Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

É possível que “pessoas boas” acabem no inferno?

“Como Deus pode permitir que pessoas legais vão para o inferno e pessoas más vão para o céu?”
Nossa resposta: Todos nós conhecemos pessoas que valorizamos, que parecem genuinamente boas, pessoas bondosas. Mas a Bíblia deixa claro que até estas pessoas pecaram e falharam em alcançar os padrões perfeitos de Deus.
“Não há um só justo na terra, ninguém que pratique o bem e nunca peque” (Eclesiastes 7:20).
“Todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus” (Romanos 3:23).
Deus vê integralmente o coração da pessoa, vê todas as suas ações, e conhece todas as suas palavras e pensamentos. Deus tem muito mais informação para usar ao julgar alguém que nos mesmos. É com este conhecimento pleno que Ele pode nos julgar justamente. A Bíblia diz que “Deus não vê como o homem; o homem vê com a aparência, mas o Senhor vê com o coração” (1 Samuel 16:7).

Então como isso afeta a pergunta sobre o céu e o inferno? Coloca todo mundo na mesma condição. As pessoas boas (as que nós pensamos ser boas) estão na mesma posição que as pessoas más (as que nós pensamos ser más), porque, na realidade, da perspectiva de Deus, ninguém segue seus mandamentos perfeitamente, seus caminhos. Há em todos nós aquele impulso interior que diz: “eu não em importo, eu farei isso de todo jeito”.
Na verdade, a Bíblia diz que “todos nós, tal qual ovelhas, nos desviamos; cada um de nós se voltou para o seu próprio caminho” (Isaías 53:6). Em escalas variadas, todos nós abandonamos Deus e seguimos nosso próprio caminho, para longe dele.
O antídoto então é nos voltarmos para Deus. A Bíblia chama isso de “arrependimento”. Quando uma pessoa verdadeiramente se volta para Deus, não há nenhum pecado que seja grande demais para que não seja por Ele perdoado. Deus providenciou uma maneira para termos perdão de pecados na morte de Jesus Cristo na cruz, e oferece seu perdão e vida eterna a qualquer um que creia em Jesus. O céu é um dom gratuito oferecido a qualquer um que peça o perdão de Deus (Sua graça) e convide Jesus a entrar em sua vida. Aqui está como a Bíblia descreve alguém que se volta para Deus:
“Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados, nos quais costumavam viver, quando seguiam a presente ordem deste mundo e o príncipe do poder do ar, o espírito que agora está atuando nos que vivem na desobediência. Anteriormente, todos nós também vivíamos entre eles, satisfazendo as vontades da nossa carne, seguindo os seus desejos e pensamentos. Como os outros, éramos por natureza merecedores da ira. Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões – pela graça vocês são salvos. Deus nos ressuscitou com Cristo e com ele nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus, para mostrar, nas eras que hão de vir, a incomparável riqueza de sua graça, demonstrada em sua bondade para conosco em Cristo Jesus. Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie”. (Efésios 2: 1-9)
Por toda a Bíblia, Deus deixa claro que nós ganhamos o céu, não por nossas “boas obras” ou “boa vida”, mas porque Deus a oferece a todos como um presente. Ao invés de fingir que todos somos pessoas boas, ele nos pede que admitamos que pecamos contra ele.
Nós podemos focalizar na vida após a morte, mas e a nossa vida agora mesmo? Nós podemos interagir com Deus e sermos guiados por ele agora mesmo, e experimentar a vida que ele nos criou para ter, não há nenhum relacionamento na terra tão completo e importante como o relacionamento com Deus. Se você quer isso após a morte, tem de começar agora.
Fonte SuaEscolha

1 comentários:

Alerta Vermelho disse...

Olá pastor Anselmo. Boa noite! estou aqui curtindo mais uma de suas matérias e fui inspirado a escrever também sobre o tema. Como ficou extenso, publiquei apenas uma parte dele aqui. Na íntegra pode ser visto em meu blog.
Realmente esta é uma questão que apesar de bem explicada no evangelho as pessoas não entendem ou preferem não "entender" (aceitar).

O texto de Efésios 2: 1-9 foi muito bem empregado em seu texto, por ser extremamente esclarecedor.

Deste ponto de vista é possivel contemplar a situação por outro ângulo, o qual inverte a responsabilidade da condenação, evidenciando que todos nós nascemos separados de Deus e rebelados contra Ele, em uma espécie de inferno interior e ao mesmo tempo em um mundo edificado na malignidade onde a lei do reino das trevas é a via de regra.

Costumo tomar como exemplo a dívida externa de um país, que enquanto não é liquidada, todos os seus cidadãos e até os que ali nascem, tecnicamente falando, são inadimplentes.

Costumo tomar como exemplo a dívida externa de um país, que enquanto não é liquidada, todos os seus cidadãos e até os que ali nascem, tecnicamente falando, são inadimplentes. Entre tantos, está a Grécia como um exemplo dramático desta situação e muito divulgado nos dias atuais. Já falaram até mesmo de privatizá-la. Imagina a gravidade? Privatizar um país significa o fim de sua soberania, além do que seu patrimônio, tudo e todos que a ela pertencer passam a ser propriedades de quem o privatizou, neste caso, do banco mundial.

Semelhantemente, isto aconteceu com Adão ao ser vencido pelo pecado. Ele e tudo o que lhe foi entregue por Deus passou a pertencer a quem o derrotou:
“Prometendo-lhes liberdade, sendo eles mesmos servos da corrupção. PORQUE DE QUEM ALGUÉM É VENCIDO, DO TAL FAZ-SE TAMBÉM SERVO. “ 2 Pedro 2:19
E a quem pensa que não é assim, explique melhor o texto abaixo:

http://setimoshofar.blogspot.com.br/2012/05/e-possivel-que-pessoas-boas-acabem-no.html

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲