Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Saindo do Homossexualismo

Passos para quem se converteu a Jesus Cristo e quer deixar o comportamento homossexual

1- A mudança só será possível depois que o indivíduo reconhecer e confessar que sua atitude e conduta precisam ser transformadas. É uma questão de decisão. Homossexualismo não é imutável. Alguns psicólogos afirmam que as pessoas não são homossexuais, mas estão homossexuais. Homossexualismo é um comportamento aprendido e, portanto, pode ser desaprendido;

2- O homossexual deve confessar seus pecados e temores a Deus e pedir-lhe que o purifique no Sangue de Jesus (1 Co 6.9 a 11);

3- Aquele que deseja a mudança deve pedir a Deus que lhe dê profunda consciência de pecado através do Espírito Santo (Jo 16.8) e um grande desejo de mudança de mente (Rm 12.1, 2);

4- O envolvimento com uma igreja local é extremamente importante para o crescimento espiritual, para a restauração emocional, para a socialização com pessoas que sempre foram heterossexuais. Isso é o que nos ensina Hebreus 10.25: “Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações.” A unidade cristã é decisiva para o homem e a mulher que estão saindo do homossexualismo;

5- Saber que há tentações e que o pecado, o mundo, a carne e o diabo devem ser vencidos. As carências e vulnerabilidades do ser humano levam a equívocos sexuais. Buscar entender 2 Co 5.7. Observe o que declarou um ex-homossexual americano: “Você é heterossexual em Cristo. Não importa a profundidade de seus sentimentos homossexuais, pois profundamente jaz dentro de você sua identidade heterossexual, enterrada debaixo de milhares de temores.” (Extraído do livro Deixando o Homossexualismo, Ed. Mundo Cristão. Ver Apêndice Livros Indicados);

6- Esperar sempre em Deus a força e o poder para a mudança (Fp 1.6 a 9);

7- Obedecer os conselhos recebidos do conselheiro, se tem convicção que essa pessoa foi posta por Deus em sua vida;

8- É preciso aprender a disciplinar os pensamentos (Rm 12.1, 2) e hábitos (pessoais e públicos) para vencer as tentações;

9- Contar com a ajuda de um ministério cristão de apoio a homossexuais também é muito importante;

10- Falar com Deus sobre os problemas, tentações, tristezas, decepções etc., sempre com absoluta sinceridade, sabendo que Ele é onisciente e é, também, o amigo mais compreensivo;

11- Deve confessar a Deus e ao conselheiro se cair durante o processo pois, do contrário, pode haver desânimo profundo, hipocrisia e acusação do diabo. A confissão e o abandono do pecado também trazem uma profunda consciência do perdão de Deus (ler Pv 28.13 e Tg 5.16);

12- Uma vida de leitura bíblica, oração, jejum e louvor é a melhor arma para se vencer o homossexualismo pois, como disse Frank Worthen, fundador do ministério Amor em Ação (EUA) “Os indivíduos que têm maior chance de abandonar o homossexualismo são aqueles que se entusiasmam com Deus, que antecipam o que Ele vai fazer em suas vidas. Eles vêem Deus trabalhando até mesmo em pequenos detalhes da vida deles, e seus corações estão cheios de louvor.” (Extraído do livro Deixando o Homossexualismo, Ed. Mundo Cristão);

13- Evitar amizades que possam influenciar na volta às práticas homossexuais assim como filmes, programas, revistas e lugares onde há pornografia, objetos do passado e tudo que exerça influência homossexual etc.

“E assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas passaram; eis que se fizeram novas.” (2 Co 5.7)

Que Deus nos abençoe
Moses
http://www.moses.org.br
moses@moses.org.br

4 comentários:

Casal 20 disse...

Aleluia! Amém! A mensagem libertadora do Evangelho! Este é o poder para a salvação de todo aquele que crê!

Parabéns pela ótima postagem.

Fábio.

Anônimo disse...

parabens pelo post

Só vejo como complicador o item 4, tomo como base a Igreja que congrego (alto nivel de pré-conceito em relação aos homoxessuais) isso a começar pela recepção e vai até o pulpito,é triste mas é a realidade. Minha oração é que Deus liberte esse povo do pré-conceito pra depois poder ajudar a outros, caso contrario essas pessoas não serão bem quistas e elas proprias não se sentirão bem em buscar ajuda ou congregar por aqui , é isso. Que Deus nos ajude.
Marcos
AD - SP

Pr Anselmo Melo disse...

Concordo plenamente com você Marcos.Precisamos trabalhar essas questão com muita seriedade.O preconceito sem dúvida impede que a palavra de Deus chegue aos ouvidos dos homossexuais.Normalmente eles sequer se dariam ao trabalho de entrar em uma Igreja Evangélica.A começar por mim, e por você, devemos amar essas pessoas, nos aproximar com sincero interesse,só assim começaremos uma mudança profunda em nossas relação.
Paz!

robsonandreotti disse...

me expliquem! como um homossexual pode ser liberto por um ser que nunca existiu fisicamente?? nos escritos de pôncio pilatos o governador da judeia, na época do suposto jesus cristo, não há relatos do julgamento de jesus e barrabas, no governo de pôncio pilatos houve sim uma seita judaica chamada de essênios, que acreditavam em crestus como o messias esperado, eu acho que como tem muita mulher encalhada nas igrejas evangélicas, e vocês sabem da índole dos gays, em sua maioria esmagadora são pessoas totalmente do bem, resolveram descapetar os gays, tem um ditado que não me deixa mentir "" os melhores homens ou já estão casados ou são gays "" eu faço parte do segundo grupo, fui evangélico por 12 anos perdidos. e depois já pensaram passar 20 - 30 - 40 - 50 anos com a mesma mulher?? com o mesmo homem?? credo! e depois o pior, passar uma eternidade sem conhecer uma segunda mulher, um segundo homem.

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲