Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cartunista desenha Jesus e Freddie Mercury como casal gay

"Me pergunto onde vai parar ou qual seria o limite da falta de respeito desses movimentos". Pr Anselmo Melo

O cartunista Mr. Fish resolveu protestar contra a decisão do estado americano da Carolina do Norte que baniu o casamento gay desenhando Jesus tendo um romance homossexual com o cantor Freddy Mercury causando muita polêmica.

Ao desenhar as duas personalidades abraçadas e deitadas em uma cama o artista queria apenas mostrar que usar a Bíblia para condenar a união entre pessoas do mesmo sexo é um hipocrisia.

Fish teve seu desenho divulgado pelo blog especializado em cartum chamado Cagle Post e em entrevista o cartunista não negou que se inspirou na decisão recente de mais um estado, totalizando 31, que não reconhecessem como casamento as uniões homoafetivas.

O Estados Unidos tem a união gay como um dos assuntos que mais dividem as opiniões da população, é praticamente metade a favor e metade contra. O assunto tem até ditado pautas durante a campanha presidencial, fazendo com que políticos mais conservadores e liberais usem o tema para ganhar votos.

Mas no caso do cartunista usar a figura de Jesus ao lado do polêmico ex-líder do Queen deixou os cristãos ainda mais inconformados, já que o músico britânico faleceu em 1991 depois de anunciar para seus fãs que era portador do vírus da AIDS. Freddy Mercury era homossexual.

Com informações Tribuna Hoje

Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/cartunista-desenha-jesus-e-freddie-mercury-como-casal-gay/#ixzz1v8bBFBsj

1 comentários:

Anônimo disse...

Este cartunista deveria de respeitar o grande mestre Jesus que deu a sua vida para nos redimir do pecado acho isso uma palhaçada o que ele fez se ele não respeita as coisas sagradas logico que não respeita mais nada e porque ele não colocou a sua própria imagem ao invés de botar a de Jesus isso é uma atitude mesquinha, nojenta e blasfemante reveja seus conceitos.

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲