Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Lanna Holder,Ricardo Gondim e os trapos de imundície

O que esse trio tem em comum?

Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniqüidades como um vento nos arrebatam. Isaias 64:6

A passagem acima desnuda o que temos assistidos nesses tempos de perversão da palavra. Aquilo que a Bíblia chama de justiça própria tem levado centenas de milhares a achar que seus conceitos de certo e errado influenciariam talvez uma mudança no curso do julgamento de Deus que por certo virá.

"Mulheres" como Lanna Holder e homens como Ricardo Gondim resolveram que sua noção de amor e justiça excede ou mesmo se sobrepõe a justiça e ao amor de Deus.
Em casos como os citados eu não diria que são as “muitas letras” que lhes causam delírios e sim um sentimento demoníaco, que, em algum ponto de sua existência invadiu-lhes o coração a ponto de se acharem mais dignos de crédito que a Bíblia e sua noção de justiça mais correta que o Altíssimo.
Na clara tentativa de justificarem seus atos, usam textos isolados da Bíblia e torcem seu real significado, falam com paixão e doçura a ponto de iludirem e enredarem muitos após suas devassidões. “Deus não faz acepção de pessoas”, “ o que importa é o amor”, “ Deus jamais condenará um filho”, Deus nos fez assim, logo,como nos condenará?”
Ao que a Bíblia lhes responde com límpida clareza: Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; Romanos 1:24

Essas são pequenas amostras de suas frases preferidas. Igreja inclusiva, teologia inclusiva e homoafetividade são termos em evidencia entre eles também. Falam do pecado em que vivem como coisa justa e aceitável por Deus.

Esses seriam os dias trabalhosos? São a esses que a Bíblia se refere?
Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. 2 Timóteo 3:1

Falando francamente meu irmão e minha irmã, quantas lutas você trava diariamente para viver uma vida de santidade?Tem sido fácil para você? Confesso, para mim nunca foi e nem é  fácil.
Certamente seria também mais tranqüilo para mim como homem arranjar algumas justificativas e ceder aos desejos de minha carne. Encontraria sem muito esforço algumas dezenas de versículos que falam do perdão e da graça eterna de Deus. Consolaria-me afirmando que seu amor cobre multidão de pecados. Que suas misericórdias não têm fim, que elas se renovam todas as manhãs e tantos outros textos que tratam da graça de Deus.
Sei que um bando de hipócritas ruminarão algo assim no coração: “Como pode um pastor escrever algo assim:” Mas, lá no fundo, todo HOMEM luta constantemente contra desejos sexuais, não existe um só HOMEM sobre a face dessa terra que nunca sonhou ter em sua cama uma musa com “tudo no lugar”. Lutamos contra a sedução do orgulho, lutamos contra a vaidade e por permanecermos fiéis a palavra de Deus.

Vamos combinar uma coisa meus irmãos, abrir uma Igreja, dizer que é pastora e a noite se deitar ao lado de outra mulher, praticar sexo abominável com ela e no dia seguinte acordar e dizer que isso é algo normal, que é aceito por Deus é demais.
Querer arrumar justificativa na própria Bíblia para um comportamento completamente reprovável é insano, é demoníaco.

Que Deus tenha misericórdia dessas vidas, que elas ainda encontrem lugar de arrependimento, é disso que precisam, e não de teólogos como o Gondim  que lhes incentivem na busca por justificativas daquilo que não é justificável e nem normal.
Que Deus toque no coração dos irmãos da Betesda, que eles rompam com esse homem que desdenha da Bíblia e do próprio Deus.

Indignado...
Pr Anselmo Melo

98 comentários:

João Honorato disse...

MUITO BOM PASTOR ANSELMO!
O CAMINHO DA PERDIÇÃO É LARGO E DILATA-SE CADA DIA MAIS DIANTE DE PREGADORES RELATIVISTAS E DESCOMPROMETIDOS COM A PALAVRA DE DEUS...
DAMOS GRAÇAS A DEUS POR ESTE SEU BLOG O QUAL NOS TRÁS GRANDES ESCLARECIMENTOS ACERCA DA VERDADE... E NOS AJUDA A DISCERNIR CADA DIA MAIS O QUE O SER HUMANO REALMENTE É EM SI MESMO. QUE BÍBLIA É A DESSES DEPRAVADOS, DESREGRADOS, E SEM NOÇÃO?
DEUS TENHA MISERICÓRDIA!

disse...

Maravilhoso seu texto Anselmo, muito bom... é tudo o que sinto. Eu fico admirada como tem gente que concorda com isso. Digo, pessoas aqui na Blogosfera mesmo, Esta semana eu li um texto que fala do gay Samaritano, quando eu postei que o texto era horrível veio uma turma de crentes que se juga mais sábio que nós, e que nos chamam de religiosos só porque não concordamos com erro. Eu fico admirada que tem gente que diz que ja foi pastor e conhece as escritura e concorda com gays adotarem crianças, casamento gay, tudo contra a palavra de Deus, vejo que essas pessoas querem um Jesus paz e amor, aquele que só é amor e nunca justiça, vejo nestas pessoas Anselmo, elas se enganando sabe?? acho que elas querem um Deus que aceite-as com toda as suas mazelas pois são incapazes de obedecer a Deus em suas vidas, pois os filhos da luz obedecem e tem o coração contrito pronto para mudar e ouvem a verdade. Já os rebeldes filhos das trevas tentam apropriar a Bíblia em seu favor a sua maneira. Eu já me decidi não posto mais em blogs que são contra a palavra de Deus, blogs que falam do Evangelho mas não vivem a palavra em sua totalidade, só pregam o que as interessam. Todos sabemos que Deus é amor, mas é justiça também. Adorei seu texto. Onde assino?? Paz

ednass disse...

amado pastor Anselmo,eu ja me senti indignada com tudo isso, hoje so consigo sentir uma profunda triteza, não so por elas, mas por outros tbm que espalham a promisquidade usando a santa palavra de Deus.sem quere ser juiza, nem ipocrita, mas essas pessoas saõ sedutoras por natureza, e arrastam muitas almas ao engano.lamentavel, vale lembrar que o diabo quando tentou Jesus, foi usando as palavras da biblia.e pelo jeito, ele continua com a mesma tatica.

na paz.

Anselmo Melo disse...

Querido irmão João Honorato.Não nos espantemos com tudo isso,a Bíblia nos informa a respeito desses tempos que temos vivido.Quando começarem a queimar (literalmente a Bíblia) em praça publica,veremos muitos dos que hoje são considerados como nossos irmãos engrossando a longa fila.
Paz,e obrigado por participar aqui e pelo incentivo.

Anselmo Melo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anselmo Melo disse...

Querida irmã ednass. Essa gente tem por pai o diabo, vivem da mentira e pela mentira. Quanto a nós, seguiremos o conselho de Pedro:Vós, portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que, pelo engano dos homens abomináveis, sejais juntamente arrebatados, e descaiais da vossa firmeza; 2 Pedro 3:17
E também o de Paulo que diz:Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade. 2 Coríntios 4:2
Paz!

Anselmo Melo disse...

Rô. Nós construímos relacionamentos aqui na blogosfera, e, particularmente fico feliz com sua decisão. Chega uma hora que não dá para compartilhar nossa presença com alguns, mesmo aqui somos testemunhas do amor e da virtude de Cristo em nós.
Somos para essa gente, religiosos e reacionários. Não nos espantemos, pois é exatamente assim que o mundo nos vê.
Esses que se desviaram da sã doutrina têm em seu interior um câncer que os consome e condena. Acham que torcendo a palavra de Deus em seu favor escaparão da condenação e do dia da ira do Senhor. Aliás, eles também preferem acreditar que esse dia nunca chegará para eles. São falsários da palavra como Paulo nos afirma aqui: “Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade”.2 Coríntios 4:2
Precisamos mesmo nos separar, saber com quem temos comunhão e compartilhamos nossa vida.
Segue alguns textos que sei que conhece, é só para deixar registrado o porquê também de minha decisão de não participar com minha presença em alguns espaços aqui na blogosfera. Paz!
“Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência.
Portanto, não sejais seus companheiros.
Porque noutro tempo éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor; andai como filhos da luz, (Porque o fruto do Espírito está em toda a bondade, e justiça e verdade); Aprovando o que é agradável ao Senhor.
E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes condenai-as”. Efésio 5:6-10
“Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências”;2 Timóteo 4:3

Alberto Couto Filho disse...

Pr Anselmo
A paz

Vc pergunta: o que aqueles três têm em comum?
Uma só resposta: "farinha do mesmo saco"
Conforme Paulo a Timóteo, eles já não suportam a sã doutrina, chamando-a de "dogmas ultrapassados".
Que me perdoem mas, eles têm comichão em todas as partes do seu desprezível corpo.
Só para diferençar a farinha contida no saco das heresias: a farinha é podre e dá nojo.
O herético Gondim, conforme Pedro, volveu para trás e apartou-se do santo mandamento que lhe foi dado.
E o que diz aquele adágio verdadeiro: "O cão (Gondim)voltou ao seu próprio vômito; e a porca lavada (Lanna) voltou a revolver-se no lamaçal.
Os de Betesda que se acastelem na sombra do Onipotente, pois em tempos idos, conheceram o Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Com Deus, até sempre.
Seu conservo

ministerio bereia angola disse...

verdadeiramente a palavra de Deus está se cumprindo, a biblia já previa a existencia de homens e mulheres que apostatariam na fé e dariam ouvidos a espiritos de demonios. quando estas cousas estãos acontecendo devemos nos lembrar que o fim está proximo e perseverar em pregar o evangelho puro e sem misturas, sem corantes nem conservantes!!
estou seguindo o seu blogue pastor Anselmo, convido-o a seguir o nosso tambem.

MANUEL DILANDAMOKO/ANGOLA

Eduardo Medeiros disse...

anselmo, eu consigo entender sua indignação, creia. sim, por que eu também ficaria indignado, ruborizado e com uma ira santa com tais fatos há anos atrás.

assim como eu ficava indignado quando alguém que se dizia "serva de deus" cortava o cabelo ou usava calça cumprida em pleno descumprimento da lei de deus.

mas esse sentimento eu não tenho mais. talvez você pense aí que esse eduardo medeiros perdeu o primeiro amor e está totalmente desviado da graça de deus e se não tomar jeito jesus vem e ele fica e depois vai pro inferno.

tudo bem, é claro que é seu direito crer assim, como também é o meu de não crer. gosta-se de dizer "a bíblia diz isso..." mas se esquece que quando "a bíblia diz" na verdade foi um homem, de carne e osso e circunstâncias sociais, culturas e religiosas definidas quem o disse.

foi paulo que escreveu, não "a bíblia". quando colocamos no foco que quem disse foi um homem como eu e você, a pretendida autoridade "bíblica" fica relativizada, pois se foi homem quem disse, quem disse que é verdade absoluta? quem disse que o que ele disse serviu para o seu tempo e que serviria por todos os séculos vindouros? tantos "pecados" de outrora que eram baseados na "bíblia" hoje são coisas comuns no meio cristão.

não deveríamos pensar um pouco por esse viés?

não quero relativizar a "essência do evangelho" que creio ser eficaz para qualquer época e circunstâncias, mas não posso não relativizar a compreensão deste evangelho em cada época histórica com suas circunstâncias.

creia, pastor, que meu intuito aqui nunca foi criar polêmica e nem afrontar a fé cristã já que eu também cristão sou. (mesmo que alguns diga que eu não sou, mas quem sabe o que eu sou é somente o eu sou). o meu intuito é sempre trazer reflexões, novas abordagens e uma crítica construtiva à nossa própria crença, aliás, algo que eu tenho como indispensável de tempos em tempos.

você diz que o gondim desdenha da bíblia mas creio que isso não seja verdade. creio que gondim é um homem sincero na sua fé assim como o senhor é; é claro que ele está indo por uma linha de pensamento teológico que fere suscetibilidades mas todo homem tem que pagar o preço por ousar pensar fora do que está estabelecido como verdade absoluta.

e isso aconteceu na própria história do povo da bíblia, especialmente no sábio livro de jó. talvez gondim não esteja buscando sua justiça própria, talvez esteja apenas pedindo licença para pensar.

abraços

Eduardo Medeiros disse...

e aí, esse meu comentário vale quantos da rô? no mínimo uns 10 pontos...rssss

Anselmo Melo disse...

Querido Eduardo.Você é um cara inteligente, não confunda "alhos com bugalhos".Corte de cabelos e uso de roupas desse e daquele tipo são e sempre foram usos e costumes de algumas denominações evangélicas.Essas coisas não estão ligados a questões morais e sim a um entendimento raso da Bíblia.
Se você me provar que Condim é um pensador,que suas posições estão firmadas em conceitos que sejam fruto de um livre pensar eu retiro daqui os posts que tratam dessa questão.
Que o pensamento dele nada mais é do que a influencia do pensar de outros esta mais do que claro.Ele não pensa, ele lê e repete, como um papagaio tolo.Seguindo essa linha de raciocínio eu diria que prefiro repetir Paulo a repetir os autores que o Gondim representa e repete. Meu viés é a Bíblia,o do Gondim não é mais, então porque fazer uso da mesma? Só quando lhe parece conveniente? Ele,você e eu somos livres, acredito nisso,como acredito que a sinceridade deve nortear nossa vida.Então,já que a Bíblia não lhe serve, seja honesto consigo e com os outros.E isso, verdadeiramente ele não tem sido.
Paz!

Cesar M. R. disse...

Conversa tensa, prosa nebulosa!
Apesar de incomodado, acho justo que leiamos as palavras do Eduardo Medeiros com atenção. Tem algo de sensato aí. Não que eu concorde.

Acho que a questão da restrição ao homossexualismo não está ligada a um "contexto", pois transpassa toda a Bíblia e encontra sua raíz na própria história da criação e na própria Natureza.

Porém, de fato, temos o hábito de ler alguns trechos do Novo Testamento a partir de uma elaborada explicação sobre o contexto histórico (a questão do uso do véu por parte das mulheres na igreja de Corinto, por exemplo), enquanto no caso de outros trechos preferimos uma leitura mais imediata e ponto! Ou seja, nosso critério é meio flutuante. E flutua de acordo com o quê? Com nossa ideologia presente? (Vejo inconsistência desse tipo em minha própria denominação).

Quanto ao Gondim estar ousando e escrevendo fora dos contornos, não me parece o caso. Ele só optou por uma linha de pensamento já há muito existente. O que assusta é a aplicação prática desse pensamento em uma igreja antes mais convencional. Acho preocupante e estranho. E ele não está "pagando o preço", acho que não... Ao contrário, parece que tem sido bom pra ele. Ele gosta, vai por mim.

Abraço a todos,
Cesar

Anselmo Melo disse...

Obrigado irmão Manuel por registrar sua opinião.Vou dar uma conferida em seu blog.Paz!

Anselmo Melo disse...

Cesar.A aplicação prática de tais pensamentos é uma Igreja sem "norte".O livre pensar não justifica o rompimento com a moral. Tenho a mesma opinião quanto a essa questão de "preço", ele mediu, certamente,a repercussão de suas ultimas declarações.O homem de bobo não tem nada.

Anselmo Melo disse...

Querido Alberto.Farelo do esmo saco cairia-lhes melhor.Não acha?

Pastor Guedes disse...

Caro Pr. Anselmo,

A Paz do Senhor!

O pensamento do Eduardo segue a mesma linha de raciocínio do Gondim: relativizar a Palavra de Deus.

O que Paulo escreveu é Palavra de Deus sim e quem quiser que discorde da ortodoxia, é um direito. Mas não venha querer ensinar heresias com palavras eloquentes e elegantes, que não cola. Teísmo Aberto é sã doutrina? Respeito sim, enquanto possibilidade para reflexão, mas não serve como regara de fé. Afirmar que "a igreja precisa entender que toda relação homossexual não é promíscua" não nos leva a entender que se não é promíscua deveríamos aceitá-la e legitimá-la? Respeito o direitos civis dos cidadãos, sejam homossexuais, pastores, prostitutas, apóstolo ou político, mas não venham querer ensinar que isso é bom para a igreja, que não é! Ser igreja assim é melhor não ser.

Esses pensamentos teológicos "profundos" tem sido a derrocada de muitos pastores e pregadores. Muitos estão desviados da sã doutrina por conta de uma nova "leitura" ou uma "releitura" da Bíblia. Prefiro ser raso e nada profundo a ser herege.

Esse povo que defende isso tudo, nunca viu uma pessoa endemoninhada ser liberta e nem sabem a verdadeira natureza do Batismo com o Espírito Santo, relativiza os dons e desdenha sim da Bíblia, afirmando que o que Paulo escreveu não serve para nossos dias senão para o tempo dele. Estou cansado dessas heresias encobertas.

Forte Abraço.
No Amor de Cristo!

Anselmo Melo disse...

Querido Pastor Guedes.Concordo plenamente,existem muitos homens que outrora andavam com Deus, e que, agora preferem a companhia de seus próprios pensamentos, mergulham em delírios sem fim e se tornam apostatas da fé.
Prefiro continuar andando com Deus e tendo o seu Santo Espírito como meu mestre.
Paz!

Fábio José Lima disse...

Graça e Paz Pr. Anselmo, como sempre direto ao ponto.
Outro dia comente com nossa amiga e irmã Rô que tenho pena quando lei coisas sobre o Ricardo Gondim, e depois que tomei conhecimento aqui no A Pedra sobre a Lanna, fiquei mais entristecido ainda.
São pessoas que querem achar um justificativa, através de falsas interpretações da Bíblia, para seus erros, acredito que é uma forma que o inimigo põe a eles para amenizar, na concepção deles, a culpa que devem sentir, pois são conhecedores do seu estado de pecado.
Que possamos continuar orando por eles e por tantos outros, clamando a Deus que eles se arrependam, pois meu desejo e tê-los conosco junto a Deus durante a vida eterna, está deve ser a visão Cristã.
Fiquem na Paz.

Anselmo Melo disse...

Amém Fábio. Não podemos nos esquecer disso jamais.Não podemos usar essas notícias pura e simplesmente para acusar ninguém, mas para conscientizar a Igreja do mal que a cerca,e,para intercedermos por essas pessoas.
Fica na paz meu irmão!

vagner ribeiro disse...

Como pode alguém dizer que é cristão e defender pessoas que dizem que a volta de Cristo é utopia e também que homossexualidade não é promiscuidade. E quanto as duas ex-cristã que agora são lésbicas, sem comentários, as duas estão com passagens para o inferno. Se alguém é contra minha opinião que rasguem a bíblia, porque é ele que nos asseveram isso. As pessoas têm que entender que o homem é falho, infalível só Deus, parem de defender o Gondim e a Lana, eles são humanos e caíram isso é fato, defendam a palavra de Deus. É por isso que as igrejas deles, mesmo em pecado, vão continuar porque tem pessoas que idolatram o ser humano ao invés de Deus

disse...

Concordo plenamente com Pr. Guedes e Anselmo. Onde assino?? Paz!

Anônimo disse...

Pr. a gç e a pz,
Tenho feito visitas ocasionais aqui e tem sido bastante gratificante. Soube de Gondin há uns 7 anos pela revista Ultimato, mas nem a revista e nem Gondim fizeram minha cabeça.
Gostaria de aproveitar e comunicar ao ilustre o seguinte:

Um juiz do Estado de Goiás cancelou um registro de "casamento gay" em Goiânia. A matéria é do UOL que não perdeu tempo para disparar a tal metralhadora "homofóbica".

Entendo que ele deveria receber nosso apoio através destes endereços:
ouvidoria@tjgo.jus.br
Ou
Contato pelo site: http://www.tjgo.jus.br/ouvidoria/externo/cadastro.do

LINK UOL: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2011/06/19/mesmo-com-decisao-do-stf-casal-gay-tem-uniao-estavel-cancelada-em-goias.jhtm

Abs

Eduardo Medeiros disse...

anselmo, eu não estou confundindo nada. os antigos assembleianos não permitiam que mulheres usassem calça cumprida baseados em

"Não haverá traje de homem na mulher, e nem vestirá o homem roupa de mulher; porque, qualquer que faz isto, abominação é ao SENHOR teu Deus. Deuteronômio 22:5"

isso parecia bem lógico à época. mulher usar calça cumprida era abominação ao senhor, assim como um homem deitar com outro.

as mulheres e os homens também não deveriam cortar o cabelo em franja baseado em

"Não cortareis o cabelo, arredondando os cantos da vossa cabeça, nem danificareis as extremidades da tua barba." Lv 29.27 (o engraçado é que ao contrário do que mandava o versículo, os assembleianos antigos não usavam barba por que era pecado...)

sobre o corte de cabelo da mulher também usavam

"Mas ter a mulher cabelo crescido lhe é honroso, porque o cabelo lhe foi dado em lugar de véu. 1 Coríntios 11:15"

assim como para os homens que não podiam deixar o cabelo crescer baseado em

"Ou não vos ensina a mesma natureza que é desonra para o homem ter cabelo crescido? "1 Coríntios 11:14

as assembleianas também não podiam usar joias ou enfeites(brincos, baton, etc) baseado em

"O enfeite delas não seja o exterior, no frisado dos cabelos, no uso de jóias de ouro, na compostura dos vestidos;" 1 Pedro 3:3

eu podeira dar mais vários exemplos. mas como nada disso mais vale hoje para a maioria dos assembleianos, o que mudou? a bíblia não é clara com relação a tudo isso? eles relativizaram a bíblia?

talvez você me diga, "mas edu, eles interpretavam equivocadamente esses versículos..."

bem, evidente que sim; mas a questão vai mais longe: existem temas morais na bíblia que foram dadas para ser "estatuto eterno" e que não são mais cumpridos. relativizou-se a bíblia, e com toda a razão.

"moral" é algo temporal; não existe uma moral que seja válida para todos os povos e em qualquer tempo.

Eduardo Medeiros disse...

então, anselmo, o que eu estou dizendo, é que não existe "a interpretação" da bíblia; existe as interpretações conforme a compreensão das comunidades de fé em seus próprios tempos e circunstâncias. não digo que a ortodoxia é mentirosa; digo que ela não tem o direito de julgar nenhuma outra forma de pensamento teológico a partir dela, como se ela fosse a verdade pura e cristalina que todos deveriam acatar sem questionar.

ora, guedes, por que o teísmo aberto não serve como sã doutrina e o "teísmo fechado"(??) serve? a "sã doutrina" é sã para aqueles que a tem como sã e que dela faz uso para o seu viver na fé.

para o gondim, o teísmo aberto agora é sã doutrina.

anselmo, quanto as suas colocações:

"Se você me provar que Condim é um pensador,que suas posições estão firmadas em conceitos que sejam fruto de um livre pensar eu retiro daqui os posts que tratam dessa questão."

ora, todos nós somos pensadores, você não? mas tecnicamente, "livre pensador" não existe, já que todos nós pensamos a partir de todo conhecimento e cultura que os nossos antepassados foram nos legando.

anselmo, os seus conceitos estão baseados no seu livre pensar ou estão baseados nos conceitos de outros que lhe pregaram como verdade da fé e você concordou que era de fato, verdade?

se você um dia se "converteu" você o fez por seu livre pensar ou por que alguém lhe pregou uma palavra que lhe tocou e lhe fez sentido e você provou aquilo como verdade para sua vida?

o fundamentalismo cristão é baseado num movimento que se originou nos estados unidos no início do século 20, como você sabe. foi uma reação ao renascimento que trouxe em seu bojo, o liberalismo teológico, e o método histórico-crítico de estudar a bíblia.

alguns falam de "ortodoxia" como se essa ortodoxia fosse o perene e único modo de pensar a fé cristã durante os séculos e não foi.

Eduardo Medeiros disse...

e se por acaso, anselmo, o pensamento do gondim fosse "original"; digamos que nunca ninguém em toda a história do pensamento cristão tenha falado em "teísmo aberto", você o admiraria como pensador e aceitaria o seu pensamento como válido?

se não, qual a diferença então? se sim, por que então não respeitá-lo hoje?

sobre o que você colocou:

" Meu viés é a Bíblia,o do Gondim não é mais, então porque fazer uso da mesma? "

ora, anselmo, você é uma pessoa inteligente, não confunda alhos com bugalhos...

os batistas históricos usam a bíblia para dizer que o batismo com o espírito santo não resulta em falar em línguas estranhas; o pentecostalismo advoga, baseado na mesma bíblia, o contrário.

os presbiterianos históricos, advogam, baseados na bíblia, que deus predestinou todos os salvos e todos os condenados desde antes da fundação do mundo; que jesus morreu apenas para os escolhidos, etc, etc(tudo aquilo que você conhece); os arminianos(que talvez seja o seu caso), baseados na mesma bíblia, acreditam diametralmente oposto ao calvinismo...

e na questão moral a coisa ainda seria mais complexa e diversificada. até hoje, baseado na biblia, muitos não aceitam o divórcio e o novo casamento(aliás, pensamento que parece ser o bíblico) e tantos outros, talvez a maioria hoje, já relativizaram isso e o número de divorciados no meio evangélico sobe a cada ano e novos casamentos estão sendo realizados.

sei que para cada questão que eu apresentei, você pode ter uma interpretação "correta" para refutar a opinião contrária; mas o outro lado também fará o mesmo...

então, eu lhe devolvo a pergunta que você me fez:

você usa a interpretação bíblica "Só quando lhe parece conveniente?"

Eduardo Medeiros disse...

e nem preciso lhe pedir para que o nosso diálogo continuo nesse alto nível. diferentemente do que o prezado pastor guedes diz,

"Mas não venha querer ensinar heresias com palavras eloquentes e elegantes, que não cola. "

se você disse isso para mim guedes, saiba que eu não estou querendo "ensinar" coisa alguma; estou querendo sim, instigar o debate, de preferência sem ninguém começar a chamar o outro de herege, pois herege, é sempre o outro que não pensa como eu penso...

outra coisa, guedes, eu não quero "relativizar a palavra de deus", mas posso sim, relativizar a palavra dos homens que falaram a palavra de deus, pois a bíblia foi escrita por homens e não por deus.

a inerrância bíblica é apenas mais uma construção doutrinária. como a biblia foi escrita por homens falhos como eu e você, limitados em conhecimento e percepções da realidade, o que eles escreveram a partir da revelação pode sim, conter relatividades; se não fosse assim, o próprio deus escreveria cada palavra da bíblia e daria pronto para moisés, isenta de qualquer erro.(mas ainda assim teríamos que crer que deus realmente a tinha escrito)

mas se fosse essa a nossa crença, jamais poderíamos ter teologia alguma, pois quem iria se atrever a comentar um livro escrito pelo próprio deus? e será que todos entenderiam da mesma forma o que deus escrevera?

quando a palavra de deus chega ao homem, ou quando o homem se lança ao encontro da palavra de deus, esta lhe chega através do que ele conhece, do que ele compreende, das idiossincrasias culturais nas quais está inserido. a palavra de deus sempre nos chega através da interpretação, e toda interpretação pode ser questionada, sem que para isso, se crie um clima de guerra e de condenação ao outro.

amigo guedes, e quanto ao"...palavras eloquentes e elegantes" eu agradeço o elogio...rs

abraços e fica na paz.

Eduardo Medeiros disse...

e aí, estou em que posição...?? rsssssssssss alcançar a rô(fominha de comentário só pra ganhar o presente maior)é tão penoso quanto pensar e refletir debaixo do sol...

Anderson Rogerio Andujar disse...

Rapaz, se tú tivesse um chicote de azorrague...

Brincadeirinha, faço minhas as suas palavras.

Agora que “tô” vendo que me ultrapassaram nos comentários, vou ter que correr, rsrs.

Anselmo Melo disse...

Manda ver Anderson.É bom que além de motivados o tom do debate tem chegado em um bom nível.
Paz!

Pastor Guedes disse...

Pr. Anselmo,

Permita-me responder uma questão do Edu: o "Teísmo Fechado" serve sim como sã doutrina porque preserva uma verdade bíblica inquestionável, a Soberania de Deus.

Paz Amigo!

Anselmo Melo disse...

Querido Eduardo.Suas considerações são pertinentes e não me incomodo em arrazoar sobre os temas levantados aqui.Porém existe um ingrediente no meio de tudo isso indispensável a uma compreensão segura (antes que você diga) segundo aquilo que creio. Esse é conhecido segundo a ortodoxia como a terceira pessoa da trindade. O Espírito Sando de Deus,sei que não faz diferença alguma, mas gosto de escrever assim mesmo, com maiúsculas.
Minha conversão não foi fruto da crença em nenhum discurso, o que me tocou quando eu caminhava por um vale de sombra e morte foi esse Espírito.Que transcende toda e qualquer posição teológica por mais bem elaborada e aceita que seja.Isso não teve nada há ver com homens e sim com Deus.Não foi a Bíblia segundo o calvinismo e nem segundo o arminianismo, foi o verbo.
O verbo que instaurou dentro de mim um novo pensar que me conduziu a enxergar o dom da vida de um ponto de vista até então desconhecido por mim.
É lógico que depois disso todos nós "escolhemos um lado".
Como você mesmo disse ninguém é de fato livre em seu pensar,somos influenciados sim pelo pensar de tantos outros.Sendo assim,entre "permitir" que meu pensar sofra a influencia daqueles que hoje influenciam o pensar do Gondim, prefiro continuar sendo influenciado pelo pensar daquilo que penso ser o pensamento de Deus registrado na Bíblia escrita por homens, porém que penso foram usados por Deus para tanto.
Continuo discordando de suas "comparações",segundo meu pensamento, que não é tão meu, calças compridas,cortes de cabelo desse e daquele jeito e jóias poderiam e foram enquanto ensino relativizados sim, como uma evolução da qual nenhum de nós poderia ousar fugir.Mas, deitar-se com um homem como se foce mulher, segundo o meu pensar, é algo que nunca deveria ser sequer ser considerado como aceito e aprovado por Deus.
To meio cansado,volto em breve as nossas considerações.

Anderson Rogerio Andujar disse...

Quero deixar claro que quando eu disse que faço minhas as suas palavras, estava me referindo aos prs. Anselmo e Guedes.

Pros "filósofos" de plantão (já que herege "num pode"), eu prefiro acatar o conselho bíblico do Senhor, através de Paulo, aos Colossenses: "Assim digo para que nimguém vos engane com RACIOCÍNIOS FALAZES." (Cl 2.4 ARA, grifo meu).

Anselmo já entrei num debate com os filósofos no blog da Rô, deixei espaço pra eles responderem a Deus, o que Deus perguntou a Jó em Jó 38.2-7:

"Quem é este que escurece o conselho com palavras sem conhecimento?

Agora cinge os teus lombos, como homem; e perguntar-te-ei, e tu me ensinarás.

Onde estavas tu, quando eu fundava a terra? Faze-mo saber, se tens inteligência.

Quem lhe pôs as medidas, se é que o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel?

Sobre que estão fundadas as suas bases, ou quem assentou a sua pedra de esquina,

Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam?"

Mas até agora nada...

Pastor Guedes disse...

Prezado Pr. Anselmo,

A Paz do Senhor!

Respondendo ao Eduardo: O teísmo "fechado" é sim uma sã doutrina porque preserva uma inquestionábel verdade bíblia, a Soberania de Deus.

Quanto a questionar palavras de homens que escreveram a Palavra de Deus é mais uma sutileza dos teólogos liberais. Por exemplo, Paulo escreveu: "Pela Graça sois salvos, mediante a fé; isso não vem e vós é dom de Deus". De acordo com esse ponto de vista, essa não é uma verdade absoluta, mas questionável. Pedro escreveu que Jesus é "a pedra que os edificadores rejeitaram", citação de salmos compostos por homens, logo tanto a palavra de Pedro como o cântico do salmista é questionável. Continuando nessa linha de raciocínio, a Bíblia toda é questionável porque toda ela foi escrita por homens. Assim, o Eduardo relativiza sim a Palavra de Deus e desdenha das escrituras. A Bíblia é diferente dos outros livros porque contém as verdades que Deus quis nos revelar através de Paulo, Pedro, João, Isaías, etc. Agora, todos os outros livros são passíveis de julgamento e condenação.

A inerrância das escrituras não é "apenas mais uma construção doutrinária", mas sim uma verdade bíblica e você com seus pensamentos liberais quer fazer uma descontrução dessa verdade inconteste. Interpretar a partir do contexto que eles viveram sim, mas crendo que as verdades contidas em cada texto tem aplicação local e universal (exceto as genealogias e os cerimoniais da lei que têm enorme significados para a nação de Israel). Quero dizer com isso que é possível interpretar a Bíblia e aplicá-la na prática, sem negar sua Veracidade, Autenticidade e Inerrância ou suas doutrinas fundamentais, tais como a Soberania de Deus e a Vinda Pessoal de Jesus, por exemplo, para lembrar do Gondim.

Edu, amigo, não agradeça pela palavras elegantes e eloquentes porque aquilo não foi um elogio rsrsr

Fica na Paz Edu.

Pastor Anselmo obrigado!

Anderson Rogerio Andujar disse...

Por isso por mais que os filósofos de plantão não creiam mais na Biblia, me permita postar aqui o que eu ainda creio e tenho obervado como norte pra minha vida e pro meu ministério:

"Porque não vos fizemos saber a virtude e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, SEGUINDO FÁBULAS ARTIFICIALMENTE COMPOSTAS; mas nós mesmos vimos a sua majestade. (2Pe 1.16, Grifo meu)

*Disseram que a Bíblia foi escrita por homens, e aqui Pedro diz que "viu a magestade de Jesus, portanto, entre escolher acreditar no que muitos homens de hoje (que talvez nunca tenham tido uma experiência real com Deus, ou talvez as tiveram no passado, escrevem e o que Pedro que viu e andou com Jesus antes e depois da Sua ressurreição esceveu, prefiro ficar com Pedro e com a Bíblia).

Contnuando o texto de 2 Pedro...

Porquanto ele recebeu de Deus Pai honra e glória, quando da magnífica glória lhe foi dirigida a seguinte voz: Este é o meu Filho amado, em quem me tenho comprazido.

E ouvimos esta voz dirigida do céu, ESTANDO NÓS COM ELE no monte santo;

E temos, MUI FIRME, A PALAVRA DOS PROFETAS, à qual BEM FAZEIS EM ESTAR ATENTOS, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça, e a estrela da alva apareça em vossos corações.

Sabendo primeiramente isto: que NENHUMA PROFECIA DA ESCRITURA É DE PARTICULAR INTERPRETAÇÃO.

Porque a profecia NUNCA FOI PRODUZIDA POR VONTADE DE HOMEM algum, mas os HOMENS SANTOS de Deus FALARAM INSPIRADOS PELO ESPÍRITO SANTO." (2Pe 1.17-21, grifo meu)

Engraçado que disseram que a Bíblia foi escrita por homens falhos e aqui no versículo 21 a Bíblia chama esses mesmos homens de "santos".

Concordo que os homens eram, e são falhos, mas ainda acredito que Jesus tenha o poder de transformar esses homens falhos em homens santos (quando esses assim o permitem).

Abraços em Cristo...

Cesar M. R. disse...

A prosa continua tensa e nebulosa...
Não é do meu feitio entrar por essas esquinas, mas quero dizer que, embora seja completamente conservador, e tema pelo destino que se entrevê no caminho escolhido pelo Eduardo Medeiros, compreendo que as respostas fundamentalistas ao que ele disse ainda não foram suficientes. Há algo no discurso dele que desencaminha a fé que confesso, mas há também algo que acusa minha construção doutrinária e demonstra uma fraqueza do fundamentalismo: nossa falta de critério com respeito às leituras de um trecho e outro. Relativizamos quando Paulo diz: "A mulher aprenda em silêncio". Relativizamos procurando explicações históricas, contextuais.(ou alguém não permite que as mulheres ensinem nada nem nunca na igreja?????) Mas quando ele diz outras coisas, não aceitamos nem começar uma reflexão sobre o contexto. Logo fechamos a cara e asseveramos: "Sou fundamentalista!" Mas... para ser sincero... nosso fundamentalismo nem sempre permanece no mesmo fundamento hermenêutico. EU ADMITO ISSO E ESPERO ENCONTRAR UMA SOLUÇÃO. ADMITO PORQUE NÃO POSSO MENTIR A MIM MESMO. Não acho também que a solução seja relativizar tudo e ficar boiando no vácuo, como se Deus não tivesse nos instruído sobre as coisas da fé de forma clara em Sua Palavra.
Abraços a ortodoxos, heterodoxos, nadadedoxos etc.
Cesar

Cesar M. R. disse...

P.S.
Continuo sendo conservador.
Continuo crendo que a Bíblia não é um livro qualquer.
Continuo crendo em (e professando) tudo que dizem os credos Apostólico, Niceno e Atanasiano.

Anselmo Melo disse...

Concordo com você Cesar. Infelizmente o debate entre essas nebulosas idéias esbarra em algumas questões.A heterodoxia de nosso inquiridor não leva em conta que no final tratamos de questões relacionadas a fé e consequentemente ligadas a experiencia pessoal de cada um.Se entrarmos pelo caminho de dar cabo a toda dúvida levando-se em consideração apenas o pensamento teológico,que mesmo que tenha sido sabiamente construído nunca trará plena luz as questões aqui levantadas.Lembremo-nos da advertência de Paulo quando afirma: Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido. 1 Coríntios 13:12

vagner ribeiro disse...

Caro Eduardo Medeiro, porque voce escreve Deus com "d" minúsculo ?. Voce acredita na bíblia como um livro qualquer, sem fé, só com a razão humana, voce tá muito descrente. Achar que passamos a ser cristão por influência somente de alguem que pregou ? e o Espírito Santo (com letras maiúsculas) onde fica ? por acaso voce crer que é ele que convence o homem do pecado ou não ? Com todo respeito pense, mas ponha a fé em Deus em acima de toda a sua suposta sabedoria, senão como posso considerar voce como um cristão, e pelo amor de Deus não me venha defender o homoxessualismo e dizer que voce é crente em Jesus (com "j" maiúsculo). Fica na paz

Elaine disse...

Parabéns senhores, Lanna Holder e Homossexualidade da mais ibope do que Jesus, deve ser por isso que vcs não param de se preocupar com a vida dela ou com escândalos sexuais e não escrevem sequer uma linha que edifique e fale que Jesus ainda salva, ainda cura, ainda liberta e está voltando! Ah tá é que isso não faz as pessoas pararem pra ler e comentar ou especular a vida alheia né??? Entendi... Sábios demais, se suas vidas não tem nada que atraia, vamos falar da dos outros... bem produtivo, parabéns!

Cesar M. R. disse...

Elaine,
Parece que a senhora não leu os comentários todos, pois não estão versando específicamente sobre uma pessoa ou sobre homossexualidade, mas sobre questões imprescindíveis para a fé e vida cristãs: a maneira de se ler a Bíblia. Lembre-se que cristianismo não se constrói somente "salvando almas", mas também vivendo (e tentando saber como viver) como "almas" coerentes com a proposta de Cristo. Portanto, não nos peça para deixar de refletir e ficar só anunciando que Jesus salva, pois isso nunca foi a proposta da Igreja. Ainda que, certamente, o anúncio da Boa Nova deva ser sempre feito. Entendeu a proposta? Agora, CONCORDO com você que falar dos outros tem dado mais ibope... infelizmente... Em todos os blogs que visito, as pessoas quase só comentam postagens que falam de escândalos, bizarrices ou "pode não pode". Uma pena! Há outras postagens interessantíssimas neste blog quase sem comentários. E o meu blog então, que não aborda esses temas, fica quase deserto...hehehe... Talvez por isso. Agora, entrei nesta conversa porque ela mudou de rumo. Passeie aí pra cima e procure meus comentários para ver fiquei falando de Lanna etc. Veja também comentários de outros.
Um abraço sincero,
Cesar

Anselmo Melo disse...

Caríssima Eliane, o blog tem 319 artigos publicados, me atreveria dizer que a irmã não leu todos ou sequer prestou atenção a este pequeno detalhe. Preferiu chegar "atirando"e querendo mostrar que sabe o que é ou o deixa de ser produtivo.O que conhece da vida dos leitores ou a minha? Não estaria a irmã incorrendo no mesmo erro que pretensamente e com pretensão esta denunciando? Francamente...

Anselmo Melo disse...

Cesar.Infelizmente tenho que concordar com você. Funciona exatamente assim em qualquer meio de comunicação de massa.Nós, seres humanos, estamos sempre ávidos pela ultima fofoca,pela ultima notícia.Principalmente se essa "rebaixa" ou expõe as entranhas do próximo. Tenho tentado fugir desse nefasto "caminho", porém, a proposta do blog é de informar e advertir.Vez por outra pode mesmo passar a impressão de que o que estamos fazendo aqui condiz com a crítica da leitora Eliane. Como você mesmo comprovou isso não é verdade, porém é verdade que posts que tratam temas que servem para nossa edificação ficam "as traças".
Paz meu amigo e obrigado pela força.

Joézer Crott Sanches disse...

Há pessoas que para legitimarem um argumento em favor de sua maneira de ver e viver a vida, afirmam categoricamente que o que falam “está na Bíblia”. A partir de então pretendem eliminar qualquer argumento contrário ao seu.
Dizer que está na Bíblia não basta. Precisamos respeitar contexto, história, autoria. Sobretudo precisamos de uma boa chave de interpretação.
Na Bíblia há princípios claros e irrefutáveis, mas também há uma série de informações históricas e práticas religiosas e sociais que não são mais exeqüíveis. Exemplo disso são os sacrifícios de animais, regras sanitárias de alimentação, a poligamia e as relações comerciais para o casamento. Geralmente nós usamos da Bíblia apenas o que nos convém. Minha chave é Cristo. O que Ele falou e a maneira como tratou as questões são para mim as lentes com que leio o restante das Escrituras.
Ele mesmo disse que desde os dias de Moisés o que se escreveu na Bíblia faz referência a Ele. Paulo disse que Ele é a realidade e que todos os cerimoniais, rituais e leis do Antigo Testamento eram apenas sombra. Jesus disse que o que se deve buscar nas Escrituras é a vida, que é Ele mesmo. O que me convém é ver na Bíblia toda, de capa a capa, Jesus Cristo, profetizado e manifesto.

Anônimo disse...

Há pessoas que para legitimarem um argumento em favor de sua maneira de ver e viver a vida, afirmam categoricamente que o que falam “está na Bíblia”. A partir de então pretendem eliminar qualquer argumento contrário ao seu.
Dizer que está na Bíblia não basta. Precisamos respeitar contexto, história, autoria. Sobretudo precisamos de uma boa chave de interpretação.
Na Bíblia há princípios claros e irrefutáveis, mas também há uma série de informações históricas e práticas religiosas e sociais que não são mais exeqüíveis. Exemplo disso são os sacrifícios de animais, regras sanitárias de alimentação, a poligamia e as relações comerciais para o casamento. Geralmente nós usamos da Bíblia apenas o que nos convém. Minha chave é Cristo. O que Ele falou e a maneira como tratou as questões são para mim as lentes com que leio o restante das Escrituras.
Ele mesmo disse que desde os dias de Moisés o que se escreveu na Bíblia faz referência a Ele. Paulo disse que Ele é a realidade e que todos os cerimoniais, rituais e leis do Antigo Testamento eram apenas sombra. Jesus disse que o que se deve buscar nas Escrituras é a vida, que é Ele mesmo. O que me convém é ver na Bíblia toda, de capa a capa, Jesus Cristo, profetizado e manifesto.

Nome: Joézer Crott Sanches

Anônimo disse...

Vocês estudam as Escrituras, mas não vêm a mim para terem vida.
Jesus Cristo – João 5

Postado por Joézer

Anônimo disse...

Vocês estudam as Escrituras, mas não vêm a mim para terem vida.
Jesus Cristo – João 5

Postado por Joézer

Anselmo Melo disse...

Meu querido amigo e irmão Pastor Joézer.(perdão pelos muitos adjetivos).Muito bom te-lo aqui e principalmente por sua colaboração.Jesus é mesmo a chave de tudo,concordo com você.
E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência. Colossenses 1:18
Tudo provem e converge para ele! O resto é tema para dissertações.É, elas por vezes até nos fazem bem,mas apenas no sentido de estimular o pensar.Passou disso, a coisa se complica.
Paz!

Eduardo Medeiros disse...

prezado guedes:

"inquestionável"?

antes você precisa afirmar de qual soberania você está falando, da calvinista ou da arminiana. como você é arminiano(creio)você também tem que refutar a soberania divina à moda calvinista; mas eles, os calvinistas, acreditam que os arminianos são hereges por exatamente, diminuírem a soberania de deus...vai entender.

e depois, você terá que admitir(ou não)que "soberania" é um termo tirado das monarquias absolutistas da antiquidade para se referir a deus, ou seja, dizer que deus é soberano é apenas um pálida e imprecisa maneira de dizer que ele governa o universo como um soberano humano. mas isso, é apenas uma comparação, está longe, muito longe de explicar a essência divina.

Lucinalva disse...

Olá pr. Anselmo

Estamos vivendo os últimos tempos, acredito que os escândalos tem crescido, o pecado aumentado, o amor de muitos esfriando, porém Deus tem levantado a sua igreja para anunciar as boas novas. Que o bondoso Deus te abençoe. Um forte abraço.

Anderson Rogerio Andujar disse...

Paz, só pra descontrair porque o clima "tá quente" aqui:

Assim não vale Anselmo, os últimos comentários estão duplicados, chances em dobro, e fui ultrapassado, magoou, rsrs.

Ainda bem que a nossa querida irmã Rô fez aniversário ontem e já recebeu mais recados de parabéns do que o abaixo assinado contra o PLC 122, assim ela se manteve ocupada por lá respondendo o carinho da blogosfera.

Já pensou se ela entrasse nessas conversas aqui de "esquina", não ia dar chance pra mais ninguém.

Parabéns pela maneira como tem abordado temas aqui tão delicados, e por ter coragem de por a "cara à tapa".

Já li todos os posts de seu blog e posso afirmar que está vasto de material edificante, e não vim parar nesse blog através de posts sobre quem quer que seja, como o próprio irmao pode constatar no 1º comentário que deixei aqui e aliás também é um dos posts mais comentados aqui em seu blog (*Sexo oral entre casados é pecado?)

Infelizmente preciso concordar que "fofoca santa e só pra crente" ainda dá ibope, mas também não podemos nos esquecer de que na Igreja primitiva e na Bíblia aqueles que causavam escândalos e transtornos ao Evangelho eram denunciados como por exemplo Himeneu e Alexandre.

Abraços em Cristo...

Eduardo Medeiros disse...

guedes,

eu sei que não foi um elogio...ou você acha que eu espero elogio de você que me acha um herege? apenas respondi ironicamente o que ironicamente você me disse...quando estou trocando ideias com alguém, procuro não usar desse artifício. tá, às vezes eu uso mas nunca com ortodoxos, só uso com os ateus para defender o teísmo(mas não o "aberto" e nem o "fechado").

sobre os temas que eu abordei, guedes, o único argumento que você tem e eu respeito, por isso esse é meu último comentário por aqui a você sobre este assunto, é dizer "nós cremos" e pronto. isso termina qualquer debate, não é?

o hindu crê que a vaca é sagrada. você teria um monte argumentos para dizer que isso não é verdade, mas talvez o hindu lhe responda: mas eu creio, isso basta". o seu argumento é o mesmo da vaga sagrada...

abraços e fica na paz.

Eduardo Medeiros disse...

anselmo, pelo menos meus argumentos são "pertinentes"...já é alguma coisa...kkkkkkkkk

longe de mim questionar sua experiência de encontro com deus.

"Minha conversão não foi fruto da crença em nenhum discurso, o que me tocou quando eu caminhava por um vale de sombra e morte foi esse Espírito"

mas esse "toque" veio do nada ou veio de uma palavra, de uma reflexão, de uma pregação? quando passamos por vales de sombra e morte, a fé é uma das maiores armas que temos para não sucumbir.

eu também sei o que é isso, pode acreditar.

"como ouvirão se não há quem pregue"? o que eu quero saber, se você quiser responder, é que a sua fé foi produto de uma pregação ou da sua leitura da bíblia.

por que isso confirmará o que eu disse: que antes de mais nada, você teve que acreditar em quem lhe passou a mensagem para depois acreditar na mensagem.

"O verbo que instaurou dentro de mim um novo pensar que me conduziu a enxergar o dom da vida de um ponto de vista até então desconhecido por mim"

certo, mas você ouviu desse verbo não foi? e crendo, isso lhe fez transbordar a alma...

eu sei o que é isso, pode acreditar.

"Sendo assim,entre "permitir" que meu pensar sofra a influencia daqueles que hoje influenciam o pensar do Gondim, prefiro continuar sendo influenciado pelo pensar daquilo que penso ser o pensamento de Deus registrado na Bíblia escrita por homens, porém que penso foram usados por Deus para tanto."

quanto a isso, não tenho o que discutir. você está certo.

Continuo discordando de suas "comparações",segundo "meu pensamento, que não é tão meu, calças compridas,cortes de cabelo desse e daquele jeito e jóias poderiam e foram enquanto ensino relativizados sim, como uma evolução da qual nenhum de nós poderia ousar fugir.Mas, deitar-se com um homem como se foce mulher, segundo o meu pensar, é algo que nunca deveria ser sequer ser considerado como aceito e aprovado por Deus."

ora, mas todas essas proibições não estavam amparados na bíblia que teoricamente não deve ser relativizada?

Eduardo Medeiros disse...

anselmo e césar.

césar, tudo bem? mesmo não sendo afeito às discussões como esta, se achegue, meu bom...

o que você disse e que eu achei corajoso da sua parte

"compreendo que as respostas fundamentalistas ao que ele disse ainda não foram suficientes"

e quanto ao que o anselmo disse

"A heterodoxia de nosso inquiridor não leva em conta que no final tratamos de questões relacionadas a fé e consequentemente ligadas a experiencia pessoal de cada um"

anselmo, não é verdade que eu não levo em consideração a fé e experiência de cada um. pelo contrário, quando estamos num debate assim e o outro me diz "mas eu creio por fé e pronto"; ou como já ouvi alguém disser "se a bíblia dissesse que a baleia engoliu jonas eu acreditaria e pronto", eu me calo. contra a fé não há argumentos pois a fé está além de qualquer argumento racional, literário, etc.

césar, as respostas fundamentalistas nunca serão suficientes em responder certas questões por que elas não levam em consideração certos aspectos históricos e críticos do texto bíblico, pois acham que se fizerem isso, estarão diminuindo a bíblia, o que na é verdade, e acabam jogando tudo para o anunciado que "resolve" todos os problemas: "um dia deus nos contará tudo..."

pode não parecer, mas eu tenho um profundo amor pelo texto bíblico; a bíblia é meu livro de cabeçeira há muitos anos. mas eu consegui chegar num patamar em que eu não tenho medo de relativizar o que tem que se relativizado nela, sem que com isso, eu a esteja desprezando.

abraços

Eduardo Medeiros disse...

wagner, tudo bem?

eu não escrevo só Deus com minúscula, escrevo todo o comentário assim se você não percebeu, apenas para ganhar mais tempo. de qualquer maneira, escrever Deus ou deus, não muda quem ele é.

abraços


abraços

Anselmo Melo disse...

Eduardo. Minha experiencia com Deus não veio por intermédio de qualquer pregação ou pela leitura da Bíblia.Eu já conhecia essas pregações e boa parte dos argumentos bíblicos que qualquer pregador pudesse usar a fim de me converter a alguma coisa. Não que eu desmereça a pregação,em absoluto, até porque sou um pregador e proclamador das boas novas de Cristo registrada na Bíblia.
O estado em que me encontrava à época, que descrevi como sendo um vale de sombra e morte,explicitamente era uma dependência química,(cigarro, álcool, cocaína,cogumelos e (ou) qualquer outra substancia que me fizesse permanecer out.
Foi uma experiencia transcendental,esse era o único termo que conhecia na época que descrevia com clareza esse encontro.
Foi sem Bíblia que ele me alcançou,impactou-me e transformou minha vida.Todas as discussões a partir desse ponto de minha vida estiveram em uma posição secundária.Estudei,estudei,sou amante dos livros e das idéias em muitos deles registradas.Minha fé porém esta alicerçada em uma experiencia sobrenatural.nenhum tratado embaçaria isso,nenhum dogma ou discussão sobre qualquer deles.
Quanto a sua afirmação de que relativizamos algumas coisas e outras não, é de se admirar que alguém com sua capacidade interpretativa ainda insista nessa questão.
Deixo com você parte do texto de meu amigo Pastor Joézer:"Precisamos respeitar contexto, história, autoria. Sobretudo precisamos de uma boa chave de interpretação.
Na Bíblia há princípios claros e irrefutáveis, mas também há uma série de informações históricas e práticas religiosas e sociais que não são mais exeqüíveis. Exemplo disso são os sacrifícios de animais, regras sanitárias de alimentação, a poligamia e as relações comerciais para o casamento".
Paz!

Eduardo Medeiros disse...

césar,

a elaine chegou descascando geral!!!! o pior é que de certa forma, ela está certa. mas elaine, como lhe disse muito bem o césar(já estou gostando desse ortodoxo...)as questões aqui discutidas são relativas à fé, às doutrinas e dogmas e a própria vivência dessa fé, pois diga-me com que dogmas tu andas, que eu te direi quem és...rssss

nos meus blogues eu nunca fiquei tecendo e alimentando os escândalos evangélicos, pois eles, realmente, não me interessam. no meu o blog com temática cristã e teológica eu só posto textos de temáticas cristã e teológicas....talvez, césar, seja por isso que também não é muito visitado...kkkkkkkkkkkk mas prometo que vou lá conhecer o seu.

abraços

Elaine e não Eliane disse...

Caríssimos senhores... não tenho intensão de ler ou continuar a ler qq coisa nesse blog, pq vejo a grande maioria dos testos, bem como seus comentários como um grande vazio proveniente da falta de espiritualidade daqueles que não sabem como ocupar seu reino de forma produtiva... tenho um blog que jamais citou o nome de quem quer que seja e também jamais ocupou-se de assuntos que não edificam... sou educadora, teóloga, professora de filosofia e sei que pelos frutos se conhece a árvore, logo, não me atrai em nada saber quem é que escreve pois pelo que escreve ja deixa a clara noção do imenso vazio que lhe acomete o ser... não estou aqui para defender nenhuma posição, mas ao fazê-lo ja defendo a posição daqueles que discutem idéias na esperança de que ainda hajam homens de Deus que busquem simplesmente ser homens de Deus, sem precisar de palanques baseados na desmoralização alheia a fim de que o encardido de suas próprias vestes pareça menor... enfim, não gostaria de fazer uso das sagradas escrituras por achar que aqui não é o lugar apropriada pra elas, posto que há grande consentração de pessoas que extraem textos fora de contexto pra praticar seu juízo pessoal, mas aconselho-vos a meditar em Filipenses 4.8.

Pensem...

Eduardo Medeiros disse...

anderson, eu sei que você está ansioso para ler minha resposta ao seu comentário, pois é a segunda vez que você cita jó para mim querendo refutar o que eu tenho dito. nada mais inútil. se você quiser realmente refutar o que eu digo, tem que ir além disso, meu amigo.

primeiro, eu não estou tratando das questões existências que jó tratou para que deus lhe respondesse aquilo.

jó, "peitou" deus querendo uma resposta para as suas indagações, e teve sua resposta. as minhas indagações são de outra natureza.

o tema principal que está ali em questão é por que o justo sofre? por que deus permite que o justo sofra e o ímpio prospere?.

como esse não é o tema tratado aqui, a resposta de deus para jó não serve para mim.


valeu, abraços

Eduardo Medeiros disse...

anderson, esqueci de lhe dizer uma coisa:

meu amigo, siga a visão bíblica que deus lhe deu para o seu ministério e seja uma benção e procure inculcar na cabeça do seu povo que toda discussão teológica cai diante do amor a deus e ao próximo. isso é a lei e os profetas, já dizia o nazareno.

Eduardo Medeiros disse...

anselmo, ok. uma experiência transcendental como a sua marca uma pessoa para sempre. como marcou a mim. e eu concordo também que se deva separar a "hermenêutica da fé" da "hermenêutica histórica e literária" da biblia.

quanto ao que disse o joézer, eu concordo com ele, ora; só que ele vai até um determinado ponto em sua "relativização", mas ela acaba onde começa a sua fé.

eu fui nessa relativização além da minha fé mas ainda estou aqui, sempre assombrado com o mistério divino.

então, para que fique claro, a bíblia é sim relativizável,mas quem decreta até onde se pode relativizá-la? jesus ou o que nós interpretamos do que disse jesus?

desculpem, mas acho que não dá prá fugir disso, da interpretação que cada um fazemos a respeito de um mesmo tema.

para fugir exatamente da interpretação, creio que de deus nada se pode falar, pois tudo quando nós falarmos a seu respeito, não toca nem a superfície do que ele é. isso vale para o que a bíblia diz dele e qualquer outro livro sagrado de outras religiões.

então, procuro seguir os ensinamentos de jesus(mas sempre em falta), por ser ele minha referência do que é divino e do que é totalmente transcendente a mim.

Anselmo Melo disse...

Caríssima Elaine e não Eliane.
Sinto muito que você tenha mesmo de nos privar de sua sapiência e aguçado censo de juízo precipitado a meu respeito e dos demais que comentam aqui no blog. Sinto por saber também que alguém que se julga tão espiritual e culta não saiba dar razão de sua fé sem acusar de infrutíferas as “arvores” que não conhece.
Talvez o lugar mais apropriado para falar das escrituras não seja mesmo aqui, já que segundo seu parecer este é um lugar de tolos e desocupados. Talvez o seu blog seja um palco melhor, se bem que a julgar por sua falta de educação e de argumentações válidas eu deva duvidar um pouco disso.
Por outro lado devo dizer que a Sra. é bem vinda aqui, só lhe aconselho a voltar “desarmada” desse mau humor e também municiar-se de um pouco de humildade uma vez que, posso lhe assegurar que a Sra. não esta tratando com nenhum neófito. Estribar-se de uma formação acadêmica da qual ninguém lhe pediu satisfações só demonstra sua insegurança e desejo de se auto-afirmar pelo grito, coisa essa apropriada a infantes.
Por fim dispenso seus conselhos uma vez que não vejo qualquer valor neles visto não se aplicarem a mim ou a qualquer dos participantes aqui. Mas, já que se achou no direito de fazê-lo, vou lhe dar um também: Utilize um revisor ortográfico na próxima vez que for postar algo, para uma educadora, teóloga, professora de filosofia fica feio escrever intensão, o correto seria intenção, e também consentração, o correto seria concentração.
Essas universidades de hoje?! Francamente...
Por fim quero aproveitar o comentário para me desculpar com meus nobres amigos e irmãos, mas, tem horas que eu não consigo mesmo resistir.
Fique na paz de Cristo, caríssima Elaine e não Eliane.

Marcello Comuna disse...

Se a motivação do debate entre os irmãos for o esclarecimento, edificação e de certa forma, a comunhão. Parabéns! Ganhei meia hora lendo cada um deles.

Mas há de se avaliar se não ocorre apenas uma disputa de vaidades em não querer sair derrotado dessa dialética. Vigiemos nossos corações...

Abraços fraternos pro cês.

Anselmo Melo disse...

Querido Marcello,é bom ter você aqui.Motivações do coração são sempre complicadas de se avaliar, se já é no nosso, imagine no dos outros. Posso responder mau por mim mesmo e meu desejo sempre é o crescimento e a edificação dos que por aqui passam e dedicam parte de seu tempo comentando e respondendo. Sua advertência procede, vigiemos mesmo, que não nos deixemos levar por vãs sentimentos.
Um grande abraço.Paz!

disse...

Mas o que é isso?? estão querendo tirar meu prêmio é?? rssss
Edu que história é esta de colocar em duvida a inerrancia Bíblica??
Meu filho saiba que os manuscritos recente do antigo Testamento hebraico ou do novo Testamento Grego são iguais ao manuscritos originais, sendo assim podemos dizer que 99% das palavras dos nosso manuscritos são inerrantes pois são copias do originais. E sabemos onde estão as leituras incertas[ pois não há motivo para supor cópia errônea do original onde não há variante textual. Sedo assim meu filho os manuscritos de hoje são para quase todos os fins iguais aos manuscritos originais. Claro que as cópias foram feitas por homens que não alegaram que suas cópias seriam perfeitas e nem receberam essa garantia de Deus, mas os manuscritos originais são aqueles a que se aplicam as alegaçoes de serem as palavras do próprio Deus. Assim se tivermos erros nas cópias [como temos] será apenas erros humanos , mas se tivermos erros nos manuscritos originais seremos forçados a dizer que não só os homens cometeram erros mas que o próprio Deus cometeu um erro e falou falsamente e isso não podemos fazer meu filho. Paz

disse...

Uai, cadê meu comentário??

disse...

Aí Anselmo, esta cheio de desigrejados aqui se passando por anônimo, quando só falam de Jesus é desigrejado MEU FILHO pode crê rsss, eles não falam na bíblia toda. Só Gezuis paz e amor, justiça nunca rss.

Eduardo Medeiros disse...

a "Elaine e não Eliane" deve ser no mínimo, uma pessoa muito "cheia"...cheia de pretensão, jogando diploma na cara de todo mundo(como se aqui só tivesse analfa) e jogando toda a sua "espiritualidade" como marco regulador da espiritualidade alheia.

sabe, "Elaine e não Eliane", estou fazendo um esforço para entender suas razões para tal comentário santo-venenoso e ainda não consegui.

fica na paz, "Elaine e não Eliane" e ore por nós, pobres pecadores.

amigo comuna, sua observação é muito válida. posso te garantir que meu espírito não é de competição e sim de pura argumentação.

Anderson Rogerio Andujar disse...

Querido Anselmo, sei que o intuito desse espaço que me foi aberto e onde fui tão bem recebido por você e por tantos é o de discutir temas no âmbito das ideias, e é o que temos tentado fazer até aqui, mas me permita apenas mais algumas colocações ao Eduardo, ja que ele citou o meu nome aqui (coisa que não fiz com o dele. Lá na Rô onde eu o citei diretamente ele não apareceu para conversarmos).

Eduardo sou obrigado a concordar com você. É mesmo inútil citar Jó, aliás não apenas Jó, mas qualquer outro texto bíblico com você (pois todas as vezes que você mesmo citou a Bíblia foi com perguntas vazias ou com deboche), pois como você mesmo afirma, você não crê na Bíblia como a Palavra de Deus.

Concordo também que para como você diz "refutá-lo" tenho que ir além, além da Bíblia não é mesmo? Mas nesse erro não vou incorrer, pois ainda temo a Deus o suficiente para não passar por cima de Sua Palavra.

Jó podia até estar questionando a Deus o porquê de seu sofrimento (e aliás quem de nós no lugar dele não estaria?), mas foi justamente de Jó no meio de todo aquele sofrimento que, na minha opinião, ouvimos uma das maiores e mais belas declarações de fé: " Porque eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra." (Jó 19.25)

Anderson Rogerio Andujar disse...

Acerca do conselho que pretensamente você (Eduardo) me deu, eu prefiro ficar com o de Deus através de Paulo:

"Para que os seus corações sejam consolados, e estejam unidos em amor, e enriquecidos da plenitude da inteligência, para conhecimento do mistério de Deus e Pai, e de Cristo,

Em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência.

E digo isto, para que ninguém vos engane com palavras persuasivas.

Porque, ainda que esteja ausente quanto ao corpo, contudo, em espírito estou convosco, regozijando-me e vendo a vossa ordem e a firmeza da vossa fé em Cristo.

Como, pois, recebestes o Senhor Jesus Cristo, assim também andai nele,

Arraigados e edificados nele, e confirmados na fé, assim como fostes ensinados, nela abundando em ação de graças.

Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo;

Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade..." (Cl 2.2-9)

E, ainda mais um conselho abençoador, e esse vou procurar seguir se o Senhor me der graça:

"Ao homem faccioso, depois da primeira e segunda admoestação, evita-o..."

Anderson Rogerio Andujar disse...

Não vou mais gastar letras com você, pois como você mesmo disse, se a resposta de Deus não lhe serve, imagine se a minha vai servir.

Quanto a visão bíblica do meu ministério, essa é a de ganhar almas para Cristo, e isso pela misericórdia infinita de Deus tenho procurado fazer, e colhido muitos frutos pra glória do Senhor da seara, afinal: "O fruto do justo é árvore de vida; e o que ganha almas sábio é." (Pv 11.30)

Se bem que para muitos esse negócio de ganhar almas é "relativo" ou "ortodoxo", não é mesmo, já que o céu vai ser aqui e inferno não existe...

Vou parando por aqui porque o amado Anselmo não deve mais ter tempo nem pra respirar com essa dialética toda (coitado, rsrs), nem consegue mais responder a todos os comentários.

Daqui a pouco você vai precisar de um assessor para assuntos filosóficos querido Anselmo.

Anderson Rogerio Andujar disse...

Voltando ao assunto do post, continuo com a mesma opinião e faço minhas as palavras do Anselmo:

"Querer arrumar justificativa na própria Bíblia para um comportamento completamente reprovável é insano, é demoníaco."

Obrigado por me aturar pastor Anselmo, abraços fraternais em Cristo...

Anderson Rogerio Andujar disse...

Querido irmão Marcello, muito obrigado pela dica, humildemente aceito vossa repreensão, e desde já peço perdão à todos se permiti a minha vaidade falar mais alto.

Abração em Cristo...

Anselmo Melo disse...

Meus irmãos, é bom que continuemos esse debate sempre no campo das idéias.O objetivo principal é esse.Discordar, nunca deve ser encarado como ofensa pessoal, pelo menos é assim que penso e tenho certeza que todos aqui também.
Paz!

disse...

Anderson você deu um show meu querido. Não precisa falar mais nada.

"Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo;

Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade..." (Cl 2.2-9)

Cesar M. R. disse...

Concordo com o Anselmo. É possivel conversar, mostrar pensamentos diferentes, sem atacar o outro. Se não for possível fazer isso, a conversa não vale a pena.
Um abraço a todos.
Nossa unidade não está ancorada em uma opinião passageira sobre uma pessoa qualquer, mas em nossa fé em uma pessoa específica, Jesus Cristo.

Eduardo Medeiros disse...

anderson, vou falar isso em tese, pois não te conheço pessoalmente, mas apenas pelos comentários que você mandou para mim:

esse teu papo tá parecendo daqueles ultra-espirituais que estão sempre prontos a engolir camelos mas se engasgar com mosquitos. pára de ficar querendo mostrar espiritualidade para mim, rapaz, isso não me comove. o que me comove é o caráter de um homem e não aquilo que ele crê.

mas se você acha mesmo que eu sou um faccioso indigno dos seus comentários, fique a vontade para não mais se referir a mim; mas se ficar se referindo a mim sem citar meu nome, vou achar que você só quer mesmo discordar de mim sem me dar a oportunidade de responder, o que não é muito legal para um crente tão espiritual como você.

qual o problema? tem medo de perder a fé?

o "conselho" que te dei não o dei pretensiosamente e nem com ironia, falei o que eu realmente creio que você deve fazer no seu ministério. mas como eu sou facciosos, você não vai acreditar no que eu estou dizendo, né?

vem com calma, rapaz, não precisa apontar todas as suas armas espirituais assim para mim pois eu não mordo.

abraços

Eduardo Medeiros disse...

rô, os tais "originais" que você diz já não existem mais. não existe em todo o mundo nenhum texto bíblico "original", apenas cópias.

mas isso não quer dizer, claro, que as cópias que temos sejam irrelevantes.

disse...

Aí Edu, pelo menos concordamos em alguma, em se tratando da Elaine e não Eliane kkkkkkkkkkkk. Eu não consigo parar de rir aqui. Me desculpem. Paz

disse...

Eu falei o que?? Disse que os textos acadêmicos de publicação recente do AT hebraico ou do NT grego são [iguais] aos manuscritos originais. Iguais, entendeu?? [cópias]exatas dos originais, não disse que os originais existam. rssss
Não há motivo para supor cópia errônea dos originais onde não há variantes textuais. Paz

Anderson Rogerio Andujar disse...

XXIIIIIII, a Rô chegou, "cabou" nossa chance...

Ô Rô "cadê meu comentário?" é golpe baixo einh, KKKKK.

Abraço à todos, bom fim de semana...

Cesar M. R. disse...

é... a Ro vive fazendo esse golpe...
estamos de olho... hehehe

abraço.

oh, fiz igual!

Anderson Rogerio Andujar disse...

A paz Anselmo e irmãos, gostei do que o Augusto Nicodemus disse aqui sobre o "evangelho" do amor inclusivista.

Se puderem deêm uma olhada.

http://www.pulpitocristao.com/2011/06/e-sempre-uma-falta-de-amor-criticar-e-julgar/

Abraços em Cristo...

Cesar M. R. disse...

Anderson,
Obrigado pela dica. Gostei do artigo também.
Só achei desnecessária a expressão "virilidade teológica"... hehehe Entendi o que ele quis dizer, mas a expressão escolhida... hehehe... deixa pra lá, senão começamos outra discussão.
Abraços a todos,
Cesar (que não é desigrejado, acredite quem quiser, hehehe)

Anônimo disse...

Ola Pr. Ancelmo,

Passei por aqui para conhecer seu blog e me deparei com os comentários aqui postados.
Gostei muito dos comentários do EDUARDO MEDEIROS. Acho que o Sr. e muitos aqui deveriam imprimir e estuda-las mais a fundo pois procedem e tem fundamento, principalmente para os fundamentalistas de plantão.

Muito bom

Angela

Anselmo Melo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anselmo Melo disse...

Angela.Sei de onde vieste e a quem na verdade procuras defender. Aqui não vai colar. O que você afirma ser procedente e ter fundamento podem servir para você e seu mestre. ES dispenso,e,tenho certeza de que a maioria aqui também.
Ser chamado de fundamentalista não me ofende, muito pelo contrário, e, já que se achou no direito de passar aqui e me dar conselhos, aí vai um para você também. procure no dicionário o que de fato é ser fundamentalista, ao que pareceu nessa sua infeliz participação aqui, é que você "ouviu o galo cantar", mas sequer sabe onde.

Anônimo disse...

Ancelmo,
Apenas vim por aqui em paz e conhecer um pouco mais sobre seus comentários, textos e artigos na esperança de encontrar aqui outros assuntos na qual eu possa compartilhar da mesma idéia.

O fato de discordar de você em um deterimnado assunto, não significa que vou discordar em outros e sempre.

E diga se de passagem, vi muita coisa boa em seu blog. Agora que os comentários do Eduardo fazem sentido.........isso não há como negar. ( Obs: Não sou seguidora, nunca vi, nem sei quem é, mas o cara foi bem ).

Se não se importar gostaria de continuar lendo seus outros artigos........

Angela

Anselmo Melo disse...

Angela.
Esse é um espaço onde não posso ou mesmo pretenda cercear a liberdade de quem quer que seja.Prova disso é que leu aqui os comentários do Eduardo e que lhe fizeram tão bem.
Discordo da maioria dos posicionamentos do Eduardo, no entanto não me privo e nem aos meus amigos que aqui passam de compartilhar de pontos de vistas diferentes ou até completamente contrários aquilo que creio.
Só não gostei do tom de sua conversa quando chegou já tachando os outros de fundamentalistas (como se isso foce uma ofensa) apenas por discordarem daquilo que você pensa ser procedente.
Aquilo que parece bom aos seus olhos pode não parecer bom aos dos outros, isso não lhe torna melhor ou pior que ninguém. Creio que se somos de Cristo podemos discordar sim, mas que essa discordância posicione-se apenas no campo das idéias.
No mais, seja bem vinda,hoje, e sempre que quiser nos prestigiar com sua presença.
Paz!

Anônimo disse...

Deus os abençoe!
Amados, se por um lado fico triste em ver duas pesoas conhecedoras, em "tese" da palavra de Deus, se desviarem dos seus caminhos, passando a deturpar o que o Senhor nos deixou na sua inerrante e bendita palavra, por outro me alegro, pois é mais um sinal da volta de nosso Senhor e único Salvador Jesus Cristo.
Amados, que nós venhamos combater o bom cambate, completar a carreira e guardar a fé, pois o noivo está voltando.

DISLENE disse...

O INIMIGO TRABALHAR NO PONTO FRACO DO SER HUMANO E NA MENTE,O POVO TÁ SEM NOÇÃO JESUS ESTA VOLTANDO,A VINDA DELE ESTA MAIS PROXIMO DO QUE IMAGINAMOS, E O INIMIGO ESTA INVERTINDO DE TODAS AS MANEIRAS PRA LEVAR UMA QUANTIDADE ENORME P O INFERNO.
AINDA IREMOS VÊ SITUAÇOES HORRIVEIS MAIS A PALAVRA DO SENHOR DIZ PRA Ñ NÓS ASSUSTARMOS,TEMOS QUE VIGIA PQ VIRAO GENTE DE TODAS AS ESPECIES PARA ENGANAR ATE AQUELES QUE ESTÂO FIRME E FORTE,DEVEMOS OLHAR SOMENTE PARA DEUS PQ O SER HUMANO EM SIM É SÓ DECEPÇAO VAI APARECER MAIS COISA PRA NOS ENTRISTECER E FICARMOS CONFUSOS,SOMENTE OLHE P JESUS CRISTO Ñ TIRA TEUS OLHOS DELE,PQ SENÃO VC PODE CAIR,VAMOS NOS PREPARAR MEUS AMADOS ESTA PROXIMO A SUA VINDA.

Anselmo disse...

Infelizmente irmã Dislene.Mas, esses são claros sinais de que a volta de nosso Senhor se aproxima.
Paz!

Paulo Junior disse...

Discussões à parte. Tenho uma notícia boa para vocês. Deus nos ama está esperando que voltemos nossos olhares para Ele. Peçam a DEUS sabedoria, assim como fez Davi, e Ele concederá. Entretanto, não esperem alcançar o conhecimento pleno acerca de DEUS porque dentre os atributos divinos está a onisciência, que significa que DEUS conhece tudo, sem limite de espaço e de tempo. Nós, enquanto criaturas forjadas pela benevolência divina, não somos capazes de compreender nada além daquilo que nossos olhos alcançam ou daquilo que nos é verdadeiramente revelado por DEUS (e podem estar certos de que quem é verdadeiro cristão - aquele que segue a Cristo e seus ensinamentos - consegue perfeitamente diferenciar o que vem de DEUS e o que não tem essa origem). Tudo o que passa disso é conjectura. "DEUS é infinito mas o homem é finito. Portanto, podemos concluir que lhe é impossível compreender inteiramente ao Senhor, pois o que compreende deve ser maior do que aquilo que é compreendido. DEUS é infinitamente superior a todas as inteligências criadas, e por isso é impossível a quem quer que seja compreender inteiramente a Sua natureza" (Eduardo Joiner - 1898). A paz de Nosso Senhor Jesus Cristo a todos. Amém.

Alerta Vermelho disse...

Pr Anselmo, Estou lendo aqui comentários de pessoas que se declaram cristãos mas não são. O principal sinal de um servo de Deus é o acatar Sua Palavra, e estes transtornadores já provaram que não possuem nenhum. Para você que é teimoso leia:

"Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é; Nem te deitarás com um animal, para te contaminares com ele; nem a mulher se porá perante um animal, para ajuntar-se com ele; confusão é. Com nenhuma destas coisas vos contamineis; porque com todas estas coisas se contaminaram as nações que eu expulso de diante de vós. Por isso a terra está contaminada; e eu visito a sua iniqüidade, e a terra vomita os seus moradores. Porém vós guardareis os meus estatutos e os meus juízos, e nenhuma destas abominações fareis, nem o natural, nem o estrangeiro que peregrina entre vós; Porque todas estas abominações fizeram os homens desta terra, que nela estavam antes de vós; e a terra foi contaminada. Para que a terra não vos vomite, havendo-a contaminado, como vomitou a nação que nela estava antes de vós. Porém, qualquer que fizer alguma destas abominações, sim, aqueles que as fizerem serão extirpados do seu povo.
Portanto guardareis o meu mandamento, não fazendo nenhuma das práticas abomináveis que se fizeram antes de vós, e não vos contamineis com elas. Eu sou o SENHOR vosso Deus." Levítico 18: 22-30

A Terra continua vomitando todos os dias multidões pelo mesmo motivo declarado neste texto e os hipócritas dizem que o problema são os poluentes. Ahhh! Não dá pra ser tolerante com isto.

Pr. Anselmo, eu concordo com tudo o que escreveste neste poste, excedo com uma coisa: Não devemos pedir a misericórdia a Deus por estes, pois pecam deliberadamente por soberba e não há neles temor a Deus. São altivos, sustentam o erro e pisam a Escritura como se fosse escória.

"Disse-me, porém, o SENHOR: Ainda que Moisés e Samuel se pusessem diante de mim, não estaria a minha alma com este povo; lança-os de diante da minha face, e saiam. E será que, quando te disserem: Para onde iremos? Dir-lhes-ás: Assim diz o SENHOR: Os que para a morte, para a morte, e os que para a espada, para a espada; e os que para a fome, para a fome; e os que para o cativeiro, para o cativeiro." Jr 15: 1 e 2

"Se alguém vir pecar seu irmão, pecado que não é para morte, orará, e Deus dará a vida àqueles que não pecarem para morte. Há pecado para morte, e por esse não digo que ore." 1 João 5:16

O que é pecado para a morte?

"Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se tornaram participantes do Espírito Santo.
E provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro, E recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério. Porque a terra que embebe a chuva, que muitas vezes cai sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a bênção de Deus; Mas a que produz espinhos e abrolhos, é reprovada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada." Hb 6: 6-8

Se alguém não adota estas doutrinas como regra base de sua vida não é cristão, pelo contrário, é rebelde e permanece sob a ira de Deus. Não adianta argumentar, me xingar ou coisas do tipo, porque é isto que a Palavra de Deus diz e ponto final. Quem estes pensam que são para mudar verdades absolutas? Sujeitem-se ao Evangelho de Cristo ou tenha ombridade para renunciá-lo porque não existe uma 3ª posição diante de Deus. Quem não é por Ele é contra Ele.

Anônimo disse...

Where to celebrate Christmas advise?

Anônimo disse...

This post couldn't be more right!

Rose Prado disse...

Só Jesus pra ter misericórdia da Igreja nesses últimos tempos em que as pessoas, principalmente líderes e pregadores, escarnecem da Palavra e perderam o temor do Senhor que como está escrito "é o princípio da sabedoria"....profundamente indignada com o mau testemunhos destes tais que auto denominam "cristãos" que de "parecidos com Cristo" nada possuem! Abraço fraternal Pastor Anselmo e parabéns pelo texto!

Pr Anselmo Melo disse...

@Rose PradoObrigado por deixar seu comentário irmã Rose Prado.
Que Deus tenha mesmo misericórdia de nós.Estamos vivendo tempos trabalhosos como já nos advertiu a Bíblia que viriam.
Paz!

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲