01/10/2011

DIVIDIR JERUSALEM???

A questão de Jerusalém - profeticamente o rastilho para o conflito final - está novamente a tornar-se no centro de grande discórdia, desta vez causada pelas posições do primeiro-ministro Olmert em preparação para a "cimeira da paz" a realizar no próximo mês, em Annapolis, nos EUA.

Pressente-se que, para agradar a gregos e troianos, Olmert estará disposto a oferecer metade de Jerusalém para os palestinianos, o que viola completamente o estatuto da Cidade santa como indivisível e eterna capital do estado de Israel.

Alegando que "decisões difíceis" terão de ser tomadas para a cimeira, Olmert tenta dessa forma convencer os israelitas de que essa será a única forma de conseguir a paz.
No entanto, 68 por cento dos israelitas não estão dispostos a ceder Jerusalém oriental aos árabes, tirando assim a Olmert o apoio necessário para a macabra e trágica oferta aos inimigos. Sem um apoio expressivo por parte do Knesset (80%), ou através de um referendo, Olmert não poderá negociar Jerusalém.
Por outro lado, autoridades palestinianas têm estado a afirmar que sem uma retirada de Israel da totalidade da parte oriental da cidade e dos bairros que Israel ali ocupa, não poderá haver acordo. A frase utilizada chegou a ser: "Sem Jerusalém não haverá paz."
Outros tentaram e caíram em desgraça. Simplesmente não entenderam que a terra de Deus não se negoceia! Olmert e Bush arruinarão o seu futuro e o das suas nações se tal iniciativa for para diante. Peçamos a Deus que tal "negóciomacabro" não se concretize.
Shalom, Israel!
Author Image

Anselmo Melo
Anselmo Melo, Carioca, casado e pai de três filhos (herança do Senhor). Pastor Evangélico e empresário. Moro atualmente no Estado de São Paulo onde pastoreio a Igreja de Nova Vida em Limeira. Sou fundador e presidente da Associação Projeto Resgate Vida.

2 comentários:

  1. Que bom que melhorou, vou coloca-lo na lista de blogs, eu tinha te excluido, aí te coloquei novamente e continuou o problema aí exclui , e agora acho que melhorou de vez né??

    ResponderExcluir
  2. Ainda esta acontecendo.Estou tentando alguns procedimentos aqui para ver se resolve de vez.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante,
Você pode elogiar ou criticar, observe apenas:

1-Não publicamos criticas de ANÔNIMOS e nem comentários que não estejam relacionados com o assunto.

2-Baixarias e palavrões também não.

3-Nem todas as publicações são de minha autoria e o fato de estarem aqui não implica necessariamente em que eu concorde com todo o teor do post.

4- Quer ser respeitado? Mostre respeito!