15/12/2010

Igreja "fracassa" e vira loja de conveniência



Os corredores de uma igreja foram substituídos por corredores de caixas onde os clientes podem comprar mantimentos - tudo sob o olhar atento de personagens bíblicos representados no edifício ornamentado com vitrais.

O badalar dos sinos da igreja e o som sombrio do órgão em uma manhã de domingo vão ser substituídos pelo barulho da caixa registradora e anúncios de clientes no sistema de som na ex-igreja Igreja Metodista Westbourne em Bournemouth, Dorset (Reino Unido).

Bob McKinley, ex-ministro na igreja, que esteve vazia por três anos, disse que está "triste".

"Você pode dizer que é inapropriado ter uma loja de conveniências em uma igreja, mas a partir do momento em que foi vendida não está mais sob nosso controle", completou.

Há uma passagem da Bíblia que descreve Jesus expulsando os mercadores do Templo de Herodes: "Saiam daqui! Não façam da casa de meu Pai uma casa de mercadorias", diz a passagem.






James Rippon, um contabilista que mora perto, disse: "Eu suponho que isso representa as prioridades das pessoas nos dias de hoje - a conveniência de poder comprar o seu pão alguns quilômetros mais perto é mais importante que a oração e da religião".

Sábias palavras, Rippon. O Editor do UOL Tabloide ficou imaginando a enorme catedral da Sé se transformando em um supermercado, um restaurante ou quem sabe uma enorme livraria especializada em gibis.
*Com informações do site Metro.co.uk
Author Image

Anselmo Melo
Anselmo Melo, Carioca, casado e pai de três filhos (herança do Senhor). Pastor Evangélico e empresário. Moro atualmente no Estado de São Paulo onde pastoreio a Igreja de Nova Vida em Limeira. Sou fundador e presidente da Associação Projeto Resgate Vida.

3 comentários:

  1. Olá tudo bem?
    Nossa, sem palavras...o templo tão bonito, usado pra esse fim: consumismo!

    Sempre passo por aqui pra conferir as postagens, mas como o tempo é escasso, nem sempre dá pra comentar.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. É verdade Cida. Um tremendo desperdício.Imagino a dor dos remanescentes que ainda congregavam ali.
    Muito obrigado por passar por aqui e deixar suas impressões.Paz!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante,
Você pode elogiar ou criticar, observe apenas:

1-Não publicamos criticas de ANÔNIMOS e nem comentários que não estejam relacionados com o assunto.

2-Baixarias e palavrões também não.

3-Nem todas as publicações são de minha autoria e o fato de estarem aqui não implica necessariamente em que eu concorde com todo o teor do post.

4- Quer ser respeitado? Mostre respeito!