Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Carta aberta ao reporte Leandro Fortes

Carta aberta ao reporte Leandro Fortes em resposta ao post publicado em seu blog: A trincheira de Jean Wyllys
http://brasiliaeuvi.wordpress.com/2011/04/19/a-trincheira-de-jean-wyllys/
Jean Wyllys de Matos Santos é um sujeito tranquilo, bem humorado, que defende idéias sem alterar a voz, as mais complexas, as mais simples, baiano, enfim. Ri, como todos os baianos, da pecha da preguiça, como assim nomeiam os sulistas um sentimento que lhes é desconhecido: a ausência de angústia. Homossexual assumido, Jean cerra fileiras no pequeno e combativo PSOL, a única trincheira radical efetivamente ativa na política brasileira. E é justamente no Congresso Nacional que o deputado Jean Wyllys, eleito pelos cidadãos fluminenses, (eu sou cidadão fluminense e não votei e nem votaria nele, sua representatividade é de 15.000 eleitores, vale lembrar que o Estado do Rio de Janeiro tem 10.891.293 de eleitores, veja como é “grande” a representatividade de seu pupilo.) tem se movimentado numa briga dura de direitos civis, a luta contra a homofobia.

Cerca de 200 homossexuais são assassinados no Brasil, anualmente, exclusivamente por serem gays. Entre eles, muitos adolescentes. (Site as fontes sr Leandro Fortes, fica no mínimo deselegante para um reporte informar subjetividades.
Cerca de 700 crianças são assassinadas de forma violenta no Brasil anualmente, http://www.recantodasletras.com.br/artigos/2884936 e não vejo pessoas como o Sr e seu pupilo dizer qualquer palavra, e isso de um total de 50 mil pessoas por ano segundo dados do IBGE, http://strangemansparadise.blogspot.com/2007/04/cadaveres-do-descaso-2.html, e, infelizmente, por estarmos falando em números, o Sr vem me dizer de 200 homossexuais, eles deveriam “ficar para semente”? Não acho justo que ninguém tire a vida de outra pessoa, por motivação alguma, mas sua bandeira é no mínimo ridícula. (Fale dos milhares de adolescentes que são mortos simplesmente por serem pobres, por morarem em periferias violentas, sua bandeira gay na verdade é uma afronta contra todos os discriminados que vivem a margem da lei e de condições dignas.)
Mas o Brasil tem pavor de discutir esse assunto, inclusive no Congresso, onde o discurso machista une sindicalistas a ruralistas, em maior ou menor grau, mas, sobretudo, tem como aliado as bancadas religiosas, unidas em uma cruzada evangélica. Os neopentecostais, como se sabe, acreditam na cura da homossexualidade, (eu também acredito, acredito por que conheço varias pessoas que abriram mão do desejo desenfreado e errado de sua carne por amor a Cristo, infelizmente, por conta de sua pouca, ou melhor, nenhuma informação do assunto, minhas observações terão de ser breves aqui, até para que eu seja fiel a uma advertência do próprio Cristo que diz:Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem”.Mateus 7:6) , uma espécie de praga do demônio capaz de ser extirpada como a um tumor maligno. O mais incrível, (o mais incrível é ver alguém sem nenhum conhecimento de causa querer discorrer sobre um determinado assunto.) no entanto, não é o medievalismo dessa posição, mas o fato de ela conseguir interditar no Parlamento não só a discussão sobre a criminalização da homofobia, mas também o direito ao aborto e a legalização das drogas. (aqui o sr “desce de vez do salto”, revela sua nefasta insígnia, a insígnia da morte, do desprezo pela vida, quer ver não só a morte legalizada como as drogas, que brilhantismo o seu meu caro.)  Em nome de uma religiosidade tacanha, (tacanho aqui é seu discurso sr Leandro Fortes, homens que defendem idéias como as que o sr defendeu claramente aqui é que fazem não só da política nacional um esgoto, e sim, da sociedade de onde esses mesmo vieram, ou nossos nobres representantes são por ventura alienígenas?)condenam à morte milhares de brasileiros pobres e, de quebra, mobilizam em torno de si e de suas lideranças o que há de mais lamentável no esgoto da política nacional.
reporte Leandro Fortes

Jean Wyllys se nega a ser refém dessa gente e, (a que gente o Sr se refere aqui Sr Leandro? Com quem o Sr aprendeu a ser tão desrespeitoso, quais os motivos? Seria porque essas pessoas não lhe dizem “amém” as suas idéias? Seria isso democracia segundo o Sr Leandro Fontes?), por isso mesmo, é odiado por ela. Contra ele, costumam lembrar-lhe a participação no Big Brother Brasil, o inefável programa de massa da TV Globo, onde a debilidade humana, sobretudo a de caráter intelectual, é vendida como entretenimento. Jean venceu uma das edições do BBB, onde foi aceito por ser um homossexual discreto, credenciado, portanto, para plantar a polêmica, mas não de forma a torná-la um escândalo. Dono de um discurso político bem articulado, militante da causa gay e intelectualmente superior a seus pares, não só venceu o programa como ganhou visibilidade nacional. De repórter da Tribuna da Bahia, em Salvador, virou redator do programa Mais Você, de Ana Maria Braga, mas logo percebeu que isso não era, exatamente, uma elevação de status profissional.
Na Câmara dos Deputados, Jean Wyllys, 36 anos, baiano de Alagoinhas, tornou-se a cara da luta contra a homofobia no Brasil, justamente num momento em que se discute até a criminalização do bullying. Como se, nas escolas brasileiras, não fossem os jovens homossexuais o alvo principal das piores e mais violentas “brincadeiras” perpetradas por aprendizes de brucutus alegremente estimulados pelo senso comum. Esses mesmos brucutus que, hoje, ligam para o gabinete do deputado do PSOL para ameaçá-lo de morte.
(falácia, pura falácia, novamente o Sr. faz acusações sem citar fontes ou provas, é mais um querendo posar de vítima para atrair holofotes para si, uma prova clara e inequívoca de que em tão pouco tempo já aprendeu os modos da casa onde esta)
Abaixo, a íntegra de uma carta escrita por Jean ao Jornal do Brasil, por quem foi acusado, por um colunista do JB Wiki (seja lá o que isso signifique), de “censurar cristãos”. O texto é uma pequena aula de civilidade e História. Vale à pena lê-lo:
(A carta é uma palhaçada, se é aula de civilidade o é para o Sr., parece coisa de infante que pensa ser ou saber o fica provado no decorrer do texto que não sabe e não é. Não vou publicá-la porque já respondi a mesma no mesmo veículo o qual parece-me também merecer seu desdém).

6 comentários:

disse...

Quer dizer que 200 homossexuais morreram por causa da homofobia?? e os heteros morrem porque?? os heteros quando morrem são mau caráter e os gays é homofobia?? O gay pode morrer por latrocínio, ou por vingança , discussão, confusão, agora morrer só por causa de sua opção é um a parcela mínima, mas ja existe leis para isso. Eles querem privilégios pelo bumbum. Caso não conseguem um emprego por terem um currículo péssimo vão alegar que é homofobia. É brincadeira! Desculpa, mas não consigo me expressar de outra maneira. Paz!

Anselmo Melo disse...

Rô, são argumentações ridículas,tem muita gente desavisada levantando a bandeira de um movimento que acha que o restante da população é composta de gente completamente ignorante.
Eu também já perdi minha paciência com isso.
Abração.Paz!

Fábio José Lima disse...

Graça e Paz Pr. Anselmo,

Olha, o "movimento" tem essa característica de querer se apresentar sempre como vítima, veja o que me veio a mente ao ler seu post:

"Antes de passar pelas quatro fases de perseguição aos judeus, devemos fazer uma pausa para advertir sobre os que se aproveitam dessa terrível tragédia para promover suas causas. Nos EUA, a comunidade homossexual radical divulga, constantemente, a história de que os homossexuais estavam entre as vítimas do Holocausto perpetrado pelos nazistas. Assim, os que são contrários a que os direitos dos homossexuais sejam impostos à sociedade são equiparados a Hitler, que perseguiu cruelmente as vítimas. O vínculo entre a imagem de Hitler e os que poderiam se opor às leis especiais favoráveis aos homossexuais é completamente artificial; entretanto, é tentador tirar proveito dessa associação. (Lutzer, Erwin W. A cruz de Hitler: como a cruz de Cristo foi usada para promover a ideologia nazista. Tradução de Emirson Justino. - São Paulo: Editora Vida, 2003, ps. 100/101).

Fica na Paz.

Anselmo Melo disse...

Fábio, a estratégia deles é exatamente a que você salientou.Querem vincular suas causas, sem causa,a defesa da mulher, dos negros e outras supostas minorias.Agindo assim, colocando todos as reivindicações em um "saco" só, e exatamente por algumas serem justas,pensam em tirar proveito mobilizando assim os desavisados em relação aos seus anseios de criar leis especificas para defender o que julgam ser direito.O mal dos espertos é pensar que todos os outros são otários.
Fica na paz também meu irmão.

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Esses discursos parecem que são escritos por uma só pessoa, o mesmo em diversos países, não importam os fatos da rotina de nossa nação ou de outra qualquer. Nos EUA, na Inglaterra, na Holanda, no Canadá e etc. São todos iguais, passam por cima da cultura, das leis, das constituições e principalmente da vontade do povo. É uma ditadura gay globalizada!

Muito bem dito Pr. Anselmo, pensam que somos otários. Esses semi-analfabetos, ventríloquos das trevas, conseguem alguma notoriedade numa terra de cegos e pensam que são alguma coisa; pensão, até que são caolhas. Mas mesmo com um olho só continuam cegos.

N.AC disse...

Pastor Anselmo este reporte aí Leandro Fortes, deve ser uma tremenda bichona.
Ser´[a que acha que nós cristãos somos otários? Um cara desse dizer esta mutidõess de asneiras, deveria fazer um tratamento mental.
Sós oa gays que morrer neste país? AH! Me pope!
Olha o tráfico de drogas aí meu caro Leandro zé asneira que mata já perdi as contas de vítimas diárias , olha os mendigos que estão morrendo queimados cruelmente por deliquentes, aí voce vem dizer que gays morrerm anualmente assassinados, não tenho pena nenhuma.
Quem morre Verdadeiramente são nós as vítimas deste país que tem lei mas não funciona, meu caro! Estão morrendo gente do bem todos os dias cruelmente por assalto, bala perdida etc ok? Aí vem voce dizer estas besteiras? AH! Vai fazer ponto e rodar a sua bolsinha em outra esquina, porque aqui só tem homem macho, Deus fez homem para ser homem e ponto final.
E não aceitamos mesmo gays com saus safadezas e agora estão incluindo em seus programas crianças. Isto não! De jeito nenhum nao vamos aceitar é crime! E ponto final.
Achou ruim?

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲