmos e nossos problemas e, em seguida, para a palavra de Deus procurando por ajuda para eles. Estando perdidos em nossos problemas, procuramos a ajuda de Deus.
Sem se apressar demais, pode-se admitir que há um misto de bem e mal nessa receita. O bem vem quando buscamos a Deus em nossas aflições. O mal acontece quando tentamos encontrar um “truque” para vencer a depressão espiritual. Esses truques estão por vezes escondidos sob o disfarce de ”praticidade” ou “ajuda prática” na Escritura.
"Às vezes, porém, ler a Bíblia para alcançar a ajuda “prática” ou procurar apenas o que é “prático” (uma palavra muito popular nos dias de hoje) se torna um calcanhar de Aquiles para atletas espirituais."

O que parece prometer esperança resulta em mais frustração. Estas ajudas esmagam o esterno do corredor causando desesperados suspiros pelo ar em vez da prometida energia das chamadas promessas práticas.
Por favor, não entenda mal o que está sendo dito. A Bíblia fala de muitos caminhos práticos. Quando se fala deste modo, um crente deve aceitar esta ajuda prática.
Isso é o que eu quero dizer. Embora possa ser apropriado em alguns lugares encontrar sabedoria para a vida (cf. Provérbios) e muitas lições de moral possam ser aprendidas a partir da Escritura (cf. 1 Cor 10.6,11), essa realmente não é a principal maneira em que crescemos à imagem de Cristo. Este não é o caminho que Deus normalmente nos puxa para fora da lama e nos lava, nos limpa, enquanto nos introduz ao contentamento espiritual.
O crescimento na graça e sentimentos de intimidade com Deus surgem por contemplar a glória de Deus enquanto se vê Cristo na Palavra, através do Espírito. As três seguintes proposições são para mostrar como os crentes podem tanto crescer em santidade e quanto sentirem-se seguros na graça de Deus.

 

Primeiro, as pessoas mudam por contemplar a glória de Deus. Hoje, a razão pela qual Israel permanece sem transformação interna é porque eles leem a Palavra de Deus com um véu sobre seus olhos (2 Coríntios 3.14). Para os crentes, no entanto, Paulo escreve que “todos nós, que com a face descoberta contemplamos a glória do Senhor, segundo a sua imagem estamos sendo transformados com glória cada vez maior, a qual vem do Senhor, que é o Espírito”(2 Coríntios 3.18). Em outras palavras, é através de “contemplar a glória do Senhor” que os crentes são ”transformados” de glória em glória. Glória muda as pessoas.

Em segundo lugar, contemplar a glória de Deus significa contemplar Cristo que revela Deus completamente. Paulo continua a explicar em 2 Coríntios 4.6, “Pois Deus que disse: ‘Das trevas resplandeça a luz’, ele mesmo brilhou em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus na face de Cristo”. Em suma, a glória de Deus resplandece na face de Cristo. Isto porque Jesus revelou Deus na sua encarnação (cf. João 1.14,18).

Em terceiro lugar, mudar por contemplar a glória de Deus através de Cristo significa que devemos ser fascinados pela palavra de Deus. Desde que Cristo subiu ao céu, a maneira de ver a glória brilhando em sua face é através da sua Palavra. Assim, Hebreus 1.2-3a diz “mas nestes últimos dias falou-nos por meio do Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas e por meio de quem fez o universo. O Filho é o resplendor da glória de Deus e a expressão exata do seu ser, sustentando todas as coisas por sua palavra poderosa”. O esplendor da glória de Deus falou-nos nestes últimos dias. E este brilho é Jesus Cristo, cujas palavras devem habitar em nossos corações (cf. Col 3.16). A maneira de acessar a glória de Deus é encontrar Cristo através da sua Palavra, a Escritura, como o Espírito nos une ao Filho através de nossa meditação sobre ele (cf. João 16.13-14).
O que isto significa “na prática” é que devemos estudar a palavra de Deus para descobrir o que ele diz além do que encontramos ao buscar nas chamadas lições “práticas” Isso não significa que não devemos aprender lições práticas. Certamente deveríamos. Significa simplesmente que lemos as Escrituras para ver a glória de Deus na face de Cristo em primeiro lugar. Esta pode ser a principal forma de ultrapassar a sua crise espiritual. É afastando-se da lista de faça e não-faça, e movendo-se em direção a uma compreensão profunda da Palavra de Deus.
A direção para a qual eu quero levar isso é estudar o Antigo Testamento. Uma vez que Jesus cumpre todo o Antigo Testamento (Mateus 5.17-20), uma maneira muitas vezes esquecida é observar glorioso plano de redenção de Deus e, assim, contemplar a glória de Deus através da leitura do Antigo Testamento. É aqui que o plano de desdobramento de Deus pode ser compreendido: ao entender a Escritura de Deus, a melhor forma de compreender o significado da obra de Cristo. Desta forma, o rosto de Cristo brilha sobre nós através do Velho Testamento.
É triste que tantos cristãos leem só o Novo Testamento, quando o glorioso plano da redenção de Deus que se realiza em Cristo é dramaticamente observado no Antigo Testamento.
Para colocar as coisas de formas simples: pare de ler as Escrituras para resolver seus problemas e comece a ler as Escrituras para contemplar a glória de Deus na face de Cristo; e, enquanto você entende as Escrituras através do Espírito, começará a sair de seus problemas. Você será transformado de glória em glória e recuperará aquele contentamento e sentimento de segurança que são prometidos pelo Senhor aos cristãos. E para mim, a leitura, especialmente do Antigo Testamento, ajuda a crescer espiritualmente.
 por Wyatt Graham  Fonte: Iprodigo
Traduzido por Josie Lima | iPródigo | original aqui

1 comentários:

António Jesus Batalha disse...

Amados, entrei no seu abençoado blog, e verifiquei que aqui há vida, e que o amor de Jesus impera.
Dou-lhe os parabéns por este belo blog, que é mais uma ferramenta para levar a Palavra de Deus.
Vim também para desejar-vos um Ano Novo seja cheio de grandes vitórias em Cristo Jesus.
Fique na paz de Jesus.
António Batalha.

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲