30/08/2011

O tipo de louvor que não gosto,mas faço questão de tocar

Não curto esse tipo de som, não aprecio o tipo de "vestimenta" que a cantora está usando. Numa análise fria, tiraria duas ou três análises negativas da letra, encontraria revanchismo, ou confusões na concordância teológica talvez.O clipe? Jamais escolheria este tipo de figurante, mesmo porque alguns ali poderão ser reconhecidos como detratores de alguém, em algum momento, e pagam o preço a sociedade por isso, vivendo empilhados no excelente sistema carcerário nacional.


Mas foi com lágrimas nos olhos que recebi esse registro - e confesso: com vergonha. Não sou homem suficiente para meter-me dentro de um presídio para falar de Jesus, seja com boa oratória, com a teologia correta, ou mesmo com português incorreto.

Minha arrogância talvez seja capaz de caçoá-los por suas tendências estranhíssimas a meu entendimento, mas como estaria o Brasil se houvesse uma dúzia a mais desses loucos de terno com bíblias ensebadas nos presídios?

Ah...sim...
"muitos desses presidiários não estão se convertendo legitimamente, para alguns é só uma artifício para redução de pena...".

Pode ser, mas tem os poucos que são legítimos, ou poucos que vão encontrar o Caminho, que não voltarão para o crime, e apesar de seu passado, serão pessoas melhores que muitos não criminosos.
Por esses poucos, não vale a pena?
A indicação do canal onde existe esse vídeo foi da "personagem" @pipa_aunt, jornalista carioca, qual já tive a agradável oportunidade de manter debates virtuais sobre espiritualidade e sobre a altura real dos Avatares...rsrsrsr
Read more: http://www.cristaoconfuso.com/2011/08/o-tipo-de-louvor-que-nao-gosto-mas-faco.html#ixzz1WXfzDDAd
Author Image

Anselmo Melo
Anselmo Melo, Carioca, casado e pai de três filhos (herança do Senhor). Pastor Evangélico e empresário. Moro atualmente no Estado de São Paulo onde pastoreio a Igreja de Nova Vida em Limeira. Sou fundador e presidente da Associação Projeto Resgate Vida.

6 comentários:

  1. Graça e paz Pr. Anselmo.
    Em nossa igreja nós temos um diácono que se converteu na cadeia. Eu o batizei quando ele estava na condicional, aliás, batizei outro amigo dele que estava no mesmo presídio que ele. Hoje os dois estão firmes na presença de Deus com suas famílias. Há muitas conversões nesses lugares, há muitas pessoas que realmente se arrependem de seus erros. Esse diácono de nossa igreja sempre diz que a cadeia foi o melhor lugar que ele passou, pois foi lá que ele encontrou Jesus.
    Fique na Paz!
    Pr. Silas Figueira

    ResponderExcluir
  2. Pastor Anselmo eu já tive evangelizando com umas amigas da igreja num lugar desses .É verdade o que o senhor disse,é um vazio tão grande,uma carencia de Deus tão grande.Que pregamos,cantamos mas só o Senhor sabe quem o quer verdadeiramente como salvador e senhor.Mais eu acho tão importante esse trabalho ,espinhoso mas lindo por vc esta lá pregando o amor de Deus .Gostei !a paz

    ResponderExcluir
  3. O texto não é meu Rose.Mas, concordo com o autor e com suas palavras.Que Deus levante homens e mulheres dispostos a pregar o Evangelho em todos os lugares.Que saiamos dos nossos púlpitos e de nossas lindas catedrais.
    Obrigado por estar sempre nos prestigiando aqui.Paz!

    ResponderExcluir
  4. Glória a Deus Pr Silas, por esse e tantos outros que tem sido alcançados pela graça remidora de nosso Senhor.
    Que ele nos motive e inspire para pragarmos o seu santo Evangelho em todos os lugares.
    Paz!

    ResponderExcluir
  5. Eu vi este post no Zé e postei comentário lá. Realmente vale a pena ir aos presídios e ganhar nem que seja uma alma, pois saber se todos se converteram de verdade isso só Deus sabe. Estive em um presídio é forte demais, quando se entra e a portas se fecham atrás de ti misericórdia. Mas vale a pena! Paz Anselmo!

    ResponderExcluir
  6. Muito triste Rô.E pior,saber que muitos de nós sequer nos lembramos dessas pessoas.
    Paz!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante,
Você pode elogiar ou criticar, observe apenas:

1-Não publicamos criticas de ANÔNIMOS e nem comentários que não estejam relacionados com o assunto.

2-Baixarias e palavrões também não.

3-Nem todas as publicações são de minha autoria e o fato de estarem aqui não implica necessariamente em que eu concorde com todo o teor do post.

4- Quer ser respeitado? Mostre respeito!

Autor


Anselmo Melo, Carioca, casado e pai de três filhos (herança do Senhor). Pastor Evangélico e empresário. Presidente do COPEL, Conselho de Pastores Evangélicos de Limeira. Moro atualmente no Estado de São Paulo onde pastoreio a Igreja de Nova Vida em Limeira. Fundador e Presidente da Associação Projeto Resgate Vida.
Saiba mais →

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *