Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Namoro cristão sem sexo e beijo divide opiniões em site de notícias

Casal já agendou o casamento para
março de 2013

O portal G1, da Globo, falou sobre a corte mostrando casais que decidiram não ter nenhum tipo de contato físico até o dia do casamento
Dia 12 de junho a mídia divulgou diversas reportagens sobre namoro, mas uma em específico conseguiu dividir a opinião dos leitores. Escrita por Kelly Martins do portal G1 do Mato Grosso, a matéria intitulada de “Sem beijo e sexo, jovens optam por nova maneira de namorar em MT” foi recomendada no Facebook por mais de 31 mil pessoas.
O texto relatava a opção de jovens cristãos em não terem contato físico até o dia do casamento. A corte tem como objetivo fazer com que os jovens se conheçam verdadeiramente sem que os desejos físicos interfiram nessa relação.
Diante de uma sociedade cada vez mais permissiva, histórias como a do casal Rafael Almeida, 22, e Heloísa Lugato, 24, se tornam incomuns e chamam a atenção: eles namoram há mais de um ano e nunca se beijaram, tão pouco tiveram relações sexuais e prometem seguir esse propósito até o dia do casamento, marcado para março de 2013.

“Sabemos que o beijo não é pecado, até porque a Bíblia não se refere a isso. Porém, o sexo é, por isso evitamos. Mas não se trata de uma regra. Somos livres para optar e escolher”, diz Heloísa que é advogada.
Seu namorado relata que seus colegas de faculdade – ele estuda engenharia civil – zombam de sua escolha por não conseguirem entender. A postura vai contra as regras ditadas pela sociedade. “É difícil para muitos aceitarem que alguém em pleno século 21 pense assim. No entanto, quando se tem convicção, seguimos em frente”, afirma Rafael.
O pastor Heitor Henrique Laranjo, 27 anos, líder dos jovens da Igreja Videira também concede entrevista para o G1 e explica que a corte é importante para que a relação amadureça. “Por isso a corte é diferente do namoro, pois preserva o conhecimento entre o casal. Não é respaldado em beijo ou sexo. Voltamos ao tempo em que nossos pais e avós namoravam na sala com a presença da família toda”.
Campanha voltada para jovens adultos
Há que pense que esse tipo de relacionamento é incentivado para adolescentes, mas para jovens com mais de 18 anos que desejam se casar. Tal conceito vai de encontro com o que é pregado pela sociedade pós-moderna que explora a sensualidade.
O pastor Heitor Henrique revela que o objetivo da corte é exatamente esse: resgatar os valores antigos. “É muito maior que um movimento de pró-sexualidade. É o resgate das veredas antigas”.
Esse é o ponto que divide opiniões, quem não acredita que esses valores morais sejam importantes opinam que tal posicionamento é o mesmo que “andar para trás” citando um retrocesso nos avanços conquistados nas últimas décadas.
Mas para a doutora em psicologia comunitária Maria Auxiliadora de Oliveira esses propósitos de evitar a intimidade podem minimizar os problemas que tanto afetam os jovens. “A questão afetiva e familiar hoje está banalizada. São muitos jovens e adolescentes começando uma vida sentimental sem estrutura. Sabemos que cada coisa tem o seu tempo e priorizar isso ajuda a minimizar os problemas que afetam a juventude”.
por Leiliane Roberta Lopes Fonte: Gospel Prime

6 comentários:

Casal 20 disse...

Uau! Gostei demais! E é a mais pura verdade. Vou confessar, Pastor, uma coisa que aconteceu comigo na época do meu namoro. Eu e a Lu estávamos nos despedindo, eu já fora do carro, pela janela, ela me deu um beijo no pescoço. Rapaz! Acho que era muita tensão sexual guardada, porque no momento daquele beijo, houve, literalmente, uma descarga elétrica, minhas pernas falharam na hora. Ela perguntou o que aconteceu e eu disse que não sabia. Quando eu cheguei em casa, pude constatar que algo realmente tinha acontecido rsrsrs

Realmente, como vivemos nessa sociedade sexista, o bombardeamento é muito grande. Assim, creio ser muito difícil que jovens que se premitam beijos e carícias consigam segurar um namoro sem sexo por muito tempo. E vejo que o problema é exatamente esse mesmo: o sexo não revela e nem amadurece ninguém. Achar que se conhece alguém ou que se garante intimidade por causa da cama é uma mentira diabólica, porque uma vida a dois é muito mais do que isso.

Sexualidade não é apenas sexo, mas, principalmente, respeito, amor, cuidado, dedicação, carinho, amizade e sacrifício - estes valores estão passando longe dos namoros de hoje.

Namorei dois anos e sete meses sem relação sexual. E foi um namoro em que, verdadeiramente, nos conhecemos. Sempre digo que nunca houve surpresas entre mim e a Lu. Quando casamos já sabíamos não só de nossas qualidades, mas até defeitos.

Lembro de uma noite em que nos despedimos brigados e a Lu estava de TPM. Quando já estava no fim da rua, indo embora, às 11 horas da noite, eu ouço ela GRITANDO para eu voltar... Bem, namoro é para essas coisas mesmo rsrsrs descobrir quem somos, quem somos com nossos pais, com o outro, etc. Menos sexo e mais caráter viria bem!


Abraços sempre afetuosos.

Fábio.

Cristovão disse...

Pastor Anselmo.
O namoro na igreja de cristãos já virou me desculpe a palavra, putaria geral.
Quantas pessoas já peguei indo para o motel, cristãos que estavam saindo do culto.
Já peguei pastores indo para motel, vários e ja vi pastores dentro do carro com amantes no maior amasso, e o pior que ele me viu, e me comprimentou; fiquei espantado pois este pastor era para mim um homem digno mas as aparências se enganam.
Depois ele veio atrás de mim e disse para não espalhar e apagar as fotos, pois ele era líder de uma igreja, provo isto.
Tenho fotos pois sou fotográfo, e corro atrás de manchetes.

Saidy Lopes disse...

Irmão, a paz!
Parece ridículo esse tipo de namoro, mas se tivermos alguma atenção, aecabaremos por ver que é um estilo de vida que nos afasta de muitas ciladas do inimigo!
Quando eu estava a namorar com a minha atual mulher, não escolhemos esse tipo de relacionamento, pois é algo estranho, mas parabenizo o casalzinho por esta decisão.
Interessante é ver que eles optaram por si não como uma regra que todo o mundo deve seguir, mas algo pessoal...
Realmente é preciso estarmos em constante vigília!
Estamos juntos

Pr. Anselmo Melo disse...

Querido Fábio,
A proposta parece coisas de alienígenas se comparada com a liberdade e a libertinagem que hoje envolve relacionamento de crentes e não crentes.Infelizmente e principalmente nesse aspecto a Igreja já se amoldou ao mundo há algum tempo.
Esse assunto deveria ser discutido com mais seriedade dentro das Igrejas.
Paz querido.

Pr. Anselmo Melo disse...

Concordo com você Cristovão.Precisamos orientar nossos jovens e bater firme na imoralidade que entrou em cheio dentro de nossas Igrejas.
Quanto as denuncias que você fez infelizmente são mesmo uma realidade.
Obrigado por deixar seu comentário.
Paz!

Pr. Anselmo Melo disse...

Parece mesmo coisas de doido irmão Saidy.Mas, o que não parece ser coisa de doido quando decidimos servir a Cristo de verdade? Afinal não é a palavra da cruz loucura para os que perecem?
Paz meu irmão.

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲