Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A casa do pão sem pão

Num determinado ponto da viagem notei a enorme placa na encosta da montanha que anunciava sobre a Casa do pão a uns quilômetros naquela rodovia. O painel era grande e bonito, o que fez me ainda mais interessado em comprar alguns exemplares. Pensei no famoso e irresistível pão caseiro, e porque não saborear naquela tarde um crocante pão de queijo? Ah, já que é “casa do pão” não vai deixar de ter o pão de alho e o pão doce recheado com coco, goiabada ou doce de leite. Quando entrei dentro da “casa do pão”, além de não sentir cheiro de pão, o que muito caracteriza sua presença em qualquer ambiente, logo notei que não era apenas casa para possíveis pães, pois havia tudo que um bom posto de conveniência oferece. O problema foi que a única coisa que não tinha na “casa do pão” era pão.
A princípio me senti vítima de propaganda enganosa, absurdo, contraste, paradoxo. Sai da casa do pão como entrei: sem pão. Não achar pão na casa que diz ser dele, é como não ver noivos no dia das núpcias.
Ao entrar no carro e seguir viagem comecei a pensar num monte de coisas que podem estar parecendo com esse negócio de embalagem sem produto. Já pensou uma Igreja de Deus sem Ele? Um homem de Deus sem o Deus do homem? Um natal sem o aniversariante? Oração sem fé? Poder sem autoridade ou....? Pois é, acho que tem tanta gente alegre sem alegria; pessoa bonita sem beleza, rica sem dinheiro, sabida sem sabedoria, etc. Acho que dá pra pensar no nosso amigo mineirinho que gosta de chamar tudo de trem, mas um dia dentro do trem, notei que ele chamava o TREM de coisa. Nossa! Tanta casa de cristão com livros, hinários, lenços, rosas e pedras ungidas, mas será que Cristo está lá ou continua batendo na porta? 


Sardes, uma das sete igrejas apocalípticas, fora exortada pelo fato de ter nome de viva. Era possível encontrar nela muito do que nem precisaria numa igreja. O que ela mais pregava não tinha: VIDA. Apoc. 3:1. Meu pai gosta de falar duma igreja onde o porteiro impediu que um menino entrasse pelo fato dele estar muito sujo. Chorando, o garoto sentou-se na calçada, quando chegou um cidadão e perguntou-lhe pelo motivo do choro. - É que não me deixaram entrar na igreja. - Não fique triste filho - respondeu o homem- eu também não tenho podido entrar ai há muito tempo. Ao falar isso logo desapareceu. Certamente era o Senhor Jesus para falar o mesmo que pode estar falando de muitos lugares que têm e fazem tanto em seu nome, mas não tem a sua pessoa: Casa do pão sem pão.
Mundo capetalista, esposo de mulher, mas sem a tal, esposa de marido vivo-morto, filhos de pais, mas sem eles.

Jesus, o pão vivo que desceu do céu, é o maior milagre da multiplicação de si mesmo, pelo fato de se revelar naqueles que o aceitam. (João 6:32).
Quando participamos da ceia do Senhor estamos confirmando a causa e o efeito duma ação divina que supriu nossa fome numa padaria com pão.
O restaurante não precisa ser bonito, mas a comida pode e deve ser agradável, a menos que alguém queira pagar apenas pelo que se é e não pelo que se tem. O grande método, a maior estratégia para atrair pessoas que se sentirão satisfeitas e realizadas, está na presença dominadora de Deus. Sem isso a casa do Pão será uma casa de conveniências de meros encontros cheia de nada e vazia de tudo.
Não foi como o diabo quis, mas a grande pedra angular de Deus na cruz, foi transformada no pão do fortalecimento disponível a todos os que o procuram. Como já dizia a vovó: não precisamos comer o pão que o diabo amassou, mas podemos comer e ser do pão que amassou o diabo.
Que o mundo note que você, mais do que o nome, tem a essência duma casa de pão com pão quente, cujo aroma se manifesta por todos os lugares. Que na sua casa de pão, mesmo não tendo de tudo, tenha um pão que diariamente é partido e repartido num estilo de vida, onde exemplos falam mais que palavras.
Que sua vida seja uma casa do pão com pão. Ainda que sejam cinco pães ou um, em Deus a multiplicação será sempre uma realidade.


Thinonin, pastor em Londrina

Fonte: Para Cristo

0 comentários:

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲