Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O Vírus da insatisfação

“ Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.” I Pedro 5:7
Instalou-se nesse século uma epidemia, em que o vírus da insatisfação tem infectado muitas pessoas crentes, ortodoxos, livres pensadores, evangélicos, católicos, espíritas, enfim, como o vírus ataca o ser humano seja qual a sua ideologia ou fé todas as pessoas de forma geral podem ser infectadas. O vírus da insatisfação tem sido a pior praga desse século pois tem gerado um câncer social chamado consumismo.
Todos estão em busca do ideal perfeito. O marido ideal, o pastor ideal, o padre ideal, o namorado ideal, o celular ideal, o computador ideal porque a mídia que transmite a propaganda procura agradar o cliente sempre apresentando o melhor do melhor em forma sensacionalista. Se voce adquirir as multi-coisas apresentadas diz a mídia: é o ideal.
Na verdade cria-se uma falsa expectativa diante de um mundo que a cada dia que se passa esta cada vez mais focalizando o “ter” pelo ser.Nesse “ideal” propagado Não há autêntica modéstia: "não sei". Todos professam conhecimento sobre tudo, opinam sobre qualquer coisa, exercem uma rede de certezas que me deixa entontecido. Parece que virou crime dizer "não sei".

Se o cara fala isso no emprego, logo será encaminhado ao departamento de pessoal e fichado no arquivo morto. Se ele diz para a esposa ou namorada, sugere que andou aprontando. Basta chegar na casa tarde da noite e a mínima indefinição transforma-se em suspeita de infidelidade.
A regra é falar sem parar, mesmo quando o assunto não começou. Diálogos epilépticos, pulando freneticamente de temas, sem fim possível. Ou é uma época prodigiosa de gênios ou a maioria das pessoas está mentindo.Houve um tempo em que se queria ser Napoleão no hospício e Pelé, Martha Rocha, Einstein e Fellini na vida.
Hoje o desejo secreto de cada um é ser Google. As conversas giram em torno de referências e não de conteúdos. Encontra-se a informação, mas não se desenvolve o raciocínio para chegar até ela. O que seria isso? Com certeza o vírus da insatisfação esta se alastrando pelo mundo todo.
A virtualidade da Internet além de ser uma fonte de informações é uma maquina de mentiras, pois o internauta insatisfeito procura adequar-se a sua necessidade maior, e projeta-se como uma bala de um revólver no espaço virtual, teclando, adicionando, colando, copiando baixando, deletando, descartando com uma facilidade quem quer quem não quer e às vezes adicionando que não deve e interagindo com quem não “existe”.
Atrás da maquina virtual sente-se o maior articulador do universo. Acha-se dono do mundo e isso está aumentando e virando um frenesi na cabeça de alguns desavisados e psicologicamente carentes. O pior, a família esta sentindo o efeito disso, pois laços afetivos estão sendo afetados, pois o sentido família está virando Fam.“ILHA” Pois há o isolamento dentro de casa.
A telinha do computador e da televisão, DVDs e outros afins têm se entreposto com os membros da casa distanciando-os do dialogo do confronto das idéias. O QUE FAZER?Parece que não há solução. Como evitar o contágio do vírus? Há como ficar imune? existe alguma vacina?
Vivemos em um tempo, onde a sociedade está doente. Homens e mulheres são levados há um comportamento de possuir coisas sem nenhuma necessidade delas. Utilizam-se da forma do consumo como uma opção de lazer.
Há uma verdadeira adoração pelo obter sem necessidade e os shoppings Center se transformaram em verdadeiros templos de adoração de supérfluos, criando a ditadura do desejo.O consumismo criou um novo tipo de sociabilidade, mas destrutiva, tanto para o ambiente, quanto para o cidadão.
É a manifestação de uma sociedade que confunde desejos com necessidades.O que está acontecendo neste século? A insatisfação manipula a volição de possuir mil coisas sem necessariamente ser de utilidade emergente, podem ser criadas leis em mim que determinarão um resultado de transformar meros desejos em necessidades.
O pior, isso gera a eterna insatisfação, pois o querer para ser feliz se tornou uma meta; é como tocar a própria sombra, como tentar segurar o vento ou embrulhar a água. Apercebe-se, mas está fora do controle palpável tangível.
Só há uma maneira de se tornar imune contra essa peste que afeta a humanidade, esse vírus que é transmitido de forma virtual e que sai da telinha do computador e afeta a mente das pessoas. Há uma solução para isso. Faça uma viagem para dentro de voce mesmo e faça as pazes com Deus, foi Ele quem o fez e conhece como ninguém quem voce é. Ele o ama do jeito que voce está.
Sua história precisa ser contada de forma sucinta a Ele, apesar de Ele saber tudo sobre tua vida compartilhe com Ele seus medos seus anelos mais profundos e sua ansiedade Disse o apóstolo aos que es encontram ansiosos e insatisfeitos.“Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, pois tem cuidado de vós”.
Como fazer isso? Ore... Ore... após isso procure alguém de sua confiança ao qual possa compartilhar sua vida; porque não sua esposa, seu pai, seu irmão, ou um amigo. Para sermos entendidos, precisamos de alguém que possamos tirar as mascaras, onde haja uma “nudez” total de nossos sentimentos de quem somos e do que queremos.
Nesse sentido penso que quando Salomão escreveu “Quem encontrou um amigo, encontrou um tesouro” referia-se a compartilhar nossa história, com outro, isso nos ajuda a lembrar quem somos de onde viemos e o que o mais importante em nossa vida é o “ser” do que o “ter”.
Compartilhar nossa história nos faz relembrar que somos únicos. Ao agir desse forma voce estará aplicando a vacina contra o vírus da insatisfação. Para ser feliz, voce não tem que ir atrás de mil coisas, mas, basta ser voce e descobrir que a felicidade não é uma busca de um tesouro escondido, mas se encontra dentro de voce, pela satisfação de ser voce, ser único no planeta com sonhos e peculiaridades especiais. Voce é único, compartilhe com alguém sua riqueza interior.
Mas atenção, lembre-se, o vírus da insatisfação quase sempre vem através da virtualidade. A Internet é apenas uma rede de informação. Não existe vida genuína nesse mundo, e a insatisfação é anti-vida. Essa minha mensagem é apenas uma informação, mas para praticar isso é preciso que aprendamos a orar, pois assim construiremos amizade com Deus e com um amigo real, nao ter que necessariamente ser no espaço virtual.
Autor: Pedro Luiz Almeida

0 comentários:

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲