Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Casamento gay" - Contradição em Termos

“Quanto aos efeitos sociais, além da criação da família legítima, considerada como o primeiro e principal efeito matrimonial (…)caráter monogâmico do casamento e dos interesses superiores da sociedade, pois constitui um dos alicerces da vida conjugal e da família legítima.” (Central Jurídica, “Efeitos Jurídicos do Casamento”)
“Matrimónio
(latim matrimonium, -ii )
s. m.
União legítima entre duas pessoas, legalizada com as cerimônias e formalidades religiosas ou civis para constituir uma família.
(Fonte: Dicionário http://www.priberam.pt/)
“A terceira condição que já de início intervém no desenvolvimento histórico é que os homens, que renovam diariamente a sua própria vida, começam a criar outros homens, aprocriar – a relação entre homem e mulher, PAIS E FILHOS, a família. ” – Karl MARX e Friedrich ENGELS em “A Ideologia Alemã”, Boitempo Editorial, São Paulo, 2007, pg. 33
Os moleques da UJS, do PSTU e os “marxistas” do PSOL e de outras agremiações deveriam ler mais Marx, lá descobririam uma definição de família que, de forma alguma exclusiva a obra marxiana, era praticamente ÓBVIA, justamente pelo fato de ser natural (i.e.conforme a essência da palavra “família”). .
Não importa se amanhã cederem a pressão política, emendarem a Constituição e estabelecerem o “casamento igualitário”., “casamento gay” sempre vai ser uma contradição em termos.
“Casamento gay” é café-com-leite. O sr. deputado ex-bbb Jean Wyllys sempre vai ser a criança que deixam brincar para que ela pare de chorar.
“Casamento gay”, no máximo figura de linguagem.

4 comentários:

Ivanderson Pereira da Silva disse...

A vida certamente vai lhe ensinar o que os olhos não não conseguindo lhe mostrar.
Como pode um líder religioso estar tão centrado em si mesmo, em suas convições, que não se permite obedecer o primeiro, único e mais sublime de todos os mandamentos: "amar a Deus sobre todas as coisas e a teu próximo como a ti mesmo"?
Você está mais preocupado em julgar e condenar (como se fosse o próprio Deus) que fazer qualque routra coisa.
Sua busca por um padrão ao qual todos devem se encaixar o cega de tal forma que não consegue fazer esse mundo mais facífico, mas instiga a segregação e a divergência, colocando heretossexuais e homossexuais em oposição.
Deveiria instigar a união, o amor ao próximo, o respeito, a igualdade, a liberdade e afraternidade (que eral o lema da revolução fracesa pela qual o citado Mark lutou). Ritira fragmentos dos pensadores e da própria Bíblia para deturpar o sentido das coisas.

Tenho pena de você dos alienados que o seguem.

Pr. Anselmo Melo disse...

A vida já me ensinou muitas coisas sr.Ivanderson.
Me ensinou por exemplo que discutir com falaciosos é pura perda de energia.Por acaso eu deveria instigar o amor pervertido e anti natural entre dois homens?É desse amor que o sr. esta tratando aqui? POr acaso o sr. sabe que além dos mandamentos que citou existem mais nove? E que um deles trata do adultério?
Igualdade,lealdade e fraternidade são lemas da maçonaria e não passam de palavras vindas da boca de um incauto.O sr. fala que eu deturpo o sentido das coisas mas nega-se a dar-me exemplos.Onde aconteceu a deturpação? Ou achas que o simples fato de vir aqui e vomitar suas injurias faz do sr.o juiz da verdade?Eu não coloco homossexuais contra héteros,apenas trato do abismo entre o que a mídia quer nos impor e a realidade dos fatos.Por ultimo,sinta pena de si,certamente o sr. não esta tratando com alguém que careça dela e guarde seu discurso falacioso e sem conteúdo para os seus.

Fragata disse...

Na verdade existe um outro mandamento antes mesmo desse e é esse o mais sublime: Ama a teu Deus de toda a tua força e de todo o teu entendimento, JUNTO com o que você citou, Ivanderson Pereira da Silva, é em que se baseiam todos os outros mandamentos. O problema é querer pegar só a parte dos direitos e esquecer a das responsabilidades =/. Segundo a Palavra de Deus, o homossexualismo não é natural, se você não acredita que a bíblia é a Palavra de Deus, aí já é uma crença sua, simples.

Ivanderson Pereira da Silva disse...

Senhores, inicialmente peço desculpas pelo tom agressivo do meu primeiro comentário. Se transpareceu essa agressividade é porque me incomoda ver pessoas segregando outras pessoas. Brancos se sentindo superiores a negros, homens se sentindo superiores a mulheres, heterossexuais se sentindo superiores aos homossexuais.

No entanto gostaria de dizer que esse não é um discurso falacioso. Não é falacioso porque falo com a propriedade de quem vive na pele, estuda e sabe o que é a homossexualidade. Então, falo com conhecimento de causa. Diferente de vocês que somente acusam e condenam sem nem mesmo conhecer a realidade dos homossexuais. Como se o fato de serem homossexuais os condenasse a algo de ruim ou mesmo que fosse algo ruim.

Não se escolhe ser homossexual. Assim como não se escolher ser homem ou mulher, não se escolhe ser branco, pardo ou negro, ter cabelos lisos ou crespos, não se escolhe ser alto ou baixo. Simplesmente não se escolhe.

Como não é natural se ser homossexual faz parte da natureza dele ou dela? Se ele já nasceu assim? Se ele ou ela já se perceberam assim? E não há como mudar por que o desejo pelo mesmo sexo é automático! Não é controlado!

Se você é heterossexual você não controla o desejo pelo sexo oposto. Observa uma mulher de modo automático. Pode até controlar seu impulsos em dar uma cantada nela, pode controlar os impulsos de ir até ela. Mas o de desejá-la não! Assim também são os homossexuais, mas ao invés de ter desejos pelo sexo posto, têm desejos pelo mesmo sexo.

Isso não é uma escolha. E se eu não escolhi, como posso ser condenado por algo que não fiz? Algo que faz parte de mim?

Em minha fala anterior, Anselmo e Fragata, só quis mostrar a vocês o óbvio! Se ao invés que tomarem dois versículos da bíblia para julgarem e condenarem os homossexuais, vocês se preocupassem realmente em perguntar a qualquer homossexual sobre o assunto, certamente não estariam dizendo isso. Deus é amor!

Se vocês perguntarem a qualquer homossexual sobre como ele ou ela sente com relação a sua sexualidade, certamente vai ouvir que se pudesse optar, seria heterossexuais. Negariam o que são (coisa que muitos fazem casando-se com o sexo oposto para não causar o desconforto da família e dos que os cercam) se pudessem. Para quem não sente na pele é muito fácil condenar.

Se quiserem dialogar mais sobre o assunto estarei aqui. Meu e-mail é ivanderson@gmail.com

Não vou mais postar comentários em seu blog. Mas peço que ao invés de publicar os versículos que condenam, opte pelos versículos que falam de amor! Deus é amor e não ódio!

Fique com Deus meu irmão!

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲