Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Fiéis lotam culto a procura da lipoaspiração divina

Os cultos do pastor César Peixoto, 52, em Cariacica (Espírito Santo), têm atraído cada vez mais pessoas em busca de emagrecimento instantâneo.
Peixoto diz aos fiéis que o poder de suas orações fazem com que eles percam até 15 quilos em menos de meia hora. Trata-se, segundo o pastor, da “lipoaspiração divina”.
Cariacica tem mais de 340 mil habitantes e fica a 15 km de Vitória, a capital do Estado.
O jornal A Tribuna, de Vitória, não conseguiu localizar ninguém que tenha emagrecido por intermédio da lipo de Deus, mas a secretária escolar Rosalina, 54, informou que, após o culto, “sentiu uma leveza interior muito grande”.

A comerciante Sandra Santos, 30, é outra que não perdeu nenhum quilinho, mas, mesmo assim, ela saiu do templo se “sentindo mais leve”.
A comerciante Carla Oliveira, 40, afirmou esperar que as orações diminuam os seus seios. Ela não duvida do poder das orações do pastor porque, disse, já obteve, com elas, a cura de um câncer.
O pastor afirmou ter descoberto que as orações emagrecem por acaso, há 20 anos.“Um dia, quando eu orava, as pessoas dormiram e, quando acordaram, notaram que as roupas estavam largas.”
Peixoto admitiu que algumas pessoas acham que a lipo divina é uma enganação. Mas argumentou que não dá para explicar o poder da fé, como no caso de uma mulher de 200 quilos que perdeu 100 com orações.
Charlatanismo é crime. Mas o charlatão evangélico, como Peixoto e tantos outros, tem o respaldo da lei, em nome da liberdade de crenças. É um crime perfeito.
Fonte: A Tribuna

1 comentários:

Fábio José Lima disse...

Graça e Paz Pr. Anselmo,

Gostaria de fazer o seguinte comentário: em primeiro lugar devemos ter em mente que a Constituição Brasileira garante sim a liberdade de culto, porém não é pelo fato de existir este direito que as pessoas têm uma autorização para cometerem ilícitos.

O tipo penal que descreve o charlatanismo nos diz o seguinte:

Art. 283 - Inculcar ou anunciar cura por meio secreto ou infalível:

Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa. (Código Penal Brasileiro).

Perceba que para se cometer o crime descrito acima tanto faz que isso aconteça dentro ou fora de uma Igreja, basta cometer a conduta descrita no tipo penal.

Aí fica a pergunta: o tipo penal diz meio secreto ou infalível, não é mesmo?

Sabemos que a cura vem pela oração, onde, em nome de Jesus, pedimos a Deus para que sejamos curado, não é mesmo?

Dentro disso podemos pensar o seguinte: se raciocinarmos como os adeptos da teologia da prosperidade, Deus não pode negar essa cura, não é isso? Aí estaríamos diante do meio infalível, descrito no crime.

Por outro lado, se pensarmos que Deus, diante de sua soberania poderá ou não atender esta oração, sendo que a pessoa poderá ou não ser curada, me parece que estaríamos diante da situação do meio secreto, descrita no crime, não é isso?

Diante do dilema, pergunto: em se falando de cura, pela legislação brasileira, não estaríamos sempre diante de caso de charlatanismo?

Não estou afirmando isso, só trazendo à reflexão, pois como existem promotores, delegados e tantas autoridades que têm ódio de crente, podem processar qualquer um assim (processar não significa conseguir condenar, todos nós estamos sujeitos a responder um processo criminal, basta que existam documentos forjados, testemunhas compradas, uma história plausível e pronto, já era, processo que se arrasta anos e anos, até que no fim não dê em nada, as vezes até dá), não é mesmo?

Vale a reflexão.

Fica na Paz!

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲