Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Maioria dos brasileiros se opõe à adoção homossexual apesar de decisão do Supremo Tribunal

Matthew Cullinan Hoffman, correspondente na América Latina
SÃO PAULO, Brasil, 15 de junho de 2010 (Notícias Pró-Família) — A maioria dos brasileiros se opõe à adoção gay, de acordo com uma pesquisa de opinião pública divulgada neste mês, apesar de uma recente decisão do Supremo Tribunal permitindo que uma dupla homossexual adotasse uma criança.
Os resultados da pesquisa indicam que 51% dos brasileiros se opõem à adoção gay, enquanto só 39% a favorecem. A pesquisa consistiu de entrevistas com 2.660 pessoas em todo o Brasil, e tem uma margem de erro de mais ou menos 2%.
Apesar de que a Igreja Católica condena fortemente a conduta homossexual e se opõe à adoção gay, os católicos mostraram probabilidade muito maior de apoiar a prática do que os evangélicos. O resultado provavelmente reflete as inclinações socialistas dos bispos católicos do Brasil, os quais tendem a apoiar o governo de tendência esquerdista do Presidente Luís Inácio Lula da Silva e eliminar a importância da moralidade pessoal em favor da ideologia política.
Embora só 47% dos católicos se oponham à adoção gay, 41% estavam a favor, de acordo com a pesquisa. Entre os evangélicos, 71% se mostraram contra, enquanto só 22% eram favoráveis.
Toni Reis, presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais, confessou para aFolha de S. Paulo que “precisaremos de muitas paradas e marchas para convencer a população de que somos cidadãos que merecem o direito à paternidade e maternidade”. Contudo, ele considera os números da pesquisa como “notícia muito boa”, pois representam, diante de atitudes passadas, uma melhoria em favor do movimento homossexual.
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesitenews.com/ldn/2010/jun/10061601.html

0 comentários:

Real Time Web Analytics
Template personalizado por Elaine Gaspareto

TOPO ▲