Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem sou eu?

Vivemos hoje em um mundo virtual! Orkut, Facebook, MySpace, Hi5, enfim, são inúmeros os sites de relacionamento disponíveis na web que disputam acirradamente pelo maior número de participantes. Dentro desse mundo, uma idéia foi criada, a idéia de ser amigo, amigo de todos, ser conhecido e conhecer o maior número de pessoas possível. Na verdade não tem nada de errado em conhecer muitas pessoas, nem digo que está errado participar de sites de relacionamento como estes citados acima, eu mesmo participo de dois desses que eu citei. Mas não posso deixar de enfatizar algo sobre essa febre virtual.

A primeira coisa que se vê quando se abre um “profile” de alguém é uma pergunta muito importante: “Quem sou eu?”, nesse espaço a pessoa coloca uma descrição, às vezes breve, outras vezes mais detalhadas, de quem ela é.
Quando eu estava pensando sobre o que colocar nesse espaço, algo veio a minha mente. Uma pergunta que ecoa quando queremos saber quem alguém é. A pergunta é: E você? Você sabe quem você é?
A verdade é que o que você fala, faz e sente define quem você realmente é!
Temos uma ótica própria de quem somos, gostamos de dizer que somos assim, ou somos assado. Queremos passar uma imagem que na maioria das vezes reflete mais a pessoa que gostaríamos de ser ou que gostaríamos que fôssemos vistos, mas na verdade nossas atitudes definem quem realmente somos!
Jesus disse que “a boca fala do que o coração está cheio” (Mt 12:34 ; Lc 6:45). Acredite, ele sabia do que estava falando. Vamos analisar algumas coisas antes de colocar nossas atitudes na luz. Primeiro, como que o nosso coração se enche? Temos duas fontes de capitação de informação muito fortes em nosso corpo que fazem parte dos nossos cinco sentidos. Nossos olhos e nossos ouvidos.

Nossos olhos
“A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz; Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!” Mt 6:22-23.
Aqui temos um princípio muito forte onde Jesus ensina que nossos olhos são membros importantes de absorção de informação e ele os define como candeias. Na época, uma candeia era um utensílio de barro onde se colocava azeite e fogo e pendurava-se o mesmo em uma parede para iluminar o local. Mais tarde também a candeia veio a ser associada à vela de cera. Jesus falou que nossos olhos podem ser luz ou trevas, pois são os dois únicos resultados que teremos, de acordo com as atitudes que tomaremos com nossos olhos.
Vamos colocar alguns exemplos que a própria palavra nos ensina quanto aos resultados de nossos olhares.
O primeiro está registrado em Mateus 5:28: “Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela”.
Um simples olhar “apreciando a beleza” de uma mulher parada no ponto de ônibus gera o pecado de adultério no nosso coração. No caso do Rei Davi, esse pecado deixou de ser só um pecado de adultério no coração, mas se tornou em adultério físico e até em assassinato. Esse episódio da vida do Rei Davi pode ser lido na Bíblia, nos capítulos 11 e 12 do segundo livro do profeta Samuel.
O segundo está registrado no livro do profeta Isaías, capitulo 6. Isaías tinha tido uma grande experiência com Deus onde ele mesmo descreve no versículo 5 sobre um dos canais de absorção de informação que temos, ele disse: “Então disse eu: Ai de mim! Pois estou perdido; porque sou um homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo de impuros lábios; os meus olhos viram o Rei, o SENHOR dos Exércitos”.Ele admitiu que seus lábios eram impuros, mas aquilo que ele estava vendo gerou algo puro no coração dele: temor de Deus.
Temos, então, dois exemplos de atitudes e seus frutos, quanto ao que os olhos viram. Tomando o princípio que Jesus nos ensinou, podemos dizer por certo que aquilo que você vê entra no seu coração, gera sentimentos, pensamentos, meche no seu caráter, como conseqüência pode até moldar seu caráter sendo assim, podemos dizer que aquilo que você vê, define quem você é!
Nossos Ouvidos
“Ainda não compreendeis que tudo o que entra pela boca desce para o ventre, e é lançado fora? Mas, o que sai da boca, procede do coração, e isso contamina o homem”.Mt 15:16-17
Aqui vemos Jesus explorando o outro canal de absorção: Os ouvidos. Nesse momento os escribas e fariseus chegaram até Jesus acusando seus discípulos de não lavarem as mãos antes de comerem e quebrando assim uma tradição de seus antepassados. Com muita sabedoria, Jesus explica que não e o que entra na boca que contamina o homem, mas o que sai dela, porque o que sai, vem do coração.
Ok, mas talvez você pergunte: “Mas ele não falou sobre ouvidos!” Sim, mas falou do que sai da boca, conseqüentemente, entra pelos ouvidos, afirmando, assim, que nossos ouvidos são capitadores de informação. Então, se dermos ouvidos a assuntos impuros, de corações impuros, conseqüentemente, nossos corações serão contaminados com essa impureza, tornando-nos também impuros e assim seremos, então, um canal de impureza para outras pessoas.
Vamos colocar alguns exemplos que a própria palavra nos ensina quanto aos resultados de nosso ouvir.
O primeiro está descrito nos capítulos 13 e 14 do livro de Números. Vou usar apenas alguns versículos para resumir a historia, sinta-se à vontade para ler toda a história se assim desejar.
“Envia homens que espiem a terra de Canaã, que eu hei de dar aos filhos de Israel; de cada tribo de seus pais enviareis um homem, sendo cada um príncipe entre eles.
Enviou-os, pois, Moisés a espiar a terra de Canaã; e disse-lhes: Subi por aqui para o lado do sul, e subi à montanha: E vede que terra é, e o povo que nela habita; se é forte ou fraco; se pouco ou muito. E como é a terra em que habita, se boa ou má; e quais são as cidades em que eles habitam; se em arraiais, ou em fortalezas.
Também como é a terra, se fértil ou estéril; se nela há árvores, ou não; e esforçai-vos, e tomai do fruto da terra. E eram aqueles dias os dias das primícias das uvas. Foram até ao vale de Escol, e dali cortaram um ramo de vide com um cacho de uvas, o qual trouxeram dois homens, sobre uma vara; como também das romãs e dos figos.
E eles voltaram de espiar a terra, ao fim de quarenta dias. E caminharam, e vieram a Moisés e a Arão, e a toda a congregação dos filhos de Israel no deserto de Parã, em Cades; e deram-lhes notícias, a eles, e a toda a congregação, e mostraram-lhes o fruto da terra. E contaram-lhe, e disseram: Fomos à terra a que nos enviaste; e verdadeiramente mana leite e mel, e este é o seu fruto. O povo, porém, que habita nessa terra é poderoso, e as cidades fortificadas e mui grandes; e também ali vimos os filhos de Enaque. Os amalequitas habitam na terra do sul; e os heteus, e os jebuseus, e os amorreus habitam na montanha; e os cananeus habitam junto do mar, e pela margem do Jordão.
Então Calebe fez calar o povo perante Moisés, e disse: Certamente subiremos e a possuiremos em herança; porque seguramente prevaleceremos contra ela. Porém, os homens que com ele subiram disseram: Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós. E infamaram a terra que tinham espiado, dizendo aos filhos de Israel: A terra, pela qual passamos a espiá-la, é terra que consome os seus moradores; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura. Também vimos ali gigantes, filhos de Enaque, descendentes dos gigantes; e éramos aos nossos olhos como gafanhotos, e assim também éramos aos seus olhos.
Então toda a congregação levantou a sua voz; e o povo chorou naquela noite.”
Números 13:2, 17-21, 23, 25-33 e 14:1
Deus tinha dado uma promessa aos filhos de Israel. Eles tinham sido livrados das mãos poderosas do Faraó do Egito. Eles tinham vivido o sobrenatural de Deus, porém uma palavra contaminada saiu das bocas de 10 dos espias e as pessoas escolheram ouvi-las, ao invés de ouvir as palavras de Josué e Calebe. Por causa disso todos aqueles que tinham 20 anos ou mais no povo morreram no deserto, e quando todos esses já tinham morrido Deus deu uma nova oportunidade para a nova geração, que tinha estado vagando no deserto por 40 anos.
O segundo exemplo que escolhi está na carta de Paulo aos Romanos no capítulo 10, versículo 17:  “De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.”
Temos um principio muito forte que Paulo nos ensina aqui. Se a Fé e pelo ouvir, o contrario também e verdadeiro. Quando damos ouvidos ao contrário do que Deus tem falado para nós, acontece o que aconteceu com o povo hebreu, uma falta de fé foi gerada no coração de cada um por terem dado ouvidos a essas palavras contrárias. Mas se escolhemos ouvir a palavra de Deus, a Fé é gerada e com a Fé muitas portas se abrem. Acredito que uma das primeiras delas, e também uma das mais importantes, é agradar a Deus, pois em Hebreus aprendemos que sem Fé é impossível agradar a Deus. Aprendemos, então, um princípio: dê ouvidos a palavras de morte e morte será gerada dentro de você, de ouvidos a palavras de vida e vida será gerada dentro de você.
Temos, então, mais dois exemplos de atitudes e seus frutos quanto ao que os ouvidos ouviram. Tomando os princípio que Jesus e Paulo nos ensinaram, podemos dizer, por certo, que aquilo que você ouve também entra no seu coração, também gera sentimentos, também gera pensamentos, também meche no seu caráter, e, como conseqüência, também pode até moldar seu caráter, sendo assim, podemos dizer que aquilo que você ouve, também define quem você é!
Paulo e João descrevem em suas cartas que se levantariam muitos falsos profetas, homens que falariam mentiras e enganariam a muitos, Jesus disse que se possível fora, enganariam até os escolhidos. Estamos vivendo isso. Ligue a sua televisão e você VERÁ e OUVIRÁ sobre princípios do reino de uma forma tão distorcida que se você as der ouvidos, essas poderão te fazer “vagar no deserto por quarenta anos”. O que eu quero dizer com isso? Que aquilo que escolhemos ouvir entra em nosso coração e ali faz raízes, que crescem e dão frutos. Se o que escolhemos ouvir for luz, for puro, for bom, então nossas atitudes em decorrência disso serão boas, nossas palavras serão vida! Porém, se o que escolhemos ouvir foi impuro, bem, então nossas atitudes corresponderão à altura dessa impureza ou até piores do que ela. No caso do povo hebreu, custou-lhes a promessa, custou-lhes a vida de toda uma geração.
Mas e aí? Quem é você? Pare para refletir e você verá que a Bíblia não mente quando diz que suas atitudes refletem aquilo que você decidiu ver e ouvir. Seja para o bem, ou para o mal. Lembrando que suas atitudes definem quem você realmente é.
Nossa tendência, nos sites de relacionamento, e mascarar nosso verdadeiro eu, criando, assim, um “pseudo-eu”, se é que você me dá a liberdade para criar essa expressão que define a realidade de milhares que fazem parte dessa rede de amizades.
Seja sábio, filtre tudo aquilo que está a disposição de seus olhos e de seus ouvidos e escolha dizer NÃO para aquilo que vai gerar morte em você. Escolha sim viver em Santidade em tudo e como a palavra diz, peça a Deus olhos para ver, ouvidos para ouvir e um coração voltado a obedecer! Ver com os olhos de Deus, ouvir suas palavras e obedecê-las. Você consegue imaginar quem você pode realmente ser em apenas fazendo essas três coisas? Ver, ouvir e obedecer. Essas coisas geram um verdadeiro filho de Deus!
Jander Pires ViAqui santidade ao Senhor

2 comentários:

Andreza disse...

...quem sou EU?!

sou coração que palpita sem parar,pois ELE se faz presente em mim desde o nascer até o viver no seu Reino...
Bjks doce ♥

Andreza disse...

sempre ouvi que deveria procurar por Deus,
procurar...oras,
Ele esteve,está e estará sempre comigo...
ao nascer,
ele esteve nas mãos habilidosas do médico,
depois sobre a proteção
zelosa de minha mãe,
presente na forma bruta de meu pai
me ensinando carater e dignidade...
Ele não cansa de me dispensar
carinho,amor,proteção...
já se disfarçou de diversas pessoas
em meu caminho,
vizinhos,professores,alunos,amigos...
ah,os amigos...
Ele se escondeu atrás dos poucos
que exageram no carinho,afeto e atenção por mim...
veio também disfarçado
em você menino,
meu amor,amigo,marido,
me trazendo lições maravilhosas
de companheirismo,respeito,vida a dois...
Ele se dividiu,
e veio com minha filha
trazendo alegrias
que só ♥ de mãe conhece...
Ele está sempre preocupado comigo,
as vezes transforma minha vida num inferno,
para que eu aprenda lições
que teimava em aprender...
deixa-me sozinha,
para que entenda que um ombro
é o melhor lugar para chorar...
Ele está entre meus inimigos,
para que eu não desvie o caminho
vendo meus erros e tropeços,
nas pessoas difíceis que encontro
para que eu desenvolva paciência e sabedoria...
Ele está no sorriso de criança,
no abraço amigo,no afago do filho,
no beijo do amado,na flor que eu gosto,
na brisa que me toca...
Ele é o amor que levamos no peito,
sem medo de dividir, sem medo de perder...
que Deus esteja sempre no seu caminho...
assim como sempre esteve e está no meu.

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲