27/07/2016

As posições pré, meso e pós-tribulacionista para o arrebatamento


As posições pré, meso e pós-tribulacionista para o arrebatamento.

Nesse estudo, adotamos a posição pré-Tribulacionista para o momento do Arrebatamento, que é considerada a posição mais biblicamente correta e condicente com a seqüência dos acontecimentos pertinentes ao final dos tempos. A preocupação é estar sempre de acordo com a Bíblia no tocante à seqüência cronológica dos eventos que marcam a Volta de Jesus Cristo. Queremos deixar claro que respeitamos outras posições quanto ao Arrebatamento, porém adotamos esta como a mais sensata para a seqüência dos acontecimentos no final dos tempos.


Apresentamos, a seguir, as posições pré, meso e pós-Tribulacionista para a ocasião do Arrebatamento.

O Arrebatamento pré-Tribulacionista1

O Arrebatamento pré-Tribulacionista se baseia no cumprimento da 70ª. semana de Daniel, quando o anticristo fará um acordo de paz com Israel, imediatamente iniciando o período de sete anos de Tribulação. Antes desse período, a Igreja de Jesus Cristo é ressuscitada e arrebatada com todos os seus santos vivos e levada à casa do Pai (João 14:1-3), julgada e recompensada por suas boas obras (2 Coríntios 5:10).
Após os sete anos de Tribulação, Jesus Cristo retorna em seu Aparecimento Glorioso e destrói o anticristo e o falso profeta, prende Satanás por mil anos (Apocalipse 20:3) e estabelece o governo milenar.


Arrebatamento algum tempo logo antes da Tribulação (1 Ts 4:13-17)

















Era da Igreja
Eternidade


3 1/2 anos
1/2 semana de Daniel 9:27
3 1/2 anos
1/2 semana de Daniel 9:27 = 1 tempo + tempos + 1/2 tempo (Ap 12:14)


Primeira vinda de Cristo







O anticristo quebra o acordo de paz, profana o templo (2 Ts 2:3-4)
Começa a Grande Tribulação




A acordo do antricristo com Israel (Dn 9:27)

O aparecimento glorioso de Cristo (Ap 19:11)











Seguem alguns dos motivos que justificam que o Arrebatamento Pré-Tribulacionista é a posição mais correta de ser aceita:
  • A Palavra nos diz claramente em Mateus 3:7, Lucas 3:7 e 1 Tessalonicenses 1:10 que os cristãos são salvos da "ira futura" (um dos termos usados para denominar a Tribulação)
  • A Palavra também nos diz em Apocalipse 3:10, Romanos 5:9, 1 Tessalonicenses 1:10 e 5:9 que os cristãos serão protegidos da "hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra". Essa tentação ainda não aconteceu, mesmo sabendo que atualmente o mundo viva sob uma opressão como nunca antes houve na história da humanidade. A igreja ainda está aqui na terra, orando e guerreando. A tentação referida nos versículos acima se refere a uma opressão ainda mais intensa, que só ocorrerá depois que a Igreja for retirada da terra, por ocasião do Arrebatamento
  • O ponto de vista pré-Tribulacionista é o mais lógico da Bíblia no que se refere à Segunda Vinda de Cristo sempre que tomamos o significado das profecias de maneira simples e literal
  • A posição pré-Tribulacionista do Arrebatamento é a única que distingue claramente a Igreja de Israel. A Igreja aparece até Apocalipse 4:3, depois o livro de Apocalipse mostra o foco principal durante a Tribulação, que é Israel. Somente em Apocalipse 18:24 vemos a Igreja retornando (após os sete anos de Tribulação)
  • Apenas a posição pré-tribulacionista preserva o poder motivador do retorno iminente de Cristo, que era o grande desafio da Igreja primitiva
  • Em João 14:1-3, Atos 1:11, 1 Coríntios 15:52-52, Filipenses 3:20, Colossenses 3:4, entre outras passagens, os apóstolos ensinaram que Cristo poderia retornar a qualquer momento. Sem tal expectativa, a Igreja perde o foco espiritual e tem a tendência de se tornar morta
  • A posição pré-tribulacionista é a única distingue claramente entre Israel e a Igreja
  • O ponto de vista pré-tribulacionista mantém a certeza da Palavra de que os cristãos serão guardados da Tribulação.
Existem ainda mais razões pelas quais se justifica o Arrebatamento pré-Tribulacionista como a posição mais correta biblicamente de ser aceita.

O Arrebatamento meso-Tribulacionista1

O Arrebatamento meso-Tribulacionista é parecido ao pré-Tribulacionista, porém assume que o Arrebatamento ocorrerá no meio da Tribulação, tomando como base Mateus 24:15,21 e Apocalipse 11:12.
Neste ponto de vista, a Igreja passaria pela ira e a perseguição do anticristo na primeira metade da Tribulação. A posição meso-Tribulacionista usa a profecia das duas testemunhas em Apocalipse 11 para apontar que o Arrebatamento ocorreria no meio da Tribulação: 

Apocalipse 11:12
  • "E [as duas testemunhas] ouviram uma grande voz do céu, que lhes dizia: Subi para aqui. E subiram ao céu em uma nuvem; e os seus inimigos os viram."














  • Era da Igreja
    Eternidade


    3 1/2 anos
    1/2 semana de Daniel 9:27
    3 1/2 anos
    1/2 semana de Daniel 9:27


    Primeira vinda de Cristo







    Arrebatamento ocorreria no meio da Tribulação (1 Ts 4:13-17)




    A acordo do antricristo com Israel (Dn 9:27)

    O aparecimento glorioso de Cristo (Ap 19:11)













    Porém, a posição meso-Tribulacionista tenta se justificar usando os seguintes argumentos:
  • O termo "Subi para aqui" de Apocalipse 11 seria o momento do Arrebatamento da Igreja, mas nesse versículo fica claro que quem sobe são somente as duas testemunhas, e não a Igreja como um todo
  • Apocalipse 12:14 estaria em seqüência cronológica a Apocalipse 11 quando diz "um tempo, tempo e metade de um tempo" (42 meses = 3,5 anos) e seria a justificativa de que após o Arrebatamento haveriam somente mais 3,5 anos de Tribulação. Tal conclusão é incorreta porque a Igreja já não é mencionada entre Apocalipse 4 e 18 (o Arrebatamento já ocorreu). Apocalipse 12 marca o meio da Tribulação, mas já sem a Igreja nesse cenário
A posição meso-Tribulacionista não é considerada biblicamente correta pois nega vários versículos bíblicos que garantem que Deus guardará a Igreja da Sua Ira durante a Tribulação2. Clique aqui para saber quais são estes versículos. Outro fator importante é que a Bíblia jamais afirma em lugar nenhum que o anticristo deveria vir primeiro para que o Arrebatamento acontecesse. Basta olhar o gráfico acima para concluir que se a Igreja fosse arrebatada no meio da Tribulação, o anticristo já estaria presente e governando.
Portanto, a posição meso-Tribulacionista para o Arrebatamento não é a mais correta de ser aceita.

O Arrebatamento pós-Tribulacionista2

No Arrebatamento pós-Tribulacionista, o Arrebatamento e o Aparecimento Glorioso de Cristo se fundem em um só evento. Em outras palavras, a posição pós-Tribulacionista não considera o Arrebatamento e o Aparecimento Glorioso de Cristo como dois eventos distintos.
O conceito do pós-Tribulacionismo se apóia na identificação incorreta da Igreja como sendo os santos da Tribulação3, sendo que os santos da Tribulação se referem aos convertidos após o Arrebatamento, quando não há mais Igreja sobre a terra. Ou seja, para a posição pós-Tribulacionista, a Igreja passaria por todo o período de Trbulação, mas em seu final seria arrebatada, com a segunda Vinda de Cristo. Não existe nenhuma passagem bíblica que justifique este argumento e por isso, esta posição tem sido freqüentemente refutada.












Era da Igreja
Eternidade

3 1/2 anos
3 1/2 anos


Primeira vinda de Cristo










A acordo do antricristo com Israel (Dn 9:27)

Arrebatamento ocorreria somente no fim da Tribulação (Ap 19:11)


O pós-Tribulacionismo ensina que, como a Igreja é avisada de que sofrerá perseguições e tribulações, então fatalmente ela passaria pelo período de Tribulação2. Tal fato nega as promessas do Senhor de livrar a Igreja da Tribulação e além disso também não distingue a Igreja de Israel. Entre Apocalipse 4 e 18, a Igreja está claramente ausente e o foco de perseguição do anticristo passa a ser Israel.
Portanto, a posição pós-Tribulacionista não é biblicamente correta para ser aceita.

Conclusões

Apenas estamos explicando aqui os argumentos bíblicos para se adotar o Arrebatamento pré-Tribulacionista como sendo o mais biblicamente correto. Mas tudo isso não é o mais importante.
Seja qual for a posição do Arrebatamento (pré, meso ou pós-Tribulacionista), fato é que estamos na iminência de Jesus voltar, e temos muito trabalho a fazer, que começa por santificarmos nossas próprias vidas, restaurarmos a Noiva (a Igreja) e pregar o evangelho a todo ser humano que ainda não teve a oportunidade de escutar o evangelho uma vez sequer.
Temos que adornar e preparar a Noiva para receber o Noivo dignamente em sua volta.

Bibliografia

1 LAHAYE, Tim. Motivos para crer no arrebatamento pré-tribulacionista. Bíblia de estudo profética. 1.ed. São Paulo: Editora Hagnos, 2006. p.1271-1274.
2 BENWARE, Paul. A ocasião do arrebatamento. Bíblia de estudo profética. 1.ed. São Paulo: Editora Hagnos, 2006. p.1114.
3 COUCH, Mal. Postribulationism and 2 Thessalonians 2:1-12. 2002 Pre-Trib Study Group from Pre-Trib Research Center, 2002. URL: http://www.pre-trib.org/article-view.php?id=119.
Fonte: Tempodofim.com



Author Image

Anselmo Melo
Anselmo Melo, Carioca, casado e pai de três filhos (herança do Senhor). Pastor Evangélico e empresário. Moro atualmente no Estado de São Paulo onde pastoreio a Igreja de Nova Vida em Limeira. Sou fundador e presidente da Associação Projeto Resgate Vida.

8 comentários:

  1. Irmão, por que levantar tantas dúvidas em questões tão faceis de se entender, criar coisas que não existiam até 1802. Dizer que "pós-tribulacionista" não tem BASE BÍBLICA? Vou ser bem claro na afirmação e espero que o YAHWÉH toque em seu coração para a VERDADE, pois muitos vão se frustrar com o que não vai acontecer antes da GRANDE TRIBULAÇÃO. Vamos lá.
    Você cita 1 Tes 4.13-17. Ai nesses texto diz: AO SOM DA TROMBETA DE DEUS. E em 1 Cor 15.52: AO SOAR DA ULTIMA TROMBETA. A ultima trombeta só toca no final da GRANDE TRIBULAÇÃO. Mateus 24 diz: No final da aflição daqueles dias o SENHOR recolherá seus escolhidos nos quatro cantos da terra. Daniel 12.11-13, faça a conta dos dias nessa passagem. E digo mais, 2 TS 2 diz: Nossa reunião com ELE não acontecerá sem que antes venha a APOSTASIA E SE MANIFESTE O FILHO DO PECADO. Textos bem claros sobre a vinda de YESHUA. Agora eu digo: "pré-tribulacionista" NÃO EXISTE UM TEXTO BÍBLICO QUE SUSTENTE ISSO. Acordem irmãos meditem dia e noite na PALAVRA, como Paulo nos diz. Espero ter ajudado.

    Ass:Wagner.

    ResponderExcluir
  2. EXTREMAMENTE IMPORTANTE PARA OS CRISTÃOS

    Para o grande rebanho de Deus, das Igrejas Evangélicas do Brasil, se faça saber e conhecer que:

    Todos aqueles que acreditam na teoria inventada do ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA estão sendo enganados e mentidos.
    A teoria do PRÉ-TRIBULACIONISMO é um dos maiores enganos existentes entre os CRISTÃOS no mundo inteiro.

    A Bíblia Sagrada AFIRMA E CONFIRMA que o Arrebatamento dar-se-á após a primeira RESSURREIÇÃO e próximo ao final da Grande Tribulação. E a primeira RESSURREIÇÃO será no último dia.
    Todas estas teorias baratas e falsas dos pré-tribulacionistas são para vender ilusões, mentiras e enganos a muitos CRISTÃOS.

    MANDEM VIR TODOS ESTES FALSOS PROFETAS DO PRÉ-TRIBULACIONISMO, TER UMA AULA COMPLETA DO QUE VERDADEIRAMENTE DIZ A BÍBLIA SAGRADA EXATAMENTE COMO ESTÁ CUMPRINDO-SE, COM UM SERVO DO SENHOR, ESCOLHIDO POR DEUS, QUE INSTRUIU-ME, ESCOLHEU-ME E DEU-ME CONHECIMENTO E SABEDORIA DESDE 1989 SOBRE AS PROFECIAS DA BÍBLIA SAGRADA.

    Para as Igrejas chega de mundanismo. Chega de formalismo.
    A mensagem sobre o tempo do fim não é bem como está sendo grandemente anunciado.
    A Grande Tribulação está muito próxima de iniciar e grandes perseguições sobrevirão a todos os CRISTÃOS. Tempo da IRA DAS NAÇÕES sobre toda a humanidade.
    PREPAREM-SE A “MEIA NOITE” ESTÁ CHEGANDO.
    Os verdadeiros Cristãos serão intensamente provados e muitos pela fé, serão preservados, até o último dia (último ano), momento da VINDA DE JESUS CRISTO, quando dar-se-á a PRIMEIRA RESSURREIÇÃO GERAL DOS SALVOS, seguido do ARREBATAMENTO DOS CRISTÃOS que ainda permanecerem vivos até aquele momento. Então, desencadear-se-á a GRANDE IRA DE DEUS sobre o mundo inteiro.

    Deus permitiu-me abrir muitas datas proféticas escritas na Bíblia Sagrada extremamente importantes, com absoluta exatidão, que nunca antes foram abertas.

    Nome: FLÁVIO GUEDES.
    Email: homem_virtual_mr@hotmail.com
    Facebook: Flávio Guedes
    Msn: homem_virtual_mr@hotmail.com
    Twitter: @_flavioguedes

    ResponderExcluir
  3. Que vc seja Pré tribulacionista é um direito que te assiste, então discorra apenas sobre isso. Sua explanação sobre as três correntes teológicas foi tendenciosa e sem fundamento das duas que vc não crê, chegando a desmerece-las. Portanto é bom que fale somente do que vc crê. Ficou feio o "estudo" tendencioso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CRIS. O que ficou feio foi você criticar o artigo e não acrescentar nada de útil ao texto. O campo separado aqui para os comentários é grande o suficiente para você ponderar e postar aquilo que considerou equivocado. Porque não o fez?

      Excluir
  4. Bom dia!
    JESUS VIRÁ MESMO EM DUAS FASES (uma secreta e outra visível p/ o mundo)???

    A teoria da vinda de Jesus "EM DUAS FASES OU ETAPAS, é mais uma das muitas interpretações forçadas da teologia Pré-tribulacionista, a qual, nos últimos dias causará grande confusão e prejuízo às almas que lhes deram crédito (Mat. 24:10).
    As Escrituras são claras: Todas as profecias de cunho escatológico do A.T e do N.T. tem anunciado que Jesus nos últimos dias, virá do céu SOMENTE MAIS UMA VEZ; confira a seguir:

    ANTIGO TESTAMENTO
    -ADÃO, (figura do último Adão - o Cristo) foi criado (veio ao mundo) não em duas fases, mas apenas "UMA ÚNICA VEZ" (Gen. 1:26-27).

    -O DILÚVIO, (figura de Cristo – Mat. 24:39), veio sobre a terra não em duas fases, mas apenas "UMA ÚNICA VEZ" (Gen. 7:11). Aliás, o próprio Cristo afirmou que a sua vinda seria como nos dias de Noé (Mat. 24:37); idem como O ÚNICO Diluvio ocorrido.

    -MOISÉS, o libertador de Israel(figura de Cristo) foi enviado ao Egito (figura do mundo), não em duas fases, mas apenas "UMA ÚNICA VEZ" (Exo. 3:10), retirando todos os Hebreus de lá, uma só vez.

    -DANIEL, na visão da estátua de Nabucodonosor, apresentou a vinda do Messias (a Pedra), não em duas fases, mas apenas "UMA ÚNICA VEZ", e depois dos dias da besta (império do ventre e coxas de cobre - Dan. 2:32), e do anticristo - império das pernas de ferro e pés de ferro e barro (Dan. 2:34).

    -DANIEL, novamente na visão dos quatro animais simbólicos, apresentou a vinda do Messias (a Pedra) não em duas fases, mas apenas "UMA ÚNICA VEZ" (Dan. 7:13); também, depois dos dias da besta (semelhante ao leopardo - Dan. 7:6), e do anticristo - o animal terrível e espantoso (Dan. 7:7).

    NOVO TESTAMENTO:
    -JESUS, ensinou à Igreja, a sequência tribulacional quase completa (menos o dia da sua Ira), em seus três primeiros evangelhos: Mateus 24; Marcos 13 e Lucas 21, sem jamais mencionar neles, alguma vinda em duas fases; senão apenas, "UMA ÚNICA VEZ" (Mat. 24:30; Mc. 13:26 e Luc. 21:27), e somente após os dias da besta e do anticristo, colocando o arrebatamento depois desses dias (Mat. 24:31).

    -PAULO, ensinou a vinda do Senhor não em duas fases, mas apenas "UMA ÚNICA VEZ", precedida pela a apostasia - besta e o filho da perdição - anticristo - 2Tes. 2:1 a 4; e o arrebatamento, somente depois desses dias, ante (nos dias) da última trombeta (1Cor. 15:51-52).

    -JOÃO, apresentou a vinda do Senhor, não em duas fases, senão "UMA ÚNICA VEZ" em cumprimento ao Sexto Selo (Apoc. 6:12 a 17), também precedida pela besta (cavaleiro do cavalo preto) e o anticristo (cavaleiro do cavalo amarelo); e o arrebatamento depois desse tempo, nos dias da Sétima e Última Trombeta (Apoc. 10:7 – 11:15 e 18).

    Conforme todas as Escrituras anunciaram desde a fundação do mundo, muitas vezes e de muitas maneiras (Isa. 46:10); tanto pelos profetas do A.T. como por Jesus e seus discípulos no N.T. que Ele virá do céu (Trono de Deus à terra) somente mais "UMA VEZ"...

    “...VIREI OUTRA VEZ...” João 14:3 (não disse outras vezes).

    Porem, os estudiosos das profecias em seu desconhecimento bíblico, através dos tempos tem vituperado a tão cristalina sequencia escatológica, em prol das suas teorias hereges, trazendo prejuízo às suas miseráveis almas, bem como às almas daqueles que confiam em suas teorias mirabolantes.
    Porém, a nossa oração é que Deus, venha lhes abrir os olhos espirituais, antes da chegada da grande noite espiritual, afim de não se repetir o acontecimento idêntico das cinco virgens néscias quando chegou a meia noite: Elas quiseram corrigir seu erro doutrinário, MAS, JÁ ERA TARDE DEMAIS (Mat. 25:5-6).

    Jaime e Júlio – Curitiba Pr. Estudos escatológicos e gráficos sem os erros teológicos – Pré, Meso e Pós-tribulacionistas sistemáticos. - E-mail: Jaime.ap@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. apsjc.
    O corpo, o povo, o israelita é aquele que faz a vontade de Deus. Grande parte da confusão gerada por J.Darby e Scofield ao criar a doutrina humana do dispensacionalismo pré-tribulacionista está NA DIVISÃO DO CORPO DE CRISTO ENTRE ISRAEL E A IGREJA. Os descendente, o povo, a família, o "pai/mãe/irmãos" de jesus é aquele que faz a vontade do Pai. veja isso no estudo "O CORPO DE CRISTO E O POVO DO SENHOR E SOMENTE UM" EM www.revelacaodabiblia.com.br
    O senhor disse que virá depois da grande tribulação: vejam isso.
    MATEUS 24:29,30,31 E, logo depois da aflição daqueles dias,... 30...Verão o Filho do homem... 31 E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus;
    MARCOS 13:19... Porque naqueles dias haverá uma aflição tal,... 24... Depois daquela aflição,... 26 E então verão vir o Filho do homem nas nuvens...
    JESUS VEM AO SOM DA SÉTIMA TROMBETA VEJA:
    APOCALIPSE 10:6... Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos;
    I CORÍNTIOS 15:52 Num momento, num abrir e fechar de olhos, “ante” a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.
    PRE-TRIBULAÇÃO E MID-TRIBULAÇÃO SÃO ADULTERAÇÕES DA PROFECIA E SUJEITA QUEM PREGA ISSO TER O NOME RISCADO DO LIVRO DA VIDA. VEJA
    APOCALIPSE 22:18,19 Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele às pragas que estão escritas neste livro; 19 E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.
    TENHO dois estudos somando mais de trezentas e cinquenta paginas abordando o tema arrebatamento e um terceiro sobre o corpo único de Cristo. acesse os em www.revelacaodabiblia.com.br ("ARREBATAMENTO SERA DEPOIS DA GRANDE TRIBULAÇÃO", "O MARANATA DE JESUS E ASSUNTOS CORRELACIONADOS").
    Não se deixe enganar, como disse Paulo, e não se deixe condenar. Rejeite qualquer pregação diferente do que Jesus ensinou. Ele ensinou que virá depois da grande tribulação, portanto, PÓS-TRIBULAÇÃO é a verdade sobre a segunda vinda de Jesus.
    APSJC

    ResponderExcluir
  6. Para melhor entendimento é só olhar para as festas. Zacarias tb! Ap. 11 As duas testemunhas!!!! Não da pra entender DANIEL sem conhecer as festas. Como vcs acham q Paulo entendeu? Como Paulo achou o toque da Última trombeta, é óbvio q ele estudou a torá.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante,
Você pode elogiar ou criticar, observe apenas:

1-Não publicamos criticas de ANÔNIMOS e nem comentários que não estejam relacionados com o assunto.

2-Baixarias e palavrões também não.

3-Nem todas as publicações são de minha autoria e o fato de estarem aqui não implica necessariamente em que eu concorde com todo o teor do post.

4- Quer ser respeitado? Mostre respeito!