17/08/2011

Deus nunca desperdiça uma dor

E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus. Rm.8:28ª
Essa parte do texto acima tem sido usada por pastores e leigos como uma espécie de mantra, a usamos todas as vezes que não encontramos uma explicação razoável para algum infortúnio, uma enfermidade, uma demissão do emprego ou qualquer outra coisa que nos abata. Acabamos nos refugiando nesse verso, ainda que nossa fé naquele exato momento pareça ter sofrido um golpe de morte, e nos percebemos fraquejando; porque lá no fundo não acreditamos que Deus possa agir para nosso bem diante daquela situação.




Seja como for existe uma verdade incontestável que ronda nossa existência terrena, certamente passaremos por infortúnios diversos em nossa vida.
Por mais que pareça frase pronta, desprovida de real significado na hora da dor, dar graças a Deus por toda e qualquer situação é sempre o melhor remédio.
Mesmo ainda quando não conseguimos enxergar proveito para tanta dor sem dúvida o melhor caminho é depositarmos mais uma vez nossa confiança em Deus. Não me lembro exatamente em que livro foi, mas concordo com a frase que ficou marcada em meu coração dita por aquele autor: “Deus nunca desperdiça uma dor”!
As histórias e a música desse vídeo são um verdadeiro refrigério para a alma que chora.
Que Deus abençoe sua vida ricamente.
Pr Anselmo Melo






Author Image

Anselmo Melo
Anselmo Melo, Carioca, casado e pai de três filhos (herança do Senhor). Pastor Evangélico e empresário. Moro atualmente no Estado de São Paulo onde pastoreio a Igreja de Nova Vida em Limeira. Sou fundador e presidente da Associação Projeto Resgate Vida.

Um comentário:

  1. Bárbaro! Bárbaro! Bárbaro!

    Bendito seja o nome do Senhor!

    Eu creio! Eu creio! Eu creio!

    Lindo demais o vídeo! Que mensagem maravilhosa.

    Muito obrigado, Pastor Anselmo.

    Abraços sempre muito afetuosos.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante,
Você pode elogiar ou criticar, observe apenas:

1-Não publicamos criticas de ANÔNIMOS e nem comentários que não estejam relacionados com o assunto.

2-Baixarias e palavrões também não.

3-Nem todas as publicações são de minha autoria e o fato de estarem aqui não implica necessariamente em que eu concorde com todo o teor do post.

4- Quer ser respeitado? Mostre respeito!