Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Aperta-se a mordaça: Marta altera PLC 122

 Nesses termos, se o PLC 122 for aprovado, portais católicos e evangélicos, sites de igrejas, pregações de pastores e padres postadas em blogs ou páginas na internet que discordarem da prática homossexual poderão sofrer ações criminais.

A senadora Marta Suplicy anunciou que fez uma mudança fundamental no texto do PLC 122. A divulgação foi feita durante o programa Cidadania da TV Senado no dia 28 de Março, onde ela discursou a favor da agenda homossexual.
A alteração foi a introdução de um parágrafo que protege templos religiosos de sofrer ações criminais por opiniões classificadas como "homofóbicas". O novo texto deixa claro que o PLC 122 não se aplicará a templos religiosos, pregações ou quaisquer outros itens ligados à fé, desde que não incitem a violência: "Eu tenho também que proteger essa liberdade deles de poderem falardentro de um templo", afirma a senadora.

Muitíssimo obrigado, dona Marta, por nos dar o direito de falar pelo menos dentro de nossos templos o que Deus fala na Bíblia sobre a homossexualidade! Estamos emocionados com sua bondade! Obrigado por não nos proibir de falar dentro de nossos templos.

De acordo com as novas imposições do PLC 122, os ativistas gays terão plena liberdade de pregar a favor da homossexualidade dentro e fora de seus grupos militantes, inclusive em escolas, TVs, rádios e outros lugares públicos. Ah, e os cristãos terão essa mesma liberdade nos lugares públicos? Claro que sim, desde que seja para elogiar o homossexualismo. Se não quiserem elogiar, dona Suplicy lhes garante caridosamente liberdade de expressão apenas no interior dos templos religiosos.

O novo texto do PLC 122 agora inclui o parágrafo: "O disposto no caput deste artigo não se aplica à manifestação pacífica de pensamento fundada na liberdade de consciência e de crença de que trata o inciso 6° do artigo 5° (da Constituição)". Isto é, na prática, conforme reconheceu a própria senadora, o novo texto exclui a mídia eletrônica dessa "liberdade de consciência". Ela diz: "tomei o cuidado de que em mídia eletrônica não pode fazer isso. Mas, dentro de um templo, se não incitar a violência, for alguma pregação religiosa, de culto, de dogma, de fé..."

Nesses termos, se o PLC 122 for aprovado, portais católicos e evangélicos, sites de igrejas, pregações de pastores e padres postadas em blogs ou páginas na internet que discordarem da prática homossexual poderão sofrer ações criminais, sendo julgados como "homofóbicos" seus respectivos autores e presos por até 3 anos, além de obrigados a pagar multa.

Enquanto o PLC 122 não sai, salve tudo o que você puder do Blog Julio Severo, pois a senhora Marta Suplicy está determinada a censurar toda opinião cristã que não esteja confinada às quatro paredes de um templo religioso.

Júlio Severo - Mídia Sem Máscara

5 comentários:

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

É como tentei explicar anteriormente, aqui mesmo: Uma pequena modificação; uma grande armadilha! Não muda nada em nosso favor pois, muito pelo contrário; o “se não incitar a violência”, quem irá julgar se incita ou não? Claro, os mesmos que julgam ser legítimo toda a PFC 122. e, como é possível julgar se a pregação tem apenas a conotação “religiosa, de culto, de dogma, de fé” sem conotações sociais? Isso é impossível!

O que se faz é empurrar o Evangelho para dentro de um “gueto” que essa lei está, mesmo sem ser ainda aprovada, criando.

Que o Senhor tenha misericórdia dessas pessoas para enxergarem em que tamanha trevas estão. E pior ainda; levando junto com eles pessoas enganadas.

“Despertas tu que dormes; Cristo te esclarecerá”

Anselmo Melo disse...

Concordo plenamente com você Labaredas,e,o pior é que tem muito gente acreditando na boa fé desta sra.Ela age como se a Igreja dependesse de sua autorização para denunciar os pecados dessas gente.Tem muitos irmãos de olhos vendados, inclusive os que com seus votos colocaram essa serpente no senado federal.
Paz!

aluisio huenes de oliveira disse...

e pensar que esta senhoratem muitos votos de pessoas cristãs que vende-se por qualquer esmolas. Quando esta senadora era prefeita de sao paulo dava uma esmola e muitos preguiçosos aceitavam e torce para que ela voltem a prefeitura desta cidade que tanta atrapalhou. Só criou taxa ou seja martaxa DEUS tenha misericórdia de todos nós.

Anselmo Melo disse...

Infelizmente Aluisio é exatamente isso que acontece.Quando nos vendemos nossa honra e nossa fé acabam por ir no mesmo pacote.
Paz!

Marcello Comuna disse...

A perseguição se aproxima pastor. Nossos joelhos devem estar no chão em oração!

Casa Deus permita que essa lei passe, será uma verdadeira peneira. Vermos os que são e os que não são! Vamos ver se os supers profetas continuaram a falar.

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲