Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 razões práticas para estudar Escatologia

Harold Camping tem muito a responder por suas opiniões bizarras sobre o fim do mundo. E isso tem aumentado o ceticismo, mesmo entre os cristãos, sobre o valor de estudar escatologia. Deixe-me tentar ganhá-lo de volta oferecendo 6 razões práticas para estudar os ensinos da Bíblia sobre os últimos tempos.

1. Escatologia nos ajuda a ensinar na Igreja.

A Igreja precisa ser ensinada sobre esse assunto, não apenas porque a negligência produz um vácuo perigoso, mas também porque a escatologia é o ponto crucial e a coroa da teologia sistemática. Como Kuyper disse, ela lança luz sobre todas as doutrinas e responde questões que qualquer outro assunto teológico levanta. Louis Berkhof escreveu:
 Na teologia [própria] a questão é sobre como Deus é final e perfeitamente glorificado na obra das Suas mãos, e como o conselho de Deus se realiza plenamente; na antropologia, há a questão sobre como a perturbadora influência do pecado é dominada completamente; na cristologia, é a questão sobre como a obra de Cristo é coroada com a vitória perfeita; na soteriologia, há a questão sobre como a obra do Espírito Santo por fim resulta na completa redenção e glorificação do povo de Deus; e na eclesiologia, a questão da apoteose final da igreja. (Teologia Sistemática, p. 661)

 2. Escatologia nos ajuda a adorar a Deus.

Adoração deveria ser o fim de toda a teologia, especialmente da escatologia. Quando pensamos na ressurreição, na derrota de Satanás, no julgamento final e perfeito, no novo céu e nova terra, e na união eterna entre Cristo e sua Igreja, nós certamente não podemos deixar de amplificar nossa adoração à Deus. Se nossa escatologia não resulta em uma maior adoração à Deus, ou nós estamos errados ou estamos nos aproximando da verdade no espírito errado.

3. Escatologia nos ajuda a servir com zelo.

O fato de que o fim está próximo não deveria nos tornar servos passivos aguardando o inevitável, nem sermos induzidos a uma inércia fatalista. Em vez disso, o Novo Testamento relaciona o fim iminente de todas as coisas ao serviço zeloso. Quando consideramos nossa grande esperança, a bem-aventurança eterna do céu, e a grande necessidade de nossos amigos pecadores, devemos ser motivados com maior paixão pelas almas dos perdidos e pela glória de Deus.

4. Escatologia nos ajuda a ter esperança em meio aos problemas.

Às vezes, igrejas e cristãos enfrentam provações das quais eles não serão agraciados enquanto estão aqui na terra. Em meio a doenças, dores e injustiças é vital ter uma esperança viva de vida na ressurreição. Somente isso servirá para nutrir a perseverança fiel até o fim.

5. Escatologia nos ajuda a estar preparados para o julgamento.

Uma das razões por que poucos estão prontos para o julgamento é que a maioria não sabe que haverá um julgamento. Além de estarmos preparados, escatologia deve nos motivar a ajudar os outros a se prepararem também. Enquanto a obsessão pelas últimas coisas é perigosa, a omissão é ainda mais.

6. Escatologia nos ajuda a olhar para a frente: o Céu

Infelizmente, mesmo para os cristãos, a preocupação com o mundo presente sufoca o interesse no mundo por vir. Escatologia mantém estas verdades vitais e finais à nossa frente e nos encoraja a olhar além deste mundo: para o céu na vida eterna com Cristo e o Seu povo.
Por  David Murray  Fonte: IPródigo
Traduzido por André Carvalho | iPródigo.com | Original aqui

2 comentários:

Braga disse...

Uma nação vai guerrear contra outra, e um país atacará outro. Em vários lugares haverá tremores de terra e falta de alimentos. Essas coisas serão como as primeiras dores de um parto. Marcos 13:8

Os estudiosos de escatologia já contam com uma nova ferramenta, é o projeto Sinais do Tempo Presente ( http://www.sinaisdotempo.com.br ) que faz o acompanhamento dos sinais com potencial apocalíptico em tempo real.

Pr. Anselmo Melo disse...

Obrigado Braga por comentar e deixar a informação sobre o site.Tenha um ótimo dia.Paz!

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲