Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Silas Malafaia tem 72 horas para se defender de acusações de incitar ódio aos gays

Abuso e desrespeito dos gays
Segundo divulgado na coluna Radar On Line, da revista Veja, divulgada nesta quinta-feira, 5 de abril, o pastor Silas Malafaia tem 72 horas para defender-se das acusações contra ele, de incitar a violência contra homossexuais em seus programas na TV.

O pastor é réu em processo que corre na 24ª Vara Federal de São Paulo, movido pela ABGLT. O Ministério Público Federal exige que o pastor Malafaia peça  desculpas no ar.
Devemos orar pelo pastor Silas Malafaia para que Deus lhe dê direção diante desta questão.
Essa perseguição a Malafaia serve de alerta à igreja brasileira. Se dormirmos, logo estaremos acuados e até trechos bíblicos, considerados pelos ativistas como ‘homofóbicos’, terão que ser evitados.

Ano de 2002 — o ano em que o PT foi ‘des-satanizado’

Diante dessa perseguição, fica aí uma grande lição. O pastor Silas Malafaia colhe hoje o que ajudou a plantar em 2002. Naquele  ano ele foi para o horário eleitoral gratuito pedir votos para o candidato do PT à Presidência da República, Lula da Silva. Na ocasião chegou a dizer que Lula não perseguiria igreja alguma, como andavam dizendo por aí.
O PT era muito mal visto pelos evangélicos, por defender bandeiras que ferem os princípios cristãos, principalmente o aborto e a agenda LGBT, além de outras questões. Às vésperas das eleições vários, pastores tradicionais, pentecostais e neopentecostais se uniram e fizeram um grande esforço para ‘des-demonizar’ o PT perante a igreja evangélica. Segundo o cristão Julio Severo, um documento foi assinado, naquela ocasião,  pelos principais líderes evangélicos brasileiros, onde se comprometiam a ajudar Lula a chegar ao poder. Com as bandeiras petistas jogadas para debaixo do tapete, conseguiram o objetivo. Lula foi eleito e durante os oito anos em que governou o país, o movimento gay brasileiro ganhou uma força fenomenal (como nunca antes na história deste país) devido ao amplo apoio dado pelo Presidente da República ao movimento.
Hoje, sem dúvida,  o movimento gay está bem mais fortalecido do que antes da chegada de Lula ao poder e alguns frutos começam a ser colhidos.
Abaixo a lista com os nomes de alguns líderes evangélicos citados por Severo:
NILSON FANINI
Pastor da Igreja Batista, ex-presidente da Aliança Batista Mundial e presidente da Convenção Batista Brasileira
SILAS MALAFAIA
Pastor da Igreja Assembléia de Deus do CIMEB (Conselho Interdenominacional de Ministros Evangélicos do Brasil)
ROBSON RODOVALHO
Bispo fundador e presidente da Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra
JABES ALENCAR
Pastor Igreja Assembléia de Deus no Bom Retiro, Presidente do CPESP (Conselho de Pastores do Estado de São Paulo)
ESTEVAM HERNANDES
Apóstolo fundador e presidente da Igreja Renascer em Cristo
GUILHERMINO CUNHA
Pastor presidente da Sociedade Bíblica do Brasil e vice-presidente do Supremo Concílio Presbiteriano
Deus diz na Bíblia: “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará”. (Gálatas 6:7)
Adaptado de: Holofote

1 comentários:

Itsoscary disse...

Viva a Liberdade Sexual!
Viva ao Não Preconceito!
Viva á dignidade e direitos iguais á todas opções sexuais, raças e etnias!
Viva o século 21!
E quanto á pessoas ''fissuradas'' que pararam no tempo, fica o meu pensamento:
Vocês reclamam tanto por não terem a tal ''liberdade de expressão'', mas não aceitam a liberdade sexual.
Que contraditório.

Amo Deus, Amo a vida, Amo meu País, e sou Homossexual com o maior orgulho do mundo!
Abraço :)

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲