Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PARE ESTE BONDE! EU QUERO DESCER!




Por: ALBERTO COUTO FILHO

“Veja ilustre passageiro o belo tipo faceiro que o senhor tem ao seu lado, mas, no entanto, acredite, quase morreu de bronquite - salvou-o o Rhum Creosotado”.

A mirífica mensagem “A Cegueira Espiritual é como um Bonde Antigo” postada no blog do Pastor Newton Carpentero, despertou o meu adormecido saudosismo e, por tê-lo decorado - aquele antigo anúncio veiculado em todos os antigos bondes, veio à minha mente renovada, através da transformação imposta pelo inconformismo com os modismos deste século.
E é essa transformação santificadora que nos torna sensíveis para discernir que os enganos distribuídos em igrejas apóstatas (pontos de venda) não estão em consonância com a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.
Lembrei-me dos vários tombos levados, quando tentava pegar ou saltar do bonde andando. Minha melhor performance sempre ocorria quando eu sabia estar sendo observado pelas “menininhas” colegas da escola, independente das apostas que fazia com os marmanjos rivais.
Hoje, infelizmente, é possível ler nos bondes da Cegueira Espiritual, anúncios do tipo:

“Plante uma semente voluntária de R$ 1.000,00 para o Clube 1 milhão de Almas e receberás o livro “1001 Chaves de Sabedoria” de Mike Murdock e um “lindo” certificado de sócio do clube”

“Crede em vossos profetas e prosperareis. O nº 9 representa o “estar ou ser completo”, portanto ele é o próprio Deus. Estamos em 2009 e, por isso você deve semear, agora, R$ 900,00, como oferta voluntária, para receber de Deus, até 01 de janeiro de 2010, algo não recebido até então”.
Mendazes! Aldrabões! Cínicos! Impudentes!...!

Enquanto o “merchandising” do passado atentava para a saúde do povo, esta ferramenta de marketing, hoje, é manipulada com sutileza pelo nosso adversário, salta aos olhos, para destacar o produto “oferta voluntária” , algo que sabemos ser altamente nocivo à saúde espiritual do povo de Deus.
E pensar que aquele pastor e boieiro do Vale de Tecoa, um simples cultivador de sicômoros disse, sarcasticamente, nos dias de Uzias, antecipando-se ao terremoto que seria um ato de juízo divino (ZC 14:5), ao se referir à “Cegueira Espiritual” de Israel:
“Venham a Betel e transgredi e multiplicai as transgressões em Gilgal ... oferecei sacrifício de louvores do que é levedado e apregoai ofertas voluntárias e publicai-as porque disso gostais, ó filhos de Israel, disse o Senhor Deus.” (Am 4:4,5)
Esta “Cegueira Espiritual” que, hoje,trafega sobre os trilhos do engano e da subversão bíblica, assemelha-se, mesmo, a um bonde antigo, que:

Ø Tem como balaústres, a ganância, a avareza, a usura, o poder e a ambição desmedida – desejos rudimentares que arruínam o homem desde os primórdios da sua existência;

Ø Tem como cobrador, o deus estrela Renfã, demônio sob a forma de uma estrela de 9 pontas citado pelo profeta Amós em (Am 5:26); por Estevão, em sua defesa junto ao Sinédrio, em (At 7:43) e, por João, como Absinto, em (Ap 8:10,11).

É uma pena admitir que já 1/3 das águas foi envenenado e que muitos dos nossos irmãos morreram, e estão morrendo, espiritualmente, como incautos. Disse o Senhor em (Jr 2:13): “Porque dois males cometeu o meu povo: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas , cisternas rotas , que não retém as águas”.

Ø Tem como condutor do Bonde, o próprio satanás, travestido de profeta da prosperidade, pérfido, astucioso e enganador, pregando um Evangelho, sabiamente cognominado pelo pastor Carpentero de “açucarado”, eivado de falácias, e nutrido por falsos sonhos que estão infectando física e moralmente, os desavisados e imprudentes;

Ø Tem como letreiro, indicativo do seu destino, final de ponto onde é feita a baldeação para retorno às igrejas apóstatas: GEHENNA<=>INFERNO

Se o leitor, um desacautelado passageiro, está se vendo ludibriado; está vendo logrados os seus sonhos; está se sentindo enganado pelas falácias luciferianas daqueles charlatões e vendilhões do templo de Deus, e está arrependido por ter tomado o bonde errado puxe, agora mesmo, a cordinha para que ele pare, antes de chegar ao seu destino, e clame bem alto ao Senhor: JESUS PARE ESTE BONDE! EU QUERO DESCER!
Se ele não parar, o que duvido muito salte assim mesmo – Jesus vai amparar a sua queda, diante de uma platéia estupefata e maravilhada com o Seu poder.
Você, somente com os olhos da fé, verá nas fagulhas produzidas pelo atrito entre rodas e trilhos, em razão da freada súbita, o fogo restaurador do nosso Deus, mostrando-lhe que, ao reabrir as portas dos céus, o que você ligou aqui na terra estará sendo ligado nos céus (Mt 16:19).
Alberto Couto Filho é autor do livro ‘VINDE APÓS MIM – JESUS não disse: IDE, após seus líderes” – Editora Livre Expressão

1 comentários:

Alberto Couto Filho disse...

Pr. Anselmo
Graça e Paz

O tripé está na moda.
Lembra-se? Robinho, Kaka e Luiz Fabiano - este era o tripé da seleção, sobre o qual repousava a esperança da torcida brasileira – VERGONHA!
A Santíssima Trindade – O Pai, O Filho e O Espírito Santo, aquele santo, precioso, indizível e inefável tripé sobre o qual repousa o amor incondicional do Criador; aquele amor sem barreiras, sem limite, sem fronteiras, acepção ou escolha, está sendo trocada pelas lideranças apóstatas de “certas” igrejas - ANÁTEMA!
Em seu lugar, estão Moloque, Sicute e Renfã , o tripé diabólico sobre o qual está apoiando essa espurcícia denominada Teologia da Prosperidade. Os profetas daquela charlatanice estão dizendo aos seus incautos seguidores que aquelas suas “ofertas voluntárias” são, o que a Bíblia de Estudo Batalha Espiritual e Vitória Financeira (Engodo) que eles agora seguem, também chamada de Corbã – isto é, uma oferta para o senhor (deles é claro). O Evangelho de Marcos foi “avacalhado” - MISERICÓRDIA!
Temos o tripé governamental do Bolsa-Família: O Feijão, o Arroz e a Farinha – ALELUIA!
Temos o recente tripé do Exu Boiadeiro, com as suas bases, a ganância, a astúcia e a burla, revestidas de couro de cobra Piton - PALHAÇADA!
A Palavra de Deus mostra-nos que a submissão, o viver na dependência exclusiva do nosso Deus está , também, apoiada em um tripé cujas bases devem ser revestidas de humildade; A obediência (obedecer); A fé (crer); A gratidão (dar graças) – OH GLÓRIA!
Agradecido, amigo. Criei um tripé, não apenas para sustentar o carinho demonstrado por esta “velha árvore”, mui valorizada poeticamente, por Bilac, mas para agradecer pela postagem do meu artigo: a honra, a amizade e o respeito.
A Comunidade Apostólica Operação Resgate, deve sentir-se agradecida a Deus pelo cumprimento da Sua promessa a Jeremias : “Dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, que vos apascentem com conhecimento e com inteligência”(Jr 3:15)...”e que serão imitadores do Meu Filho Jesus” (ACF 16/07).
Obrigado mesmo!
Alberto Couto Filho
Seu conservo em Cristo.

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲