18/06/2012

Deputado Jean Wyllys e a legalização da prostituição

O deputado sodomita Jean Wyllys em sua cruzada contra a família, os cristãos e os valores morais. Apresenta sua mais nova bandeira: A regulamentação da "profissão de prostituta".

Carteira Assinada, FGTS, INSS. Aqui me veio algumas duvidas que gostaria muito que o deputado nos esclarecesse:

_Deputado Jean, quem será o patrão que assinará a CTPS da prostituta?
_Deputado, elas vão ter direito a descanso remunerado? Se sim, quem vai se responsabilizar pelo pagamento? Teríamos aqui a figura do tipo pagou e não levou?
_Por quais motivos a prostituta poderia ser demitida por justa causa? Excesso de celulite, seio caído, nádegas flácidas e mal hálito? Esses se constituiriam motivos pára justa causa?
_ Deputado, e se o "cliente" não ficasse satisfeito com o desempenho da contratada poderia exigir que a mesma assinasse uma carta de advertência?  
_Quem vai pagar o 13º salário da prostituta? Seria um rateio entre os clientes que ela atendeu durante o ano? O valor será pela média cobrada por “programa”? Ou o ônus do encargo ficaria por conta do ultimo cliente atendido no ano?


_Deputado Jean, caso a prostituta desista da “profissão” terá de pagar o aviso prévio? Se afirmativo, como será definido os clientes que usaram de seus “serviços” em seu ultimo mês de trabalho?
_Deputado Jean, a prostituta que “trabalha” durante a noite terá direito a adicional noturno?
Quem vai pagar pelo mês de férias da “profissional do sexo” sr.deputado?

Logicamente as prostitutas terão um sindicato para “defender seus direitos”, afinal é para isso que serve um sindicato; e os clientes sr.deputado Jean, teriam um sindicato patronal? Será que alguém se habilitaria a presidência do mesmo?
_Deputado Jean, após quantos programas a prostituta terá direito a estabilidade no emprego?

Caros leitores, essas são apenas algumas das minhas duvidas ao analisar a brilhante proposta do deputado sodomita Jean Wyllys. O post esta aberto e aguardo sugestões a fim de facilitarmos a elaboração do Pl do sempre brilhante e atuante deputado Jean Wyllys.
Author Image

Anselmo Melo
Anselmo Melo, Carioca, casado e pai de três filhos (herança do Senhor). Pastor Evangélico e empresário. Moro atualmente no Estado de São Paulo onde pastoreio a Igreja de Nova Vida em Limeira. Sou fundador e presidente da Associação Projeto Resgate Vida.

4 comentários:

  1. Pastor Anselmo, isto tudo tem que acontecer para que se manifeste o filho da perdição.
    As coisas tem que piorar para Jesus Cristo voltar.
    Quando mais vejo estas notícias, vejo ainda mais a volta de Jesus Cristo.
    Ele mesmo disse que mister que isto aconteça.
    Estamos nos últimos dias, e breve a trombeta vai soar e estaremos com o Senhor da Glória Jesus Cristo o Justo, O Rei dos reis e Senhor dos senhores, e todos os joelhos dos seres humanos no dia do juízo final,no tribunal de Deus, irá dobrar diante dele "Jesus" e irá confessar que Jesus Cristo é o Senhor.
    Onde suas ações e obras que fizeram nesta terra serão julgadas por Deus.
    Todos o ser humano, nenhum escapara deste juízo de Deus.
    Maranata Pastor Anselmo, está mais próximo do que o sr pensa.
    Santifiquem-se ó igreja do Deus vivo.
    Sem santificação ninguém verá o Senhor.
    Assim diz Jesus Cristo de Nazaré.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu querido irmão Nike.
      Esses são mesmo prenúncios do fim.E necessário que estejamos vigilantes e dispostos a advertir os que entre nós se encontram desapercebidos da realidade de que o noivo esta as portas.
      Maranata!

      Excluir
  2. Esse é um crime sem vítima e portanto deve ser abolido assim como esta sendo na Holanda e na Alemanha. O que tem demais uma pessoa pagar para fazer sexo ? Desde que haja consentimento de ambos e seja maiores de idade, isso é um assunto que interessa apenas a essas pessoas. Ferir a moral é algo subjetivo e relativo, porque para muitas pesssoas não trata de imoralidade e querer impor uma visão moralista a sociedade é algo condenável

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discordo de você anônimo(a).Esse é um crime que faz milhares de vítimas inocentes.As crianças que nascem como fruto da prostituição é só um exemplo.Se caminharmos por sua linha de raciocínio teríamos que também admitir outras coisas como o aborto,o uso de drogas e a eutanásia.Concordo com você quanto a questão moral,só que o dinheiro envolvido para se legalizar a prática da prostituição viria dos meus impostos e aí tornou-se sim um problema meu também.

      Excluir

Seu comentário é muito importante,
Você pode elogiar ou criticar, observe apenas:

1-Não publicamos criticas de ANÔNIMOS e nem comentários que não estejam relacionados com o assunto.

2-Baixarias e palavrões também não.

3-Nem todas as publicações são de minha autoria e o fato de estarem aqui não implica necessariamente em que eu concorde com todo o teor do post.

4- Quer ser respeitado? Mostre respeito!

Autor


Anselmo Melo, Carioca, casado e pai de três filhos (herança do Senhor). Pastor Evangélico e empresário. Presidente do COPEL, Conselho de Pastores Evangélicos de Limeira. Moro atualmente no Estado de São Paulo onde pastoreio a Igreja de Nova Vida em Limeira. Fundador e Presidente da Associação Projeto Resgate Vida.
Saiba mais →

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *