Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcelinho Paraíba é liberado do presídio e dará coletiva nesta quinta-feira


Após ser indiciado por tentativa de estupro, jogador passou quase 3h30 preso
Após o juiz da 5ª Vara Criminal de Campina Grande, Paulo Sandro de Lacerda, conceder um alvará de soltura, Marcelinho Paraíba foi liberado do presídio de Serrotão. O advogado do atleta, Afonso Vilar, encaminhou-se até o local com a presença de um oficial de justiça para executar a decisão da Justiça. O irmão da suposta vítima, o delegado Rodrigo Pinheiro, também foi afastado da sua função pela Secretaria da Segurança e da Defesa Social da Paraíba por má conduta. Já a vítima Rosália Zabatos Abreu, de 31 anos, não quis falar com a imprensa.
Às 15h desta quinta-feira, o jogador dará uma entrevista coletiva no Sport. Depois de ser liberado do presídio, ele foi para casa em Campina Grande. 
Marcelinho Paraíba teria ficado em uma cela com mais seis pessoas. A transferência do jogador rubro-negro à prisão aconteceu por volta das 14h. Se for comprovado o crime, Paraíba pode ser condenado a cumprir uma pena que varia de 4 a 10 anos de reclusão. "Sou inocente e só falo em juízo", resumiu o jogador.
Junto a Paraíba, outros três amigos dele também foram encaminhados à carceragem da cidade, autuados por desacato à autoridade. Eles também prestaram depoimento em função da denúncia de desacato à autoridade. Como se trata de um crime afiançável, os acusados pagaram a quantia estipulada e foram liberados.
Irmãos de criação - O delegado que acompanha o caso, Fabio Zóccola, informou que os nomes dos pais de Rodrigo Pinheiro e da suposta vítima não são compatíveis assim como os sobrenomes dos dois. Sobre o assunto, Pinheiro informou em depoimento que os dois eram irmãos de criação.
É como disse agora pouco o meu irmão Fábio em seu comentário: "Para uns a justiça não é cega, e sim velocista"...
Pr Anselmo Melo


0 comentários:

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲